Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

POEMA DA MENTE DE QUEM MENTE...

Mais uma vez, obrigado à minha amiga Drª. Maria José Azevedo - pelo poema sobre a "mente de quem mente"...

Há um Primeiro-Ministro que mente,

Mente de corpo e alma, completa/mente.

E mente de modo tão pungente

Que a gente acha que ele, mente sincera/mente,
Mas que mente, sobretudo, impune/mente...
Indecente/mente.

E mente tão habitual/mente,
Que acha que, história afora, enquanto mente,
Nos vai enganar eterna/mente...


 

Post-Scriptum: Nestas coisas da criação artística, eu sou muito respeitador da "paternidade"...

Andei por isso a fazer uns "testes ao ADN" do excerto/adaptação do poema acima postado e aqui vai o seu a seu dono: Quem se der ao cuidado de abrir o "link" encontrará a versão integral do autor Affonso Romano Sant'Ana.

 

 

 

publicado às 13:38

3 comentários

  • Imagem de perfil

    okvalongo 06.04.2010

    Ai foi a dr mizé que escreveu!!!
    Sim senhora! Os mentirosos são criativos e criticam-se!
    Se trocar "Há um Primeiro-Ministro que mente" ... Por "Há uma Maria José que mente" ... O poema serve que nem uma luva.
    E sei do que falo!
    Mas pronto que a senhora é criativa lá isso é, mas só podia!
    Para conseguir enganar tanta gente aqui em Valongo!
  • Imagem de perfil

    cneves 07.04.2010

    Ora vejamos:
    Quem é que permitiu que o Dr. Fernando Melo chamasse a si competências que eram da Câmara como colectivo?
    Quem é que permitiu que um Orçamento de mentira (realista, segundo o Arnaldo Soares...) de 90M Euros fosse aprovado na Câmara?
    Quem é que que tem mantido um “silêncio ensurdecedor” acerca do atentado ambiental de Ermesinde (o abate de árvores na antiga feira, à Travagem)?
    Será que foi a Dr. Maria José? Claro que não!
    Portanto, nisto de mentiras, estamos conversados.
    Mas já agora e para sua tranquilidade, a autoria do poema original publicado em 1984, não é da Drª. Maria José. O seu autor fala "português com sotaque" e tem o nome de Affonso Romano Sant’Ana...
    Pode visita-lo no seu Blog aqui: http://www.affonsoromano.com.br/blog/
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D