Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ROUBAM-NOS TUDO...

A VOZ...

Ontem uns quantos, cada um dos quais escolhido pela respectiva tribo sentada mais atrás, leram maçudos textos  alusivos ao momento, que outros mais letrados lhes prepararam no conforto de gabinetes mais distantes. Todos disseram - e os textos também - com o tédio e a rotina de anos anteriores, "que comemoravam Abril"...

Pouco convincentes (a maioria) repetitivos os restantes. Mas a rotina é mesmo assim...  

Horas mais tarde, outros (muitos) celebraram nas ruas um  Abril mais próximo do original - que Abril há-de, mais cedo que tarde, deixar de estar cativo de um qualquer espaço fechado, por mais nobre e carregado de história que possa ser! 

Abril é Primavera e a Estação das flores e dos cravos vermelhos, só pode ser comemorada em espaços verdadeiramente livres e abertos!

Não nos roubem Abril, não o queiram emparedar em São Bento à mistura com uns quantos engravatados que se fingem muito felizes por o celebrar uma manhã em cada ano desde que os deixem esquecê-lo o resto do tempo. 

publicado às 11:50

EM VEZ DA FARDA, UMA ALBARDA...

E que neste Abril, não se cumpram "águas mil", para que a festa saia à rua e o cheiro dos cravos vermelhos substitua o odor bafiento que apesar de já terem passado 35 anos sobre aquela saudável barrela de 1974, ainda empesta os gabinetes de alguns generais que não merecem o sacrifício que o Povo faz para lhes pagar o soldo, a farda e as mordomias!

O que lhes vale - a eles e ao governo de invertebrados que os suporta - é que (por enquanto) como dizia o outro, "o Povo é sereno"

Escrevi sobre isto de uma outra forma, no meu outro Blogue...

 

publicado às 18:31

A CRUZ DE SÓCRATES...

No seu último monólogo travestido de entrevista, na RTP (o Canal de serviço público do governo) Sócrates confidenciou (finalmente) que carregava uma "cruz", mas que não iria soçobrar, por mais pesada que a tentassem tornar.

Não sei não... É que com a mania das grandezas, os ingleses do Freeport exageraram um pouco no tamanho e no peso da... "cruz". Que o digam os defensores da Zona Protegida!

Mas como diz o Povo "quem lhe comeu a carne que lhe roa os ossos"!

(Escrevi sobre isto de uma outra forma, no meu outro Blogue...)

publicado às 16:33

O MAGALHÃES DO MANELITO...

Onde está o Magalhães do Manelito?

Foto@SAPO/Paulo M. Guerrinha


O World Telecommunication Policy Forum (WTPF) está a decorrer em Lisboa, desde 21 e até 24 de Abril.

A foto ao lado destacada hoje no Sapo, apresenta uma vista geral do local dos trabalhos (presume-se que antes do início dos mesmos) onde é possível ver - lindas de morrer - as "meninas dos olhos" de José Sócrates" - os Magalhães do nosso contentamento... Ás dezenas, prontos a deixar de cara ao lado os muitos participantes e presume-se que expurgados de inoportunos erros ortográficos nas aplicações instaladas.

O autor da foto interroga-se: "onde é que está o Magalhães do Manelito?"

Investigamos e concluímos que os Manelitos deste País vão ter de continuar a aguardar mais algum tempo, que estes eventos são mais importantes e vão continuar a absorver uma significativa fatia da produção (e esperemos que o amigo Hugo Chavez não resolva continuar a fazer crash-test com os exemplares oferecidos pelo amigo José, caso contrário o problema agrava-se).

Além do mais, se o Manelito tiver mesmo muita pressa, pode sempre passar pelas Feiras da Ladra, da Vandoma, ou ainda numa das muitas lojas de venda de equipamentos informáticos usados, onde é possível encontrar por um bom preço um lindinho destes com pouco uso  - que há Manelitos que abdicaram do mesmo em favor da comunidade (a troco de umas quantas dezenas de Euros, naturalmente!)

 

publicado às 19:21

DAR SANGUE...

Dar sangue é dar vida, dizem...

No entanto continuo vivo, apesar dessa "dádiva de vida" já ter sido feita até hoje, 30 vezes!  - hoje foi exactamente o dia da 30.ª, após um interregno de alguns meses por razões de saúde.

Não chega a meio litro o que deixamos de cada vez, mas representa muito para os que dele precisam e - acreditem - deixa-nos uma sensação de bem estar tão grande no final...

Recomendo por isso vivamente! Vão ver que não custa nada! 

publicado às 11:59

25 DE ABRIL DE 2009 - "TAKE THREE"...

As Chefias militares, ao que parece por unanimidade e tendo em conta “o seu mérito e os serviços prestados à Pátria” propuseram a “promoção por distinção” do Coronel Jaime Neves – um homem do 25 de Novembro para o posto de General…

Inexplicavelmente, o ministro da defesa Nuno Severiano Teixeira, em nome da “facção democrática” a que este governo à margem da Democracia pertence, limitou-se a acenar com a cabeça no sentido vertical - várias vezes, para que não ficassem dúvidas acerca da sua concordância – assinou “de cruz” e “chutou” para Belém…
Belém, onde está Cavaco Silva…  Que vai fazer o quê? Promulgar? Vetar? Aceitam-se apostas! (Eu falei em apostas? Mas alguém tem dúvidas?)
Entretanto, os militares de Abril, como Vasco Lourenço, Salgueiro Maia (já falecido) e muitos outros, a quem este governo deve o “poleiro” que não merece, continuam no esquecimento – não do Povo, seguramente que não só não os esquece, como também não se esquecerá de nas próximas eleições dar um valente chuto nos fundilhos desta clique que nos desgoverna.

PS: Faltou apenas dizer que Paulo Portas está de acordo com esta promoção...

publicado às 20:00

25 DE ABRIL DE 2009 - "TAKE TWO"...

(CÓPIA DO PROTESTO ENVIADO À REDACÇÃO DA REVISTA DA LIGA DOS COMBATENTES)

Sou também um ex-combatente inscrito na Liga, embora pelas razões que se seguem, não tenha as quotas em dia.

Cumpri o meu serviço militar obrigatório entre Janeiro de 1969 e Novembro de 1972 – um longo período portanto, para um simples Furriel miliciano…
27 meses desse serviço, foram cumpridos em Moçambique, numa guerra com a qual não concordava, mas a que não fugi - como as esmagadora maioria dos milicianos desse tempo, aliás…
Daqui decorre portanto, que para mim a condição militar por si só, não chega para definir um homem de bem, porque tal como os políticos, os militares sobretudo os oficiais de carreira e fundamentalmente os que estão acima da posição de subalternos, juntam-se à volta de causas e nem todas são boas causas: algumas coincidem até com as más causas dos políticos…
Se assim não fosse, não teríamos passado pelo que passamos, enfrentando uma guerra colonial, contra tudo e contra todos e sobretudo, contra o Povo!
Mas respeito muito os militares, os das boas causas – como foi a causa do 25 de Abril de 1974!
Desgosta-me portanto a excessiva "filtragem" que na Revista da Liga dos Combatentes se faz a tudo o que fale de Abril e dos militares que o ajudaram a fazer!
Assim como me choca tropeçar a cada página com notícias relacionadas com outros militares que nunca partilharam do espírito de Abril e com expressões do género “contra golpe do 25 de Novembro” e outras que tais…
Os militares – os do activo e os outros também  - emanam do Povo e nunca se devem arrogar o direito de hostilizar o Povo (ainda que seja apenas uma parte do povo). Devem isso sim, manter-se num plano superior às naturais facções deixando comentários e análises sobre acontecimentos políticos, para os próprios políticos e para os jornalistas que infelizmente se organizam à volta dos mesmos.
Aproxima-se a comemoração de mais um aniversário da Revolução de Abril – o 35º - este ano ensombrada com a proposta de promoção a General do Coronel Jaime Neves, um homem que não é de Abril e que por isso mesmo ultrapassa inexplicavelmente todos os dignos militares como Vasco Lourenço, Salgueiro Maia (já falecido) e tantos outros, que mereciam muito mais essa promoção.
Não me espantarei se um dia destes vir na Revista um panegírico qualquer sobre a promoção do primeiro e nada sobre o esquecimento a que os segundos estão votados.
Oxalá me engane no entanto e encontre num futuro próximo, uma Revista diferente…
Com os melhores cumprimentos, etc., etc.

 

publicado às 18:04

25 DE ABRIL DE 2009 -"TAKE ONE"

 

É diferente este Abril
Tristemente diferente
Dos muitos mil
Que queremos pela frente
No rubro da chama que por esta altura sempre nos aquece a alma, alguém lançou este ano um inoportuno retardante, tentando arrefecer o seu calor e roubar-nos a alegria desta data: militares que não são de Abril (serão talvez de Novembro) porque em vez de se colocarem ao lado do Povo e com ele festejar – como "os meninos à volta da fogueira” de que fala a canção -  vieram este ano para a festa, não com cravos vermelhos nos canos das armas, mas em vez disso, apetrechados com um inadequado e já fora de prazo “extintor de Abril” identificado no "rótulo" pelo nome de Jaime Neves (quem conheça um pouco sobre extintores, será conduzido a uma imediata associação de ideias: Jaime Neves / “neve carbónica” – aquela que os bombeiros de verdade costumam usar para extinguir os fogos de verdade). Só que este “fogo” não era para extinguir – e não vai ser extinto - ainda por cima por um "extintor" fora de prazo!
A estes militares – que não são do Povo – veremos um dia (mais cedo do que tarde) não a desfilar garbosamente frente às “bancadas” para receberem os aplausos desse Povo, mas a marcharem em “passo de corrida” rumo à saída dos fundos da Revolução de Abril!

 

publicado às 12:09

MATE-SE O MENSAGEIRO...

D.José Policarpo, habitualmente ponderado, quase sempre comedido, desta vez alinhou pela fuga à verdade - ou se quisermos, pela meia verdade: Nós sabemos que nenhum meio é 100% infalível na prevenção da SIDA e o preservativo não foje à regra, mas é entre muitos outros o mais eficaz!

Porque a mensagem do Papa, possa embora ter saído truncada, ou ter sido transmitida num contexto pouco formal e portanto não totalmente ponderada,  transmitiu (de facto) uma ideia extremamente perigosa para a humanidade - é que Bento XVI disse com todas as letras e sem gaguejar  "...que a distribuição de preservativos não ajuda a controlar a Aids... pelo contrário, eles aumentam o problema"! - porque lhe saiu mal a mensagem, unem-se agora todas as hostes em torno do Líder, para fazer "desaparecer" as provas... D.José Policarpo bem podia ter encontrado outra forma de retirar alguma carga negativa às palavras do Papa, em vez de optar pela estafada acusação aos jornalistas e à Comunicação Social de deturparem o que Bento XVI disse!

Se o Sumo Pontífice disse o que não queria, ou se se expressou de forma menos clara e foi mal interpretado, a solução nunca pode passar por "matar o mensageiro"!

D. José tem dimensão intelectual para fazer a diferença. Se opta pelo lado minimalista da Igreja Católica, faz mal. Muito mal...

publicado às 10:45

GRÂNDOLA VILA MORENA - THE COUNT DAWN...

Este post é sobre o meu País - mais propriamente, sobre o meu pobre País...

Também podia ser sobre o 25 de Abril, que é já daqui a oito dias - pelo menos a efeméride...

Tanto entusiasmo em 1974, tanto empenho dos jovens e voluntariosos militares e do Povo que os apoiou! Houve um momento, não muito longo é verdade, em que todos - militares e Povo - chegaram a acreditar que tudo iria ser diferente a partir  daí!

Só que 35 anos volvidos, continuamos quase na mesma: alegadamente mais livres, com direito a votar para eleger os políticos que o viciado sistema eleitoral nos impinge e que cada vez afasta mais gente do exercício dessa pretensa liberdade e tal como então, na cauda da Europa, enterrados em corrupção até ao pescoço e carregando sem culpa a vergonha de sermos governados, por uma clique não de traficantes de droga como acontece noutras latitudes, mas por uma outra que vive e se alimenta unicamente do tráfico de influências, de que pelos vistos, só a Justiça é que ainda não se apercebeu!

Este ano então, a clique esmerou-se na demonstração do seu desprezo pelos valores de Abril, ao promover o anti-democrata Jaime Neves, que desde sempre esteve contra os valores de Abril, a General - ou talvez o governo, as chefias militares e o PR, tenham apenas confundido o calendário, isto é, talvez tenham trocado Abril por Novembro no seu caderninho de favores a pagar!

Cambada é o epíteto mais lisonjeiro que me ocorre para classificar gente como esta, que despreza aqueles que arriscaram tudo para restituir ao Povo a sua dignidade e usa o poder de que se apropriou de forma pretensamente democrática e no qual se tem revezado de acordo com a leve (muito leve mesmo) diferença  de tonalidade na respectiva cor política para promover aos lugares cimeiros  os que em determinado momento do processo, voltaram as armas contra o Povo colocando-se ao serviço dos novos ditadores do momento. Jaime Neves é um dos que aguardava há algum tempo o pagamento dos serviços prestados. Mas  tinha de ser já e logo às portas do 25 de Abril? Não podiam ter esperado mais algum tempo até ver se a figura batia a caçoleta? - Afinal fizeram-no com Salgueiro Maia e ele sim que não merecia isso!

publicado às 22:54

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D