Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

O TRIUNFO DOS PORCOS...

 

A propósito de um dos últimos comentários que um seguidor atento deixou neste Blog, dei por mim a encontrar uma série de analogias entre o enredo da conhecida Obra de George Orwell - "Animal Farm" ("O Triunfo dos Porcos/Quinta dos animais", em português) e o que se vai passando (por enquanto) numa outra "quinta" aqui bem perto de nós, nesta nossa Al-Henna

Já agora, relembro os primeiros 7 mandamentos dos Porcos da Quinta (ainda no tempo do Snowball):


1. Qualquer coisa que ande sobre duas pernas é inimigo.
2. Qualquer coisa que ande sobre quatro pernas, ou tenha asas, é amigo.
3. Nenhum animal usará roupas.
4. Nenhum animal dormirá em cama.
5. Nenhum animal beberá álcool.
6. Nenhum animal matará outro animal.
7. Todos os animais são iguais.

Tal como na história de George Orwell, também no caso da nossa "quintinha", esta primeira versão sofreu alguns retoques (sobretudo desde a tomada do poder por parte do astuto Napoleon) passando a rezar o seguinte:

4. Nenhum animal dormirá em cama com lençóis.
5. Nenhum animal beberá álcool em excesso.

6. Nenhum animal matará outro animal sem motivo.

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que outros.

 

E foi só quando os "porcos" da nossa "Animal Farm", que pensavam que eram "mais iguais que outros", descobriram que afinal não era assim, que se viram obrigados a adiar a Assembleia de Freguesia marcada para o dia 28 de Junho, para o próximo dia 9 de Julho!

Claro que não descobriram por eles próprios. Aguém teve de lhes dar uma "ajudinha", como a seguir se explica:


 

 

 

 

 

 

 

Alfena, 23-06-2010

 

Exmo. Senhor

Presidente da Assembleia de Freguesia de Alfena,

 

1.  O Grupo de Cidadãos Independentes “Coragem de Mudar” tendo recebido a convocatória para uma Sessão Ordinária da Assembleia de Freguesia a ter lugar no próximo dia 28-06-2010 pelas 21,30 horas, vem por este meio comunicar a VExa. o seguinte:

 

2.  A referida Convocatória não cumpre os requisitos previstos no Regimento da Assembleia de Freguesia – artº 14 nº. 7 -  pelo que os dois eleitos por este Grupo, não vão participar nos trabalhos da mesma;

 

3. Aquilo que sugerimos, é que a convocação da mesma seja alterada para data posterior, a fim de poder dar-se cumprimento integral ao Regimento;

 

Reservamo-nos obviamente o direito de contestar Legalmente as deliberações tomadas, no caso de a convocatória seguir por diante.

 

Com os melhores cumprimentos, etc., etc.


(Enviado por carta registada no dia 24-06-20109)

publicado às 23:59

SERVICO PÚBLICO...

1.
Assumo aqui um papel que caberia aos nossos eleitos - neste caso ao Presidente da Assembleia de Freguesia - que já deveria ter colocado na página da Junta o novo Edital a anunciar a alteração da sessão Assembleia que estava prevista para amanhã.

Por razões que explicarei num próximo post, a referida sessão foi adiada para o dia 9 de Julho à mesma hora e no mesmo local.

É importante que os alfenenses compareçam nesse dia, pois nem tudo o que anda a ser "cozinhado" para colocar em cima da mesa prima pelo rigor nem segue as boas práticas como se esperaria da parte de quem tanto criticou no passado recente prometendo fazer diferente...

Eu diria que até estão a fazer diferente, mas... pior! Acho até que que a IGAL (Inspecção Geral da Administração Local) já tem feito auditorias por muito menos. A ver vamos...

O "cozinhado" já deu para ver que é demasiado sóbrio - é o termo mais suave que me ocorre - agora só falta saber como vão ser as "entradas"...

Se for só o que está na "ementa" que me chegou às mãos, os alfenenses têm mesmo é que exigir ver o "fundo da despensa" - onde me parece que há "géneros" escondidos!

Para bom entendedor - e os alfenenses já não andam propriamente a dormir - meia palavra basta!

Mas se não bastar, direi "a outra meia" noutra altura.


2.
Já agora e para que àqueles que tinham na agenda a sessão de amanhã não reste a "única" alternativa de se sentarem no sofá a ver as novelas da noite nas TV's, informo que tem lugar às 20,00 horas (ou 20,30...) no Salão Nobre da Câmara uma Sessão Ordinária da Assembleia Municipal.

É sempre gratificante podermos encontrar - como seguramente acontecerá - caras conhecidas como as dos nossos Presidente e ex-Presidente de Junta e agora destacado Vereador, para além de um Deputado da Nação/Deputado Municipal (PS) que (cheira-me) amanhã irá estar muito falador...

publicado às 19:11

O "BANDO DESARMADO"...

 

 

Este governo com "prazo de validade" já esgotado, age em causa própria e dos amigos e não no interesse do País.

E causa própria, tem aqui - no caso das SCUT Norte e Costa de Prata - exactamente mesma carga negativa que tiveram os negócios do Freeport, do aterro da Cova da Beira e outros em que Sócrates tem andado enredado nos últimos anos.

Esta notícia só vem agravar o medo que começo a sentir de mim próprio, ao constatar que mais vezes do que devia, dou por mim a concordar com aquelas posições mais extremistas com que vamos convivendo um pouco no nosso dia a dia aqui pelo Norte do País e que começam a equacionar com alguma consistência a hipótese de uma "declaração unilateral de independência"!

D.Afonso Henriques conquistou Lisboa aos mouros, mas depois nas voltas da vida, eis que os "novos mouros" se organizaram e cá estamos nós - Região Norte deste País (Berço da Nação incluído) a alimentar a voracidade insaciável de Lisboa para quem a fatia do Orçamento que lhe é devida na proporção a que tem direito, já não chega.

Àqueles que justificadamente se sentem cada vez mais inseguros com o aumento da criminalidade eu digo que ainda não viram nada!

Concorrendo em pé de igualdade com aqueles muitos que na estrada e de armas na mão assaltam os cidadãos para lhes roubarem os bens materiais mais diversos, este governo está a tentar ir mais longe: provar à Sociedade que ROUBAR nem sempre tem de ser um caso de polícia!

Se o consegue ou não, não dependerá tanto do PSD que parece ter tido um rebate de consciência, separando-se do "bando" - neste caso concreto das SCUT - mas sobretudo de nós!

publicado às 17:01

VILA DE ALFENA - 21 ANOS...

Porque Alfena vai muito para além dos interesses pequeninos destes "gestores temporários" que (por enquanto) ocupam a "cadeira do poder", aqui vai a divulgação do cartaz promocional das comemorações do 21º. aniversário da sua elevação a Vila.

Participar, confraternizar, conviver, é sempre importante e neste contexto específico, os interesses do Povo até podem ocasionalmente coincidir com os dos tais "gestores temporários".

Pela parte que me toca e na medida do possível, vou tentar aparecer...

publicado às 23:02

O OVNI DE ALFENA...

Acabei de ler AQUI, que se comemora hoje o dia mundial dos OVNI...

Parabéns Dr. Arnaldo Soares nesta data feliz! Para si que em boa hora optou por vestir a pele  de "não identificado" na distante galáxia de Valongo, decerto por constatar que começava a ser demasiado conhecido neste micro planeta à beira Leça plantado que dá pelo nome de Alfena.

Como sempre acontece em relação a estes fenómenos de "avistamentos" também no seu caso a rotulação não é unânime: OVNI de Alfena, dizem uns quantos - mas referindo-se apenas ao período pós descolagem - OVNI de Valongo, dizem outros, reportando-se unicamente à forma como entrou portas adentro na "casa maior" de Vallis Longus...

Diferença pequena - digo eu - e seguramente transitória, pois tal como acontece por aqui onde por razões óbvias, deixou de ser considerado como "fenómeno OVNI", também em Valongo e pelas mesmas razões, não tardará a acontecer o mesmo...

publicado às 21:03

ALFENA E OS "FORA DA LEI"...

A Freguesia-Vila de Alfena não é assim tão pequenina como isso... Existem evidentemente muitas maiores que a nossa, mas também muitas outras, imensamente mais modestas...

Porque sempre que se fala no trabalho desenvolvido por uma qualquer Autarquia, regra geral costuma associar-se a sua qualidade à dimensão da mesma e obviamente aos meios humanos e materiais disponíveis para o desenvolver,  convém abrir uma "pequenina" excepção no que toca ao trabalho dos nossos actuais "independentes" dos UPA que fazem questão de assumir como imagem de marca a trapalhada, a ilegalidade, a prepotência, o arbítrio, o compadrio, enfim, tudo termos que no seu conjunto resultam numa deprimente e confrangedora ausência de qualidade...

A próxima sessão ordinária da Assembleia de Freguesia, convocada para o próximo dia 28 de Junho às 21,30 horas, é mais um entre os muito exemplos da incompetência desta gente que tanto prometeu e tantas condições conseguiu no último acto eleitoral, para depois se reduzir isto:

Em cima do limite, enviou por carta registada aos Deputados (pelo menos aos da oposição, porque aos "outros" não sabemos...) a respectiva convocatória, mas no que toca aos documentos que vão ser discutidos e votados, esses sim importantes, essenciais mesmo, para que a aprovação ou reprovação possa fazer-se com consciência, "é o envias"!

A "entrega" foi feita apenas ontem pelo Presidente da Assembleia em pessoa que no que toca aos eleitos da "Coragem de Mudar", se limitou a deixar na caixa de correio de um deles, os referidos documentos - por volta das 23 horas! - O Regimento da Assembleia prevê no artº 14 nº. 7, "...pelo menos 8 dias de antecedência em relação à data em que serão discutidos", pelo que nem que o Deputado em causa tivesse ido ontem à sua caixa de correio depois das 23 horas - como se sabe , a noite de ontem era especial e véspera de feriado municipal, portanto propícia à saída de casa - o Regimento seria cumprido!

Razão para os Deputados da "Coragem de Mudar" terem informado hoje por escrito (carta registada) o Presidente da Assembleia, de que não vão participar na mesma, reservando-se ainda o direito de impugnarem legalmente as suas deliberações, no caso de ele prosseguir com a convocatória.

Os UPA podem ter conquistado nas últimas eleições, a maioria absoluta, mas nem por isso estão dispensados de cumprir a Lei - que (ainda) não é a do "quero posso e mando".

A seu tempo e se tal se justificar, o IGAL será informado do que por aqui se passa, através de uma exposição detalhada ou queixa electrónica - a forma concreta depois se verá...

publicado às 18:14

ALFENA - SERVIÇO PÚBLICO 8

SESSÃO ORDINÁRIA DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ALFENA

CENTRO CULTURAL DE ALFENA
: 28-06-2010 ÀS 21,30 HORAS

 

ORDEM DE TRABALHOS:

 

1. Aprovação da acta da sessão ordinária de 16-04-2010

2. Revisão do Orçamento e PPI para o ano de 2010

3. Apreciação escrita do Sr. Presidente da Junta sobre a actividade e situação económica da Junta de Freguesia

4. Discussão de outras matérias de interesse geral da comunidade

 

Como sempre faço questão de destacar, numa altura em que "o quero posso e mando" (ainda) é a regra, o incentivo à presença dos alfenenses pode não ser muito forte, mas mesmo assim, ele é fundamental para que possa existir um mínimo de escrutínio relativamente à "gestão independente" da nossa Junta.

 


publicado às 16:41

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL: EX-MINISTRO...

 

Há notícias que nos provocam tanto espanto e tamanha incredulidade, que quando as ouvimos - como aconteceu com ESTA - temos de as confirmar.

Que me desculpe a pivot da SIC Notícias e o comentador de serviço que respondia (pelos vistos) a uma pergunta da mesma sobre o assunto mas foi o que corri a fazer...

Afinal é verdade e como acontece com tantos outros ESCÂNDALOS que se passam neste País, este já nem sequer me deveria surpreender...

Com o Partido Socialista no Governo, ou melhor e para sermos mais precisos, com Sócrates investido na nobre e elevada função de coordenador-mor da Ordem dos "tachos" - a mais antiga e influente "instituição" nacional - empregos públicos como o de Mário Lino, nunca em caso algum nem perante qualquer tipo de crise poderão estar sujeitos a qualquer tipo de limitação - muito menos aquela regra do "entra um saem dois" de que agora se fala...

Mais uma vez se prova - como também disse o tal comentador - que o que está a dar é ser ex-ministro!

E também, não era justo (para ele obviamente) que depois de andar lá pelo Ministério das Obras Públicas a fazer fretes a toda a gente e a defender os "elefantes brancos" numa altura em que já tanta gente (e agora ainda mais) os criticava, pudesse ir simplesmente à vida e de mãos a abanar...

Isto sim! É o Portugal de Sócrates no seu melhor!

publicado às 11:04

PROJECTO "LIMPAR ALFENA" - VERSÃO II...

Decorreu recentemente a nível Nacional, uma iniciativa louvável baseada numa ideia com origem ao que parece na Estónia, mas que alastrou rapidamente graças à Internet - sim nem só os vírus se propagam com facilidade através da mesma, também as ideias boasàs vezes o fazem... - a outras partes do mundo - Portugal incluído.

Alfena também alinhou, juntou gente generosa, fez-se o que se pôde e até parece que se fez bastante nesse dia apesar da chuva.Por razões que não são para aqui chamadas não pude participar, mas segui atentamente tudo o que se passou. E foi por me ter apercebido que apesar do esforço, o trabalho não ficou completo, que acho que deveremos repescar a ideia, desenvolvê-la, adaptá-la a novos contextos, alargando a base de apoio e os meios que nos permitam levar a cabo uma nova e desta vez bastante mais produtiva operação "LIMPAR ALFENA".

Limpá-la de gente capaz de jogar na penumbra de uma qualquer esquina os interesses do Povo, que confunde "coisa pública" com coisa própria, que é capaz de nos dizer com a mesma desfaçatez e a propósito do mesmo assunto que nos preocupa (a tentativa ilegal e chumbada pela CCDRN de avançar na construção de uma Zona Industrial, ao arrepio das Leis e do PDM ainda em vigor, por exemplo) que "não está de acordo" e o seu contrário, que numa reunião pública nos diz que "usa óculos mas não é cego" (a propósito da verdadeira dimensão da ilegalidade) e na reunião pública seguinte, afirma com a mesma convicção que "se depender dele (e do grupo que o suporta) a Zona Industrial é mesmo para avançar"...

Limpá-la ainda de de criaturas sem espinha dorsal, que são capazes de em público assumirem solidariamente a culpa pelos erros de um qualquer funcionário incumpridor, para depois adoptarem a postura inversa e o que é pior, tentarem transformar em culpas alheias aquelas que solidariamente assumiram e reconheceram.

De gente que conspira à porta do café, que combina sempre previamente uma estratégia mesmo em relação às coisas mais simples e informais.

Ou ainda, de quem é capaz de dizer que é preto aquilo que todos sabemos ser branco - e vice-versa!

Ou por último, de alguém que um dia diz aos cidadãos, que por momentânea ingenuidade ou convicção consolidada, acreditaram que o projecto "Independentes" era mesmo para levar a sério, "que no seu horizonte próximo só estava o projecto UPA de que foi fundador e os interesses da Junta de freguesia de Alfena" - até chegou a recolher assinaturas para a Lista de Candidatura e a fazer cartazes a anunciar a mesma - para depois, pela calada da noite fazer as malas à pressa e partir rumo ao "Eldorado" de Valongo, onde o ouro tem outro brilho e onde com muito esforço e escasso êxito, procura copiar daquele o brilho efémero - que até mesmo o ouro pode oxidar...

Vamos então abraçar a nova vertente deste PROJECTO "LIMPAR ALFENA", mas vamos fazê-lo como deve ser: Limpar mesmo, de forma radical, definitiva, sem contemplações ou falsas expectativas em relação às possibilidade de reciclagem de determinadas "peças".

Vamos pois limpar como mandam as regras - varrendo o que pode ser varrido, lavando o que uma boa lavagem pode resolver, arejando "espaços fechados", higienizando ambientes pesados ou bolorentos e sobretudo, não fazendo a batota mais conhecida de todas as batotas em termos de limpezas: "varrendo para debaixo do tapete" aquilo que tem de ser jogado no aterro!

Não sei se este tipo de "trabalho" esteve alguma vez na mente dos criadores da ideia - na Estónia e depois, nos vários países onde se desenvolveu - mas lá que se justifica, isso ningém tem dúvidas - nós pelo menos não temos!

publicado às 22:54

O VATICANO E AS DIATRIBES DO COSTUME...

Tivesse o artigo que se segue sido escrito por qualquer católico anónimo e nada teria a dizer àcerca do seu conteúdo ou oportunidade.

Tal como aquele a quem o artigo pretende atingir sempre defendeu consequentemente, o direito à opinião livre é isso mesmo um direito inalienável.

José Saramago era polémico? Pois era! Mas  também directo e frontal e não um qualquer escrevinhador "manga de alpaca", que na penumbra, escondido do mundo e dos olhos críticos das pessoas a quem se dirige, vai garatujando umas coisas quaisquer sobre qualquer coisa ou sobre uma qualquer pessoa, usando uma tribuna paga por um qualquer grupo, a expensas dos generosos e anónimos contribuintes que com os seus óbolos, as suas esmolas e os seus donativos o vão alimentando.

L'Osservatore Romano - o Órgão oficial da Santa Sé - ao escrever hoje o que escreveu sobre José Saramago - no dia do seu enterro - colocou-se ao nível de um qualquer e ignóbil pasquim, esquecendo aliás os mais elementares e genuínos princípios da piedade Cristã - até porque, segundo esses mesmos princípios "a morte mais não é do que uma nova forma de vida" e o momento da "passagem" é por vezes tão intenso e transcendente, que reconciliações verdadeiramente improváveis que ninguém pode em boa verdade testemunhar ou negar, podem sempre ocorrer...

Mas também não se pode esperar demasiada generosidade  de uma Igreja que enquistou há demasiado tempo num silêncio cúmplice em relação a tantas e tantas opressões: O tempo demasiado que levou a reconhecer - e mesmo assim sem grande convicção - o hediondo comportamento que teve na altura da "Santa Inquisição", o colaboracionismo que ao longo de muitos anos sempre patenteou com tantos regimes totalitários, a ignóbil teia de "solidariedades" com que protegeu - activamente nalguns casos e passivamente em muitos outros - bandos de padres pedófilos, alguns verdadeiros predadores sexuais espalhados por todo o mundo Católico e que só muito recentemente e a muito custo e porque a situação se tornou demasiado gritante e incómoda, é que motivou um tímido pedido de perdão por parte do Papa.

Mas esta tremenda diatribe do L'Ossevatore Romano, tem além do mais a enorme inconveniência da inoportunidade: Teve tantas oportunidades de atacar José Saramago em vida, que escolher a hora em que ele não lhe pode responder é verdadeiramente condenável. Ainda bem que essa a idiotice que grassa pelas sacristias de Roma não alastrou à Igreja Católica portuguesa.

Na hora da morte - seja quem for que tenha morrido - exige-se contenção, discrição, recolhimento, ou no mínimo, RESPEITO!

A ignóbil notícia é a que se segue:


Jornal do Vaticano define Saramago como “populista e extremista”

Um dia depois da morte do Nobel da Literatura de 1998, o diário da Santa Sé publica um obituário intitulado “A (presumível) omnipotência do narrador”, assinado por Claudio Toscani. “Foi um homem e um intelectual de nenhuma admissão metafísica, ancorado até ao final numa confiança arbitrária no materialismo histórico, aliás marxismo”, lê-se no artigo.
“Colocado lucidamente entre o joio no evangélico campo de trigo, declara-se sem sono pelo pensamento das cruzadas ou da Inquisição, esquecendo a memória do ‘gulag’, das purgas, dos genocídios, dos ‘samizdat’ culturais e religiosos”, acrescenta.
O texto passa em revista a produção literária do escritor português, qualificando o romance “O Evangelho Segundo Jesus Cristo” (1991) de “obra irreverente” que constitui um “desafio à memória do cristianismo”.
“Relativamente à religião, atada como esteve sempre a sua mente por uma destabilizadora intenção de tornar banal o sagrado e por um materialismo libertário que quanto mais avançava nos anos mais se radicalizava, Saramago não se deixou nunca abandonar por uma incómoda simplicidade teológica”, escreve Toscani.
“Um populista extremista como ele, que tomou a seu cargo o porquê do mal do mundo, deveria ter abordado em primeiro lugar o problema das erróneas estruturas humanas, das histórico-políticas às socio-económicas, em vez de saltar para o plano metafísico”, acrescenta.
O artigo afirma que Saramago não devia ter “culpado, sobretudo demasiado comodamente e longe de qualquer outra consideração, um Deus no qual nunca acreditou, através da sua omnipotência, da sua omnisciência, da sua omniclarividência”.


Consequente com aquela que tem sido a sua práxis a Igreja Católica juntou mais um "contributo" para o esvaziamento das igrejas e o alheamento dos católicos relativamente àquilo que defende - ou diz defender.

Quando resolve centrar o essencial dos seus esforços no combate das ideias - ainda que na sua perspectiva criticáveis - como fez com José Saramago e não nos actos criminosos em relação aos quais nos atordoa com o seu silêncio, escolhe obviamente o caminho errado:

As ideias, porque permitem o contraditório, nunca provocam danos irreversíveis. Já a protecção e a solidariedade para com os criminosos, o silêncio ou mesmo a conivência em relação a práticas como a pedofilia, os atentados aos direitos humanos mais elementares, o genocídio, essas sim são escolhas que afastam, que causam repulsa, que revoltam e que dão força àqueles que defendem uma atitude para com a Igreja Católica idêntica à que ela adoptou no tempo da Inquisição...

publicado às 11:13

Pág. 1/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D