Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

"NOVELAS" - A PALAVRA AOS AMIGOS...

Ora bem...

Às vezes, outros escrevem aquilo que, mais vírgula menos vírgula, poderia muito bem ter sido escrito por nós.

Foi o que sucedeu com o texto que se segue, do amigo Ricardo Ribeiro e que tomo a liberdade de reproduzir. Espero que não se importe...


"Mesmo não sendo espectador habitual de novelas, tenho acompanhado com muito interesse esta última novela da TVI. Sei reconhecer que a novela tem, como é costume, demasiados episódios, que a história se arrasta durante meses sem que a narrativa progrida verdadeiramente, que o vilão está envolvido numa quantidade tão grande de falcatruas que tornam o enredo inverosímil. Mas é, apesar de tudo, uma novela bastante peculiar. Será que o Governo esteve envolvido no negócio da compra da TVI? É esta a questão que tem apaixonado os portugueses à hora do jantar. É natural que, tendo em conta as suas audiências, as novelas passem a ser exibidas cada vez mais cedo, e esta costuma ser transmitida no horário mais nobre de todos: o horário do telejornal. 

Sobre os protagonistas, é forçoso dizer-se que o primeiro-ministro faz um papelão. Ainda ninguém percebeu se ele estava a mentir quando disse desconhecer o negócio, o que é bem revelador do seu talento para a representação. O seu irmão gémeo, Pedro Silva Pereira, também tem estado muito bem. Não se trata de um enredo clássico de gémeo bom e gémeo mau: estes gémeos são exactamente iguais no temperamento, ambos irascíveis e maquiavélicos. Às vezes, só é possível distingui-los pela cor das gravatas. 

Como acontece em todas as novelas, há alturas em que o interesse do público é maior, outras em que é menor. Mas, na última semana de exibição, as audiências dispararam para os valores mais altos de sempre. O problema desta novela da TVI é que é quase impossível prever quando será a última semana, ou até se virá a haver uma última semana. Normalmente, este tipo de novelas dura indefinidamente, até que o aparecimento de uma nova novela faz com que se deixe de falar nelas. 

Concentremo-nos então, no presente, altura em que, aparentemente, a história vai conhecer novos desenvolvimentos. A oposição prepara-se para propor uma comissão de inquérito parlamentar. O objectivo é descobrir se o primeiro-ministro mentiu ao Parlamento chamando o primeiro-ministro ao Parlamento. Suponho que haverá comissões de inquérito posteriores, para averiguar se o primeiro-ministro mentiu ao Parlamento sobre ter mentido ao Parlamento. E assim sucessivamente. As comissões de inquérito, constituindo embora um recurso narrativo pouco original, costumam redundar e espectáculos divertidos. Funcionam como uma espécie de comic relief da acção principal. Normalmente, toda a gente está lá a rir. Há dias, pelo que foi dito, andava por uma dessas comissões um palhaço. Prevejo uma subida nas audiências."

 

publicado às 15:27

2 comentários

  • Imagem de perfil

    cneves 11.03.2010

    Caro Ricardo,
    O que importa, é que o texto é actual, oportuno e... merece o modesto espaço deste blog no sentido da sua divulgação - quanto mais não seja, pelo contributo que possa representar para reduzir a "novelodependência" do País.
    Também sou um admirador do do RAP e do seu humor acutilante, por isso, acho justa esta sua "atribuição de paternidade" ao verdadeiro progenitor. Tenho a certeza que o Ricardo Araújo Pereira não se importará de me ter proporcionado pela interposta pessoa do outro Ricardo que é você, texto tão oportuno.
    Um abraço
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D