Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

POLÍTICOS E AUTARCAS DE "PHOTOSHOP"...

Costuma-se dizer que "presunção e água benta, cada um toma a que quer" e o adágio assenta que nem uma luva aos responsáveis da nossa Autarquia: "Excelência Autárquica 2004" é o pregão mais ouvido por estas bandas nos últimos anos, mas a verdade é que entre o marketing e a verdade, vai a mesma distância que separa o País real do da "Alice" em que Sócrates nos quer convencer que vivemos.

Aliás e a propósito, situando-se em áreas políticas distintas, Fernando Melo e José Sócrates são curiosa e circunstancialmente uma espécie com particularidades comuns na mestria de que ambos dão provas nesta espécie de desempenho virtual das respectivas funções apoiado até ao exagero pelos assessores do "photoshop" na arte da manipulação das respectivas imagens de homens políticos.

Estou mesmo em crer que à custa de tanto nos tentarem convencer de que são genuínos e não "de plástico", até eles próprios já acreditam nisso!

Sobre o País, está tudo dito: Já sabemos o valor que têm as promessas e garantias avalizadas pelo chefe do governo. A esse já estamos habituados, como se costuma dizer, a "dar um desconto". Resta-nos esperar que a "maioria (fragmentada) absoluta" eleita em Setembro, saiba encontrar os consensos possíveis para obrigar o mais rapidamente possível a "minoria desastrosa" a regressar à estrada em vez de nos continuar a arrastar através do pântano - ambiente em que se sente como peixe na água - até ao naufrágio final. 

Já na Câmara de Valongo, é previsível que o percurso pantanoso resista ainda um pouco mais: A acreditar em algumas notícias que têm saído nos jornais, Fernando Melo passará a estar apoiado em permanência por uma espécie de "suporte básico de vida" em forma de "Rosa", pelo que é previsível que o seu regresso à estrada e ao mundo "não virtual" ainda vá demorar um pouco mais.

E para que o impacto da realidade, que apesar de tudo teima em se mostrar, seja menos violento, vamos continuar a ter Obras, muitas Obras - nem sempre de gosto ou interesse evidentes - para os nossos netos pagarem, inaugurações de estátuas e bustos " à la carte"  um pouco por todo o lado - se não existirem personalidades ilustres para distinguir, inventam-se - concertos com o Tony Carreira (não gosto mas não tenho nada contra, desde que cada um pague a sua entrada) contribuindo para manter as populações convenientemente anestesiadas e ainda os convívios de "culto da personalidade" do costume e coisas do género.

E se é assim quando eles se dizem inimigos (ou pelo menos adversários) imagine-se como seria se não fossem!

Para quem gosta de ver a sua Terra a servir de exemplo (ainda que neste caso, pouco edificante) Valongo é a prova provada de que mesmo entre predadores de espécies diferentes, a partilha às vezes é possível...

Quem sabe, possa até residir nesta sã convivência entre diferentes predadores, a verdadeira essência da nova "excelência autárquica - versão 2009"... 


Post-Scriptum: E como previsto, amanhã lá estarei na Reunião pública da Câmara para intervir - durante os 5 minutos Regimentais que são o limite para cada "pio" - exactamente sobre o... Regimento, ou melhor, sobre a "lei da rolha" imposta aos Munícipes numa casa que é sua!

publicado às 17:47

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D