Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

REFAZENDO UM TÍTULO...

"Acção Social Escolar usada para pagar Magalhães"

Este o título  do CORREIO DA MANHàque eu - com a devida vénia - refaço da seguinte forma:

"Acção Social Escolar usada para pagar propaganda do governo"

Sim, porque no fundo, tudo que gira à volta da "menina dos olhos" de José Sócrates, não passa disso mesmo: Propaganda pura e dura.

A propósito deste assunto mal-cheiroso, ouvi hoje uma cronista no Programa da Manhã da Rádio Renascença a dizer que "o Magalhães cheira mal desde o dia em que o governo autorizou que fosse gravado numa escola um vídeo de promoção do dito envolvendo crianças sem o consentimento dos pais"...

Eu diria de uma forma um pouco mais radical, que ele cheira mal desde o dia do parto, ou até mesmo, desde o dia da sua concepção "extra conjugal" e fora do mais elementar dever de fidelidade ao País - a"consorte"  traída por Sócrates na relação clandestina que estabeleceu com JP Sá Couto e que levou à consumação do acto.

Cheira portanto muito mal já desde essa altura, mas também isso não é nada que nos espante por aí além. Para admirar mesmo, seria se o Magalhães, sendo uma emanação da cloaca pestilenta e fervilhante de onde brotam a maior parte das acções da corja, cheirasse a lavanda...

Fica portanto demonstrado o verdadeiro empenho do primeiro-ministro em prole dos mais desfavorecidos quando autoriza que se utilize desta forma vergonhosa dinheiro destinado aos apoios sociais aos alunos mais carenciados, para este fim verdadeiramente espúrio.

 

 

publicado às 09:34

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D