Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

EM BICOS DE PÉS - OU A TÉCNICA DO EMPLASTRO...

 

Bastante oportuno, o artigo de José Manuel Fernandes publicado no Jornal Público de 3 de Dezembro e que um amigo atento me fez chegar às mãos.

Ocorrem-me aqui a propósito do mesmo assunto,  os protestos que por mais de uma vez os Vereadores da Coragem de Mudar tiveram que formular em Reuniões de Câmara, pelo facto de nas iniciativas públicas - aquelas que dão direito a "tempo de antena" e a cobertura noticiosa - aparecerem sempre os mesmos do costume, sem que a Oposição tenha direito sequer a qualquer convite mesmo que em versão minimalista.

E como mesmo assim o enquadramento fotográfico às vezes não chega para que todos fiquem em primeiro plano, não raras vezes vemos alguns dos "emplastros" mais conhecidos, em "pontas" quais bailarinos, para garantirem que pelo menos "lá em casa" a sua presença não passa totalmente despercebida.

E se isto vale para a nossa Câmara - onde até temos alguém que é perito em dar "um chega p'ra lá" ao vizinho mais próximo para caber no enquadramento, faz também parte dos "procedimentos habituais" dos nossos autarcas mais próximos: Enquanto que no caso da Câmara, o Executivo até reconhece razão às críticas da Oposição, mas depois, na primeira oportunidade, finge ter-se esquecido e comete o mesmo erro, para o nosso Executivo da "era Palhaulítica", a coisa funciona às claras: "Nos temos maioria absoluta, fazemos o que nos dá na real gana, convidamos quem nos apetece, mesmo que não exerça qualquer cargo na Freguesia (veja-se o especial convite do ilustre Vereador para o passeio sénior) e a Oposição que ganhe eleições para fazer o mesmo"...

É mais ou menos assim o raciocínio democraticamente minimalista dos detentores do poder na nossa Freguesia.

publicado às 17:52

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D