Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

OS "DALTON" DE ALFENA - EM VERSÃO "BLOGUEIRA"

Por altura das eleições Autárquicas, vários foram aqueles que aqui em Alfena quiseram dar o seu contributo para um debate vivo, intenso, por vezes polémico, mas apesar de tudo civilizado na maioria dos casos.

Vou referir um dos espaços de cidadania que pudemos encontrar neste espaço "blogosférico", onde apesar de não me identificar (apenas politicamente) com o seu autor, o amigo Paulo Bastos,  pude trocar ideias, debater os problemas de Alfena: O Blog ALFENA PARA TODOS.

Da mesma forma, também ele pôde debater neste meu "território" as suas ideias, deixar os seus comentários, exercer cidadania - como o fizeram também (e ainda fazem) muitas dezenas de outros Alfenenses.

Mas há quem não goste do perigo que estes espaços de liberdade representam para os seus interesses escondidos, para os seus projectos de interesse pessoal, para a manutenção de um "status quo" que só a eles interessa e por isso há dias -  a seguir ao post que escrevi AQUI sobre o julgamento do Dr. Arnaldo, alguém resolveu "parir" esta espécie de aborto, que dá pelo nome de - veja-se a falta de vergonha - "ALFENA PARA TODOS" -igualmente alojada, tal como o original, na plataforma de Blogs do Sapo!

E para que é que os "DALTON" (ou será um par de lontras?) terão "criado" este blog? Terá sido para debaterem ideias, confrontar pontos de vista, apresentar projectos relevantes que defendam ou em que estejam envolvidos, relativamente a Alfena? Nada disso! Fizeram-no apenas para provocar - e da forma mais rasteira, mais asquerosa, mais cretina: Fazendo "copy-paste" do meu post  - alterando-lhe o sentido - no montículo a que chamam blog!

Já comuniquei à PT e à plataforma do Sapo o abuso e espero que medidas sejam tomadas no sentido de travar este tipo de atitudes baixas, que nada têm a ver com a Democracia nem com o confronto vivo de ideias com que ela pode e deve conviver.

publicado às 10:55

ALFENA PRECISA DE SER... DESPARASITADA"

Alfena é uma terra bonita!

O Leça vem por aí abaixo desde a nascente e logo que a avista rende-se à sua beleza, ganha tiques de bailarina em danças e meneios que fazem lembrar os preliminares de acasalamento de algumas aves exóticas. Mas rapidamente se acalma ao tocar os seus flancos e entre "beijos molhados" e uma ou outra carícia mais atrevida, amaina as suas ânsias, espreguiça-se no seu colo, espraia-se no seu regaço...

É verdade que às vezes , como aconteceu há dias, faz uma birrazita de namorado, mas depois fica tudo bem de novo, que ele não é de maldades duradoiras!

Alfena e o Leça, são o típico exemplo do "casal perfeito". Mas como também acontece com alguns casais perfeitos, Alfena e o Leça têm uma família alargada que às vezes os envergonha:

De facto, andam por aí uns parasitas que lhe estragam a textura saudável, lhe atrofiam o caminhar, lhe desviam  tecido e tónus muscular para corpo alheio - como eu escrevi e tentei demonstrar com colaboração amiga AQUI.

E nem sequer  é desconhecido das nossas gentes o "cirurgião" que colaborou na principal amputação, aquando do Censos 2001. Ele passeia-se por aí, agora em viatura oficial paga por todos nós, como se fosse o dono do mundo e tivesse o rei na barriga - tiques de quem nunca teve nada e agora de repente se vê rodeado de mordomias...

Como disse o Demo no cimo do monte para tentar Jesus, "tudo isto te darei se..."

E nem precisou de concluir a frase, porque o novel Vereador "assinou por baixo".

Mas há mais emplastros a tolherem os movimentos saudáveis do "casal": Um par de lontras de viveiro bem anafadas, um papagaio de aviário um ou outro calhau no nosso sapato - e se já a pedra no dito incomoda bastante, imagine-se agora o que faz um calhau!

Claro que Alfena e o Leça têm sabido ao longo dos anos, superar as dificuldades, expurgar corpos estranhos, renovar tecidos doentes ou afectados por maleitas de tipo parasitário - ou como se costuma dizer em linguagem ecológica - auto-regenerar-se!

Alfena e o Leça, como "casal feliz" que sonharam um dia ser, hão-de saber libertar-se das peias e do controlo parental desta "família" que os envergonha, que só quer é viver à sua custa e não faz nada para "contribuir para a casa" - antes pelo contrário!

publicado às 20:36

O "LOBBY" SANTANDER DE ALFENA...

GES é o dono do terreno que desabou na CREL

O Grupo Espírito Santo (GES) é o proprietário do terreno que desabou na CREL, avança a Lusa com base em informação de um vereador da Câmara Municipal da Amadora.

O GES, através de um fundo imobiliário, é proprietário do terreno que desabou para a CREL na última sexta-feira, provocando o corte da auto-estrada gerida pela concessionária Brisa.


A propósito, quem se lembra da Zona Industrial II de Alfena?

CCDRN não quer indústria em zona de solo rural (*)

(...)

Entendimento diferente tem o vereador do Urbanismo e Ambiente da Câmara de Valongo, José Luís Pinto, que revelou estar agendada, para breve, uma reunião com a CCDRN e que a autarquia "não abdica da zona industrial".

(...)

As zonas existentes têm fracas acessibilidades. Os investidores querem implantar-se entre Alfena e Sobrado. O Banco Santander continua interessado no investimento e vai elaborar uma carta de compromisso. Alfena vai ter a sua área industrial e já há empresas interessadas. Daí a nossa urgência, tanto mais que estão em jogo nunca menos de 600 postos de trabalho", sublinhou o vereador.


(*)Não quer a CCDRN, mas quer o grupo Santander e o privilegiado Gabinete de Arquitectura de Camilo Moreira...

Mas atenção! Um dia destes, por causa dos trabalhos "clandestinos" já efectuados no local e da alteração das condições do terreno, não me admiro nada que possa  vir a acontecer uma situação semelhante à da CREL em ponto mais pequeno...

Voltarei ao assunto brevemente, com mais elementos e com mais detalhes...

publicado às 13:25

24 HORAS POR DIA E ÀS VEZES À NOITE...

Foi uma longa espera, aquela que os jornalistas - e alguns portugueses mais atentos a estas coisas dos números - tiveram que suportar ontem à noite...

Bem... ontem à noite é quase uma força de expressão: Por escassos minutos, era hoje de madrugada.

Claro que os jornalistas reclamam, reclamam, mas o sacrifício menor foi o deles. A gente até sabe que costumam trabalhar até tarde na noite. Já o ministro dos Santos, pelo empastelado da sua comunicação via-se perfeitamente que o homem estava em sofrimento.

Mesmo assim ainda conseguiu aquela tirada de humor requentado, quando foi questionado pelo jornalista da SIC Notícias - precisamente sobre a hora tardia da conferência de imprensa:

"(...) eu trabalho 24 horas por dia e às vezes também trabalho à noite..."

Fez-me lembrar uma daquelas anedotas com uma frase do género alegadamente atribuída a Samora Machel a propósito da necessidade de trabalhar mais e produzir mais riqueza em Moçambique: "O dia tem 24 horas e se o dia não chegar, trabalha-se também à noite!"

Claro que se tudo se resumisse à anedota do ministro, não viria mal ao mundo. Só que o problema do Orçamento não foi - não é - apenas a falta de jeito do ministro na apresentação pública do mesmo. Isso é apenas um detalhe, porque a verdadeira dificuldade é mesmo o próprio ministro e o seu primeiro. Eles sim, são o PROBLEMA!

Mas ainda bem que o ministro dos Santos conseguiu terminar a tempo os contactos com as agências de "Rating" por forma a iniciar a apresentação do volumoso documento em 26 de Janeiro. Mais uns minutinhos e à velocidade com que as dificuldades se agravam, muito provavelmente em vez dos 9,3% de deficit, teria que falar em 9,4%!

publicado às 00:00

DESTAQUE NO SAPO BLOGS: ARNALDO & PALHAU - "ARRANJOS ORQUESTRAIS", S.A.

Não é a primeira vez que acontece, mas desta vez, apetece-me mencionar o acontecimento, talvez na esperança de que os nossos hibernados autarcas se sintam espicaçados pela curiosidade e comecem a ler o meu blog (aqui para nós, há quem diga que me seguem atentamente, mas que disfarçam para não me darem notoriedade...).

O acontecimento a que me refiro é o destaque de hoje no Sapo Blogs:

Já agora, talvez vá sendo tempo de eles próprios (os hibernados) começarem a dar corpo à ambição de notoriedade de que noutros tempos deram sobejas provas: É preferível irem fazendo alguma coisa ainda que correndo o risco de cometer alguns erros, do que ficarem dentro de portas à "sombra do orçamento" a ver as águas do Leça a passar por debaixo da ponte.

Alfena precisa de quem trabalhe para a fazer sair do marasmo e se bem se lembram, quando festejaram a maioria absoluta, prometeram que "agora é que ia ser"!

É que o "agora" é exactamente... AGORA - aliás, já é quase "depois"!

Na próxima reunião de Câmara - dia 4 de Fevereiro às 10 horas - estou inscrito para fazer umas perguntas para as quais tenho procurado por aqui as respectivas respostas, ainda que sem resultados palpáveis:

- PUCCA (Plano de Urbanização do Centro Cívico de Alfena

- Nova Unidade de Saúde Familiar

- Projecto(?) de continuação da Avenida Padre Nuno Cardoso (a partir do Minipreço) até à Rua 1º. de Maio.

Ah! Já agora, vai sendo tempo de de começarem também a pensar em transformar a Página da Junta na Internet num verdadeiro "interface" com os fregueses - em vez do "arremedo" deprimente de Página que actualmente nos disponibilizam...

publicado às 17:27

ARNALDO & PALHAU - "ARRANJOS ORQUESTRAIS", S.A.

Foi uma longa maratona - manhã inteira e parte da tarde - aquela que o ilustre Vereador de Valongo e antigo Presidente da Junta de Freguesia de Alfena, Dr. Arnaldo Soares proporcionou ao Tribunal de Valongo e a todos nós que hoje ali nos deslocamos para assistir ao julgamento em que é réu na acção interposta pelo Ministério Público.

E digo que o Dr. Arnaldo nos proporcionou esta monumental maçada, porque bastaria um pequeníssimo gesto de dignidade da sua parte assumindo que se tinha excedido contra um digno agente da GNR que mais não fez do que cumprir o seu dever ao acorrer a uma chamada na sequência dos desacatos ocorridos naquela célebre reunião pública  do Executivo de Junta de 2008 - sim porque não basta repetir vezes sem conta uma mentira para que passe a ser verdade e a verdade, é que nessa reunião houve mesmo desacatos e perturbação da Ordem com ameaças de agressão contra quem não estava de acordo com o Presidente e seus apoiantes.

Importa referir, que o militar da GNR que compareceu à chamada por parte de um dos elementos do Executivo, foi literalmente expulso da sala pelo Dr. Arnaldo, como se fosse um agente ao serviço de uma qualquer força de repressão - até lhe foi lembrado ostensivamente, "que o 25 de Abril já tinha acontecido"  - tudo isto pontuado por aplausos efusivos da claque arregimentada via SMS para essa referida reunião.

No entanto, a história que hoje tentaram até à exaustão fazer passar para o Tribunal através das testemunhas arroladas pelo réu, foi que quando o humilde mas digno agente da ordem pública entrou na sala a reunião já estava a decorrer com toda a normalidade - pelo que ele com a sua entrada "intempestiva", só a veio interromper e desestabilizar...

Ora permitir apupos ao agente da Ordem e aplausos ao réu pela atitude de o expulsar da sala é também, para além de uma atitude condenável, permitir a perturbação da tal normalidade dos trabalhos.

Foi um verdadeiro arranjo orquestral executado sob a batuta do ilustre causídico Dr. Palhau aquele a que pudemos hoje assistir.

(Houve apenas uma pequena "fífia" por parte do nosso técnico de farmácia Luis Garcês que deixou o Dr. Palhau com ar comprometido: Em determinada altura, perdeu-se na partitura, começou a tocar de ouvido e saiu fora de tom... Tirando isso, a orquestra funcionou - mas mesmo assim ainda soou a falso noutros momentos da audiência...)

A propósito, embora seja perfeitamente regular o seu papel de defensor, foi por demais evidente  - até pelas várias chamadas de atenção da própria Juíza - o  papel do Dr. Palhau de "parte" no processo... Ele bem fez um esforço para despir a camisola, mas em vão!

Percebe-se porquê...

Para a história e para o seu curriculum - neste caso profissional - vai ficar mais uma prestação bem abaixo da mediania - eu diria mesmo, que bem próxima da mediocridade.


P.S.:Faltou apenas dizer que a sentença é lida no próximo dia 4 de Fevereiro da parte de tarde. Espera-se que apesar da fraca prestação da representante do Ministério Público durante todo o julgamento, a Meritíssima Juíza possa mesmo assim assegurar um resultado final que não subverta totalmente a verdade dos factos...


publicado às 17:03

DEVAGAR, COMO QUEM CORRE...


Enlaças-me apertas-me

Como trepadeira ao seu tutor

E gemes imploras ou ordenas

Que venha depressa que voe

Mas eu não vou nem voo

Nem podia fazê-lo

Porque já estou

Precoce cheguei

Mesmo sem me apressar

Dez vezes dez contei

Devagar como quem corre

Sobre a corda bamba

Qual funâmbulo sem o ser

Correndo o risco de cair

Cavalguei o nada

Que antes de ti

Era apenas o verbo

E chegado ao fim da linha

À última estação

Sem te ver a meu lado

Entre o desistir

E viajar noutro dia

Decidi esperar por ti

Até que chegaste

Me enlaçaste me apertaste

Ascendeste sobre o meu cansaço

Ordenaste que fosse e eu fui

Como se fosse a vez primeira

Dez vezes dez contei

Como da primeira vez

E voei como ave marinha

Voo mergulho voo mergulho

Dez vezes dez contei

E retemperados (ou cansados) chegamos!

 

publicado às 23:25

AINDA AS "JÓVENS PROMESSAS" DO PS-PORTO...

Sentado ao lado de um amigo militante do PS - ou melhor e para ser mais preciso, ex-militante (após a "purga pós-eleitoral" que saneou alguns destacados e incómodos  Socialistas que integraram candidaturas "desalinhadas" com o Partido) - consegui captar pelo "rabo do olho" como quem não quer a coisa, alguns fragmentos de uma carta  que ele ia lendo enquanto beberricava um cafezito - assinada  por Orlando Gaspar, membro da C.N. e da Comissão Política Nacional deste Partido e dirigida aos militantes do Distrito:

(...) "Abriu o novo ano e abriu no PS a caça ao voto, por força de se aproximarem as eleições da Concelhias (...) De certo que o camarada vai ser contactado, convidado, telefonado, acarinhado e usado nos próximos tempos em que o seu voto é importante, mas só nestas alturas (...)

(...) "Os patamares hierárquicos do Partido e os Estatutos são completamente espezinhados, tudo por uma falha de educação daqueles que nos últimos anos aqui no Porto se apossaram dos lugares de decisão e se pavoneiam nos corredores de Lisboa a decidirem nas nossas costas e à nossa custa os interesses para eles e para os amigos de ocasião " (...)

Aqui chegado, acendeu-se-me uma luzinha no meu painel de bordo e logo a seguir, surgiram no display vários nomes a pulsar, entre os quais um em especial me chamou a atenção: José Manuel Ribeiro  - uma "jovem promessa", como lhe chamei com "aspas" aqui...

Que me desculpe o meu amigo do PS, perdão... ex-PS, a quem não pedi autorização para esta inconfidência, mas... não resisti a esta maldadezinha!

publicado às 19:51

SERVIÇO PÚBLICO 6 - A HIBERNAÇÃO DE ALFENA...

VALONGO - REUNIÃO PÚBLICA DE

CÂMARA

Salão Nobre da Câmara - 4 de Fevereiro às 10:00 horas.


Como habitualmente, lá estarei para continuar a sindicar a actividade dos nossos dinâmicos Vereadores executivos.

A exemplo do que tenho vindo fazer em sessões anteriores, apresentei uma vez mais um pedido de intervenção para o período destinado ao público - desta feita, sobre:

a) Estado actual do "projecto" para o PUCCA (Plano de Urbanização do Centro Cívico de Alfena);

b) Idem sobre a "famosa" nova Unidade de Saúde de Alfena - em PIDDAC 2009(!);

c) Que diligências estão em curso a nível da Cãmara para a conclusão da ligação entre a Av. Padre Nuno Cardoso e a Rua 1º de Maio - a partir do Minipreço;

Espera-se que o futuro Presidente da Câmara(!)(Arnaldo Soares) que como todos sabemos, é um renomado especialista em assuntos alfenenses - esteja mais uma vez inspirado para as explicações que se impôem.

(É que se não for na Câmara que consigamos alguma informação relevante sobre a nossa terra, nas reuniões de Junta não será seguramente!)

publicado às 14:50

ARNALDO SOARES VS MINISTÉRIO PÚBLICO...

Aos eventuais interessados e que por qualquer razão se encontrem voluntaria ou involuntariamente desocupados e disponíveis - reformados, aposentados e equiparados - se anuncia que Sua Excelência o digníssimo Vereador Professor Doutor Arnaldo Soares, vai sentar o... "cú no mocho" no Tribunal de Valongo no próximo dia 25 - segunda-feira, pelas 9 horas, num processo movido pelo Ministério Público.

publicado às 22:29

Pág. 1/4

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D