Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA - "GARIMPO" INTENSIVO...

Fazendo a vontade a um cretino qualquer que num "comentário" a um dos post anteriores me mandou "trabalhar", tenho andado para aqui a tentar servir Alfena - da forma que sei e melhor posso fazer: Escrevendo sobre os desmandos do quinteto "dinâmico" que actualmente, escolhe a pauta e dita o compasso da "música" que vamos ouvindo...

Continua a fazer muito calor e por força dele e de negligências várias que não vale a pena estar para aqui a repetir, o País continua a arder.

E a periferia de Alfena também, infelizmente - embora a situação desde ontem que pareça um pouco mais calma.

Vou por isso aproveitar esta acalmia que nos permite já, inalar o ar fresco da manhã sem lhe sentir o cheiro tão intenso a queimado, para dizer uma coisa aparentemente chocante, mas que analisada friamente, retrata a dura realidade que os alfenenses enfrentam:

O poder do fogo que temos visto por aqui à volta e bem perto de algumas casas, é aterrador. É sim senhor!

Por onde ele passa, a paisagem muda de cor, a vida que se vê (ou pressente) na azáfama das aves, desaparece e o ar que entra nos nossos pulmões - mesmo que a alguns quilómetros de distância das zonas destruídas - irá ainda durante muitos dias, cheirar-nos a queimado. É um facto!

Mas neste momento, os alfenenses enfrentam um outro poder tão destruidor ou mais que o anterior, que devasta uma vasta parcela do nosso "pulmão" (e por isso mesmo, considerada REN) - para quem não saiba, REN significa Reserva Ecológica Nacional. Vendo o grau de destruição em curso, facilmente concluiremos que os incêndios à volta de Alfena talvez não sejam (por enquanto) o nosso flagelo maior...

O "garimpo" no alto da Fonte da Prata continua e vai intensificar-se: Com problemas de "limites territoriais" ou sem eles, a "grande" CHRONOPOST lá vai crescendo em betão e "formosura", na exacta proporção em que o verde vai desaparecendo. Ao mesmo tempo, sem certesas sobre se é de Valongo ou de Alfena, a Zona Industrial está para "lavar e durar" - pelo menos nas mentes dos "predadores" - e não há REN's ou preocupações ambientais que lhes travem a fúria destruidora se não for o Povo a fazê-lo...

Mesmo situando-nos (por enquanto) na actual dimensão da malfeitoria - a (grande) CHONOPOST - talvez valha a pena perguntar à gente que decide sobre estas coisas, se teve em conta o subdimensionando da nossa actual rede de saneamento? - frequentemente vemos por aqui o camião da VEOLIA a desentupir... É que as "alminhas" todas que vão trabalhar lá em cima, não vão de certeza usar fraldas, por isso toda a m***a que vai ser ali "produzida" terá de descer até à "baixa da Vila" - ou será que estão a pensar fazer um "ligação directa" ao Leça?.

Voltarei ao assunto brevemente...



PS:
E os destaques do SAPO "Local Valongo" continuam:

publicado às 12:11

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D