Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA E A PERDA DE "PESO"...

Ainda sobre a reunião pública do Executivo da Junta de Freguesia que ontem teve lugar:

Até quando é que os alfenenses estarão dispostos a aceitarem ser tratados como bebés ingénuos a quem se conta uma história para os distrair enquanto lhes impingimos - com a mais louvável das intenções, evidentemente - o prato da sopa, ou a colher do xarope receitado pelo pediatra?

Os alfenenses que votam, que elegem os políticos, os autarcas e os dirigentes das muitas Instituições que nas várias frentes de intervenção cívica e social, vão trabalhando à sua maneira e de acordo com as suas capacidades, em prole do bem comum, já não são bebés de colo nem meninos de escola para serem levados com histórias de embalar!

Se é verdade que Alfena tem andado a ser espoliada desde 2001 de cerca de 1/3 do seu território e de uma fatia significativa das transferências financeiras do OGE, se é verdade que também em 2001 foram acordados entre os Presidentes da 5 Juntas de Freguesia do nosso Concelho e representantes da Câmara, os limites de cada um dos respectivos territórios, não é menos verdade que desde então nada se fez para transformar em Lei aquilo que então foi acordado!

No que aos outros diz respeito - aquelas Freguesias que têm vindo a ganhar com o prejuízo de Alfena - até se percebe que não tenham posto especial empenho em levar o assunto à ratificação das respectivas Assembleias de Freguesia... O mesmo já não se pode aceitar em relação a Alfena, porque ela era a única que só tinha a perder com isso!

Terá o Dr. Arnaldo Soares andado porventura distraído este tempo todo (em 2001 ele já fazia parte da Junta e da Comissão que acompanhou a evolução do Censos) ou terá sido algo bem mais grave do que simples distracção?

Durante os anos que passou já como Presidente da Junta, nunca em momento algum lhe ocorreu analisar os detalhes das transferências financeiras que a Junta recebia e dos pressupostos territoriais que as suportavam?

Nunca em momento algum lhe ocorreu comparar o mapa de Alfena constante do site do Instituto Geográfico do Exército e aqueloutro que havia sido acordado na tal reunião de 2001?

Nunca lhes ocorreu - a ele e também ao actual Presidente que antes de o ser cumpriu um mandato como Presidente da Assembleia de Freguesia - ler o que eu escrevi e olhar sem preconceitos para as imagens que publiquei em 9 de Outubro de 2009 neste mesmo espaço e acerca deste mesmo assunto?

Como escrevi no post anterior, façam o que têm de fazer em relação a este grave problema, mas poupem-nos ao "choradinho" de que alguém os andou a enganar este tempo todo! Os alfenenses (já) são capazes de ver pelos próprios olhos e (já) não comem qualquer coisa que lhes ponham no prato sem espírito crítico! Por cá, já são cada vez mais os súbditos que se vão dando conta que o "Rei vai nú"!

Mas até aí tudo bem, nós até podemos aceitar contribuir para as despesas com a "indumentária", desde que o mesmo "Rei" deixe de nos tentar convencer que vai ricamente vestido!

publicado às 12:55

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D