Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - À ESPERA DO "FMI" NACIONAL...

Como previsto, foram (por enquanto) travadas as possibilidades do Dr. Fernando Melo continuar com o regabofe que tem caracterizado estes 17 anos que leva à frente da Câmara de Valongo.

Compadrio, recurso sistemático aos ajustes directos, lugares de destaque para os "boys" (and "girls") têm constituído a sua imagem de marca, mas que agora, forçado pelas circunstâncias, vai ter de alterar.

25 milhões de Euros - o valor do empréstimo que ele pretendia ver aprovado pela Câmara - em conjugação com um Plano de Saneamento Financeiro "feito à medida" para o tamanho dos seus desmandos e a ausência de medidas concretas em vez de meros propósitos abstractos - o "valor facial!" das suas promessas atingiu neste mandato mínimos históricos - foram alguns dos motivos que a Oposição mais responsável da Câmara protagonizada pelos Vereadores da Coragem de Mudar invocou para chumbar os documentos.

Arnaldo Soares ainda tentou o mais que pôde o "argumentário" da crise mundial e nacional, mas nada a fazer. O PS já tinha dito que votaria contra "porque sim" e nós votamos contra pelas razões AQUI explicadas.

Agora, resta ver qual vai ser o "jogo de cintura" do Executivo para conseguir fazer o que já deveria ter feito e evitar que os corredores da Câmara sejam "tomados de assalto" pelos homens do "FMI" nacional, isto é, pelas Finanças.

De caminho, ainda deu para assistirmos a dois momentos de "antologia":

O PS utilizou na fundamentação do seu voto contra, a questão da concessão dos parquímetros que se tem revelado ruinosa para a Câmara, esquecendo-se que votou em Junho ao lado do Executivo para chumbar uma proposta da Coragem de mudar no sentido de se proceder a uma reavaliação rigorosa das condições da mesma concessão e em que se admitia mesmo o respectivo resgate!

O Dr. Afonso Lobão quase saltou da cadeira para desafiar o nosso Vereador Pedro Panzina a provar ("na próxima reunião pública") o que tinha dito - momentos antes ele tinha denunciado o lamentável exemplo de falta de decoro por parte do PS - e o nosso Vereador a responder "não é na próxima, é já hoje!".

Trazida pelos Serviços a Acta respectiva, o Dr. Afonso Lobão lá teve que reduzir o volume dos decibeis e encolher o dedo em riste, pedindo desculpa pelo lapso.

O outro "caso" ocorreu aquando da discussão do último ponto da Ordem do Dia - constituição do Conselho de Administração dos Serviços Municipalizados de Água, Electricidade e Saneamento (SMAES):

Manifestamos as nossas reservas pelo facto da proposta não vir acompanhada dos curriculum dos dois elementos propostos para a equipe do Dr. Arnaldo (que preside ao Órgão) e o Dr. Melo defendeu a proposta da seguinte forma:

- "(...) tivemos fundamentalmente a preocupação de colocar um elemento de cada Partido" (afinal não é isto mesmo que se faz no Governo do País? - pergunto eu).

Interveio o Dr. Arnaldo Soares para completar esta "explicação" demasiado minimalista, dizendo que os curriculum podem ser importantes, mas no caso concreto das duas personalidades, o seu percurso conhecido, o seu perfil a sua dedicação, blá, blá blá, tinham sido os factores principais a influenciar a referida escolha.

Resposta pronta da Dr.ª Maria José Azevedo:

- "Agradeço ao Sr. Vereador o esforço, mas confesso que gostei mais da franqueza do Sr. Presidente!"

Caso para dizermos: Valongo no seu melhor...

publicado às 17:28

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D