Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

EM LIBERDADE CONDICIONAL…

"Podia ter sido pior…"

Não é um desabafo muito original, mas garanto que é genuinamente optimista e é o que me ocorre neste momento em que o Dr. Augusto Vítor – o cirurgião responsável pelas duas cirurgias ao olho esquerdo a que fui submetido no Hospital de S. João – acaba de me levantar as medidas de coacção a que tenho estado sujeito. Manteve-me no entanto um regime algo híbrido e muito próximo da liberdade condicional : navegar na net, ler ou escrever com alguma moderação e caminhar saudavelmente a pé -sobre quatro rodas por enquanto, apenas no lugar do pendura
Foi longo, incómodo e doloroso (eu acho...) o caminho percorrido desde o dia 12 de Setembro (o dia do internamento através da Urgência) até hoje e isso exigiu da minha parte uma significativa dose de motivação e autodisciplina, a par do apoio dos mais próximos que de uma forma ou outra, esteve sempre presente...
Mas apesar deste percurso ter sido feito com uma indisfarçável diminuição do grau de acuidade visual, tal não me impediu de constatar como às vezes são injustas algumas críticas que se fazem à qualidade do serviço prestado por aquele que é um dos grandes Hospitais do nosso País – o Hospital de S. João no Porto!
No caso concreto do Serviço de Oftalmologia, a funcionar provisoriamente em contentores enquanto decorrem as obras que não podiam mais ser adiadas, todos procuram ir um pouco além de si próprios e das suas humanas limitações, para que a qualidade do seu trabalho não seja afectada pelas inultrapassáveis contingências ao nível do espaço físico e das condições ambientais menos favoráveis, quer na área reservada às Consultas, quer na parte destinada ao Internamento!

É o upgrade indispensável, para que seja possível no futuro uma ainda maior qualidade e um atendimento ainda mais humanizado. Mas enquanto o download vai avançando (às vezes com o ruído dos martelos e das betoneiras um pouco além da conta e os inevitáveis incómodos daí decorrentes) o trabalho não pode parar – se não se conseguem fazer omeletas sem ovos, no Serviço de Oftalmologia do Hospital de S. João tenta-se pelo menos não deixar de as fazer só porque os mesmos são um pouco mais pequenos

publicado às 22:26

Pág. 2/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D