Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA - O VEREADOR DA "RAMPA DOURADA" E "A MULHER DE CÉSAR"...

Diz-se que "Frei Tomás"  (entre nós também conhecido por Vereador da "rampa dourada" ) pregou durante muito tempo, aparentando profunda convicção, contra as mordomias de certos Vereadores e contra a utilização em proveito próprio ou para fins que não os da sua função Autárquica, de bens, pessoal e serviços da Câmara.

Diz-se...

Mas tal como se aconselhava a fazer com Frei Tomás (o original) também no caso do nosso promissor Autarca Alfenense não devemos seguir à risca "o que ele faz"!

Vem isto a propósito do episódio presenciado por alguns Alfenenses um destes dias - habitual ao que dizem, em época pré-eleitoral:

O "núcleo duro" dos novos Unidos reunido no Plaza, num "café de trabalho" com o ilustre Vereador - só que desta vez com uma "ligeira nuance": Mercê do seu novo estatuto, a deslocação para o tal "café de trabalho" fez-se na viatura de serviço da Câmara, tendo o motorista ficado estacionado em frente com o motor a trabalhar!

Problemas com o motor de arranque ou será a explicação bem mais simples? -  Um Vereador, mesmo quando toma um café e cavaqueia alegremente com os amigos de sempre, está a (mesmo assim) trabalhar, sendo que no caso do motorista, trabalho mesmo, é apenas aquele que se faz a conduzir ou então, a aguardar o chefe, ao volante da viatura de serviço...

Caso para dizer, que até com "a mulher de César" ficaria a perder: Afinal ela apenas "não parecia"...


P.S.: Pode parecer que que não tem nada a ver, mas sugiro aos mais curiosos (desde que também pacientes) uma visita ao Portal da Transparência para verem como prosperam os negócios privados na Câmara Municipal de Valongo. Terei sido só eu a detectar no extenso rol de ajustes directos um leve aroma a "Face Oculta II"?

publicado às 13:29

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D