Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

MOMENTOS...

Às vezes basta darmos uma volta e de repente, na roda de amigos descobrimos que um deles já escreveu aquilo que gostaríamos de ter escrito:


Autor: Ou, como uma PEDRA nos ajudou a poupar uns “cobres
Data:29-11-2009 18:13
Assunto:CALHAU SALVA MUNICIPES DE VALONGO
Mensagem:
Realizou-se no passado sábado a 1ª sessão da Assembleia Municipal de Valongo deste mandato. Vou dividi-la em 3 momentos.

O momento da incompetência generalizada.
Os nossos ilustres eleitos (todos) preparavam-se para aprovar novos regulamentos de taxas, que traduziam um aumento quase generalizado nas mesmas, que como é natural seria pago por todos nós.
Entretanto, seria nomeada uma comissão, composta por todos os partidos, que iria estudar as mesmas taxas e apresentaria resultados até Abril/Maio do próximo ano.
Hipoteticamente, qualquer um de nós, em Janeiro de 2010 poderia vir a pagar por um serviço da Câmara um determinado valor, que em Abril/Maio poderia ser inferior! Por outro lado, qualquer um de nós tem de pagar taxa de rampa, imagine agora que o amigo(a) pagava a sua em Fevereiro do próximo ano e a mesma taxa era abolida em Abril… bizarro não?
Já era tempo de os nossos eleitos tentarem ser sérios e competentes para variar…! Parem de brincar aos políticos por favor!

Momento do Moralista
O Sr. Arnaldo Soares, Vereador, defendeu de forma altiva e cheio de moralismos que as taxas têm de ser aumentadas e devem ser pagas por todos, para que a Câmara possa ajudar os mais carenciados. O senhor até tem razão, mas para quem não pagava as suas taxas de rampa até ter sido descoberto… devia mais era estar calado! De falsos moralistas estamos todos cheios!

Momento “Circense”
Protagonizado pelo senhor Presidente da Junta de Alfena, a verdade é que a sua incompetência nos salvou a todos de aumentos brutais nas taxas e de ziguezagues ridículos dos nossos autarcas (não é que o indivíduo estava a “dormir” e não votou como lhe mandaram?) Mas nunca um “Calhau” foi tão útil e importante para todos nós. Por isso antes de dar um chuto num qualquer “calhau” pense que essa pedra ainda lhe pode vir a ser útil.

publicado às 17:19

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D