Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

INFESTANTES...

 

O pretendente ao trono, quer acabar com a necessidade de invocar a "justa causa" para poder despedir - não será bem isto, mas anda lá próximo...

O outro, "aqui del-rei" que não, porque se trata de um princípio sagrado do Estado socialista que defende (!) e acabar com ele, só por cima do seu cadáver - se calhar, é por isso mesmo que ele já é há imenso tempo um putrefacto e nauseabundo "cadáver político"...

Como eu os percebo e às suas "guerrinhas de alecrim e manjerona", onde parece que cada um fala de coisas diferentes (pelo menos tentam fazer com que acreditemos nisso)!  Porém, se atentarmos melhor no que dizem e se nos abstairmos dos floreados ou figuras de retórica de que cada um usa e abusa, facilmente concluimos que bebem na mesma "cartilha" a inabalável fé no valor supremo e absoluto do capitalismo selvagem que nos conduziu a todos a este estado de pré-bancarrota que antecede a próxima chegada dos algozes do FMI que não tardarão aí para imporem a inevitável dieta de emagrecimento (!) às escanzeladas vítimas de sempre!

O candidato ao poleiro quer assegurar, que quando vier a ser primeiro ministro, estará em condições de garantir aos grandes grupos empresariais com que conta para alavancar a sua ascensão, que não terão mais nenhum impedimento no que toca à total mobilidade da força de trabalho.

Quanto ao actual titular, prefere continuar a fazer-nos crer que a proliferação dos vínculos precários e o sistemático recurso à contratação a termo onde os direitos são meros pró-forma, representa algum impedimento em relação ao despedimento sem a tal "justa causa" que diz defender!

Depois, falam em "estado social" versus "liberdade de escolha", como se à cada vez mais ampla classe dos desfavorecidos  deste País coubesse alguma liberdade na altura de mandar os filhos para a escola, ou de ter de recorrer ao hospital ou unidade de saúde em caso de doença ou acidente!

Se querem continuar com o teatrinho de má qualidade em que transformaram nos últimos meses o essencial das suas vidas isso é lá com eles, mas pretenderem que continuemos na plateia como meros figurantes a assistir ao espectáculo deprimente com que nos têm vindo a entreter, isso já é pedir demais!

Como diz o Povo, "para grandes males, grandes remédios" e se a praga de infestantes em que esta gente se transformou não pode ser debelada de outro modo, então só nos resta recorrer aos químicos habituais nestas circunstâncias...

publicado às 13:41

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D