Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ILEGAL, ILEGAL MESMO, É O PODER INÍQUO...

Greve na PSP. É ilegal, dizem juristas, governo e alguns sindicatos

Direcção da PSP suspende dirigente sindical por 90 dias. Sinapol sublinha que a decisão foi "do colectivo" (...)


Até pode ser ilegal...

Mas "ilegal" mesmo, é este ministro das polícias - e este governo que o apoia - pela situação a que conduziu o País em termos de Segurança, pelo abandono a que tem votado todos estes homens e mulheres que apesar de tudo e contra todas as dificuldades, nos vão garantindo ainda alguma tranquilidade - mal vestidos, mal calçados, mal equipados, mal armados, fazendo-se transportar em viaturas de "ir às compras", para gáudio dos criminosos que lhes fogem, ao volante de autênticos topo de gama!

"Ilegal" mesmo, é a "maioria alargada" de Deputados, que aprovou o famigerado pacto para a Justiça e que a conduziu ao estado em que se encontra - favorecendo os criminosos em prejuízo das vítimas, colocando em liberdade os assaltantes apanhados em flagrante e prendendo as vítimas que em desespero de causa, não tenham o sangue frio suficiente para evitar fazer-lhes frente de forma mais activa!

"Ilegal" ainda, é um sistema de Justiça verdadeiramente insensato, que coloca com "termo de identidade e residência" o autor de violência doméstica, como se esse estatuto por si só, tornasse possível a relação de proximidade com as vítimas - normalmente mulher e filhos!

"Ilegal" é por último, este Presidente da República que prefere o tacticismo de uma "magistratura de influência" que melhor lhe garanta - nem que seja por omissão - a vitória na sua por enquanto ainda não assumida, recandidatura ao lugar, em vez de exercer na plenitude, os apesar de tudo significativos poderes que a Constituição lhe concede!

Eu também acho que o exercício de um direito como é o de fazer greve, deve ser muito bem discutido e ponderado, quando envolve as forças de Segurança. Mas o que não se pode é fugir à sua discussão e ao mesmo tempo não resolver ou agravar os problemas que estão na génese de todos os protestos dos polícias, para depois invocar os ditos impedimentos legais para os calar!

publicado às 10:35

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D