Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

OS "FOLIÕES" DE ALFENA...

Alfena vai ter ámanhã - de acordo com o programa amplamente divulgado pela Junta de Freguesia junto dos seus fregueses - o seu incontornável desfile de carnaval. Incontornável, porque não abundando por estas bandas as iniciativas lúdicas ou culturais promovidas pela Junta, esta oportunidade de dar a ideia que se faz alguma coisa é das poucas que restam - ainda que bem vistas as coisas, o mérito neste caso (se o houver) é mais das Associações aderentes, do que do "dinâmico" secretário da Junta.

Esperemos pois (e digo-o sem qualquer ironia) que o tempo ajude, para que ninguém (dos que de facto trabalharam) se sinta defraudado nas suas expectativas.

Já quanto aos autarcas, seria bom que aproveitassem este momento de "descompressão" que o evento irá constituir para os alfenenses que decidam manter-se pela sua terra - que os tempos não estão para romarias mais alargadas - para fazerem como o boneco do anúncio: "deitem cá p'ra fora" tudo o que lhes vai na alma - ou o que quer que tenham em vez dela!

No carnaval ninguém leva a mal e além do mais, podem sempre usar a camuflagem habitual destes dias de folia. Só não se apresentem vestidos de autarcas alfenenses, porque podiam ser levados à letra e se assim fosse, a folia estaria irremediavelmente comprometida.

Ah! E já agora, faço votos para que regressem a seguir à folia retemperados e com energia para colocarem em prática os projectos que submeteram a sufrágio dos alfenenses no último acto eleitoral. Se já "não se lembrarem", eu posso disponibilizar um dos desdobráveis da campanha...


 

Post-Scriptum: Lamento desiludir os nossos  "absolutistas maioritários" autarcas alfenenses e os bloguistas deprimentes e iletrados que escrevem num pseudo-blog  denominado "Alfena para todos" (não o original) e que funciona como cortina de fumo para encobrir a ausência de trabalho concreto, mas para os criticar - e à sua inacção - não é preciso "ir a votos e ganhar", como disse o Dr. Rogério Palhau na última reunião de Junta. Nem sequer é necessário estar disponível para os substituir liderando um qualquer projecto de oposição! Se fosse como eles pretendem fazer passar a ideia, então a democracia participativa estaria irremediavelmente comprometida!

Mas não! Não é preciso ser-se arquitecto para distinguir entre uma casa bem ou mal feita...

 

publicado às 10:48

ALFENA VERDADEIRA...

O amigo que escreveu o texto que se segue - Alfena Verdadeira - "tirou-me as palavras da boca", como costuma dizer o Povo e sendo assim, só podia fazer uma coisa: publicar!

Alfena merece que todos os que de algum modo possam contribuir para denunciar a desastrosa  gestão da nossa Junta de Freguesia - e também da nossa Câmara, onde a opacidade e o compadrio fazem a regra  e colocam Valongo no "primeiro lugar" do pódio mais comprometedor e deprimente do País - unam esforços.

Começa a ficar cada vez mais claro que Alfena tem futuro, desde que consigamos unir esforços para corrigir um presente que a todos nos envergonha - mesmo àqueles que nem se dão conta disso (por enquanto...)


"Na semana que passou, Alfena voltou a ser notícia, mas infelizmente pelos piores motivos.
Da análise da semana (ao melhor estilo do Professor Marcelo) diria que a mesma se dividiu em 3 momentos.
Ora vejamos:
Num 1.º momento, o acidente da queda da grua que se encontra afecta aos trabalhos que (ainda) se desenrolam na Escola Primária do Barreiro.
O arrastamento das obras na referida Escola já vaticinava há muito, que um dia destes (e infelizmente), uma desgraça iria acontecer.
Por outro lado, este acidente só veio demonstrar que o Vereador Arnaldo Soares, tem 2 grandes problemas para resolver. Por um lado, está literalmente a “leste” deste dossier, não o acompanha como é seu dever, pois estes assuntos dão trabalho e pouca visibilidade. Por outro lado o dito Vereador lida muito mal quando confrontado com a sua incompetência. Quando se deslocou à escola depois do acidente, ao ser confrontado com o (natural e perfeitamente justificado) desespero dos Pais, lá soltou um desabafo, perguntando aos encarregados de educação se não tinham mais nada que fazer… (sinceramente!).
Depois de tudo isto não chega arranjar uma desculpa e assobiar para o lado. Impõe-se a realização de um inquérito para apurar responsabilidades (Será que o nosso Vereador tem medo devir a ter de assumir as suas responsabilidades?). Os pais e as crianças merecem-no, mas acima de tudo merecem saber que as suas crianças estão em segurança.
Num 2º momento destacaria os resultados da última reunião do Executivo da Junta de Freguesia.
Ficamos todos a saber que o 1º Secretário anda ocupadíssimo no papel de “Rei Momo” a organizar o desfile de Carnaval, que é importante, mas esse mesmo responsável não tem tempo para ajudar no trabalho de actualização do site da Junta – a internet não é definitivamente o seu forte (talvez devesse falar com uns personagens que de vez em quando vem a este blogue deixar uns “bitaites”) – nem para ajudar na manutenção da limpeza das ruas e das sarjetas…
Ficámos ainda a saber que o Vogal da Junta, que presta apoio aos cemitérios, quer que a Junta passe a executar outros trabalhos, substituindo-se aos privados, e a “metade do preço”… Consta que o Presidente da Junta é Advogado, por isso abstenho-me de qualificar e adjectivar esta proposta. Mas já agora porque não perguntar ao dito Vogal, onde tem estado no que à organização dos cemitérios diz respeito? Por acaso tem andado atento aos problemas que os cidadãos de Alfena enfrentam numa hora tão delicada como é a morte de um ente querido?
E as taxas cobradas pela Junta? As exorbitâncias cobradas de forma ilegal por uma simples cópia não preocupam os autarcas?
Por último, destacaria a leitura de uma carta do PSD de Alfena, feita na referida reunião, de apoio ao Executivo da Junta (talvez redigida pelas mãos do próprio destinatário) e ainda o nobre trabalho realizado pelos nossos mais prestigiados autarcas no transporte dos militantes mais “desfavorecidos” para votarem na eleição do PSD de Alfena no passado dia 6…
No meio disto tudo um denominador comum! Para desenvolver actividade política, os nossos autarcas (Vereador Arnaldo, Presidente de Junta, Secretário e Vogal) têm tempo de sobra, mas para trabalhar a sério pelo bem-estar da população… não que isso dá trabalho!
Um dia, quando deixarem de olhar tanto para o umbigo, vão perceber que o descontentamento em relação à sua actuação (ou falta dela) alastra, e já nem as romarias encomendadas às sessões da Junta vão disfarçar a sua incompetência."


Post-Scriptum: Escolhi propositadamente a "imagem de marca" dos UPA na Campanha eleitoral, só para dizer que o tempo urge - se é que não terminou já!

publicado às 23:08

COMENTÁRIOS PARA QUÊ? SÃO "ARTISTAS" PORTUGUESES...

E já que estamos numa de POLVO, saia mais uma dose para a mesa do fundo!

Comentários para quê?


 

Fotografia © Ricardo Oliveira - DN

No dia 25 de Setembro de 2009, Luís Figo tomou o pequeno-almoço com José Sócrates. O Correio da Manhã escreve hoje que o ex-futebolista terá recebido 750 mil euros da PT para participar no pequeno-almoço


 Rui Pedro Soares revelou que vai processar o Correio da Manhã por o envolver numa alegada operação de financiamento da campanha socialista nas últimas eleições Legislativas. Na edição deste sábado, o jornal revela que “Luís Figo recebeu 750 mil euros da Portugal Telecom” e que “o pivot da operação terá sido o administrador da PT”. Figo também já reagiu a esta notícia afirmando estar “tranquilo”.

"O ex-internacional português recebeu 750 mil euros da Portugal Telecom pouco depois de acertar a sua participação na campanha eleitoral de José Sócrates. O pivot da operação foi o administrador da PT Rui Pedro Soares", revela o jornal.

Segundo o jornal, Rui Pedro Soares, o administrador executivo da Portugal Telecom em conversa Paulo Penedos, "pede-lhe que na qualidade de seu assessor jurídico naquela empresa privada na qual o Estado tem acções que lhe dão especiais poderes, prepare minutas contratuais para pagar ao ex-futebolista. Falam num total de 750 mil euros".

O Correio da Manhã acrescenta que "o dinheiro foi pago em três vezes e transferido para a Fundação Luís Figo como contrapartida para a instalação da escola de futebol do jogador no Taguspark, controlado pela PT".

"Está tudo nas escutas do processo ‘Face Oculta'", sublinha o jornal que recorda que "o ex-futebolista esteve num pequeno-almoço no Hotel Altis em Belém, a 25 de Setembro, no último dia de campanha, quando foi anunciado como mais um apoio de peso a Sócrates".

O Correio da Manhã revela ainda que antes de se estrear na política, "Inês de Medeiros, deputada do PS, recebeu da PT um apoio de 50 mil euros para um festival de cinema que organizou no São Jorge"

Rui Pedro Soares fala em "notícias difamatórias"

O administrador executivo da Portugal Telecom já revelou que vai processar o Correio da Manhã pelas "notícias difamatórias".

"Já dei instruções aos meus advogados para processarem o Correio da Manhã pelas notícias difamatórias que envolvem o meu nome e que hoje foram publicadas", refere um comunicado de Rui Pedro Soares enviado à Agência Lusa.

Rui Pedro Soares acrescenta que "nunca, não apenas na PT, mas também em outras sociedades, associações ou organizações" a que pertence "sugeriu sequer a alguém que apoiasse qualquer candidato a primeiro-ministro".

"Estou convicto que todos os outros difamados confirmarão a falsidade destas notícias", acrescenta o comunicado numa alusão a Luís Figo e Inês de Medeiros.

Na nota, o administrador da PT, que lançou a providência cautelar contra o jornal Sol, critica "quem se põe a monte para fugir à justiça e se trata de esconder atrás da liberdade de imprensa para desrespeitar os tribunais", sem no entanto referir nenhuma entidade em concreto, acrescentando que vê neste tipo de actos "um ataque aos fundamentos do Estado de Direito".

"As suas motivações práticas e métodos são evidentes a todos os que conseguem abstrair-se do ruído mediático. Estive, estou e estarei do lado de quem respeita a justiça e o Estado de Direito. Do outro lado está quem se encontra fora da lei", sublinha o comunicado de Rui Pedro Soares que deixa ainda um recado: "a todos os justos, lembro que podem ser os próximos. Reitero que os tribunais já falaram e que continuarão a falar no futuro".

Luís Figo está de consciência tranquila

Também o ex-jogador já reagiu à notícia do Correio da Manhã. Em comunicado, enviado à Lusa, Luís Figo afirma estar de consciência tranquila em relação às suas acções e recorda que tudo o que o jornal tem escrito se destina a difamá-lo.

"Estou tranquilo com as minhas acções e com a minha consciência", afirma Luís Figo que acrescenta que "o meu apoio a José Sócrates baseou-se exclusivamente na minha convicção do que era melhor para Portugal".

"Ninguém me rouba a liberdade de ser cidadão, nem com uma mentira", sublinha.

Luís Figo adianta que já no ano passado avançou com um processo-crime contra o Correio da Manhã que "irá provar que tudo o que este jornal tem afirmado se destina exclusivamente a difamar-me, com propósitos que desconheço".

Inês de Medeiros fala em "obscenidade total"

A deputada socialista também já reagiu à notícia de hoje do Correio da Manhã. Inês de Medeiros classifica o seu envolvimento nas informações sobre alegados financiamentos da PT à campanha de Sócrates como uma "obscenidade total", e lamenta as "insinuações" relativas a um patrocínio para um evento cultural.

"O chamado apoio foi um patrocínio que, de facto, pedi à PT para o festival "Mostra-me - o Outro lado do Cinema" que nasceu de um protocolo entre a EGEAC (empresa que gere os equipamentos e eventos culturais em Lisboa) e o Instituto de Cinema Audiovisual para promoverem o cinema português", afirmou a deputada à Lusa.

Inês de Medeiros esclareceu "que foi contratada para ser curadora e resolveu fazer um festival temático, recorrendo a várias empresas para ajudar a financiar o evento".

"Como se sabe há pouco dinheiro para fazer iniciativas e fui procurar patrocínios. Obtive da MEO (PT), Zon Lusomundo, da REN, da FNAC e outros. Os contratos nem fui eu que os assinei foi a EGEAC", afirmou.

"Não se explica nada do que se está a falar, só se diz que negociei com a PT um apoio e que depois disso entrei na política, abrindo a porta para todas a insinuações e mais alguma", acrescentou a deputada socialista.

Inês de Medeiros, que lamentou não ter sido contacta pelo Correio da Manhã, considera que este tipo de notícias pode trazer consequências "terríveis para um sector que já tem dificuldades em arranjar patrocínios".

"Mesmo desconhecendo os outros casos, se todos os que ali estão expostos são tratados com o mesmo rigor vai a minha total solidariedade para aquelas pessoas", concluiu.

Jornal tem o dever de informar

Armando Esteves Pereira, director adjunto do Correio da Manhã, já reagiu à intenção de Rui Pedro Soares, afirmando que o "jornal tem o dever de informar".

"O dr. Rui Pedro Soares, como qualquer cidadão tem o direito a mover processos. O Correio da Manhã tem o dever de dar notícias", declarou.

Segundo Armando Esteves Pereira, "se há jornalistas que temem processos e não dão notícias por causa dos processos, acabou-se o jornalismo".


Post-scriptum:

Inês de Medeiros, a mesma a que se refere a notícia abaixo:

Inês com viagem paga para Paris

CM - 10-Fev-2010

 

Parlamento analisa hoje situação especial da actriz e deputada eleita pelo PS em Lisboa.
A viagem semanal de Inês de Medeiros, actriz eleita deputada pelo PS no círculo eleitoral de Lisboa, entre Paris, local onde tem residência, e a capital portuguesa, para participar no plenário da Assembleia da República (AR), vai ser paga pelo Parlamento. A solução para o caso da actriz, que é omisso na lei, é hoje analisado pelo conselho de administração da AR.

publicado às 19:42

JUNTA DE FREGUESIA DE ALFENA - UM SACO CHEIO DE...NADA!

Já escrevi sobre isto, mas faltava dizer ainda um pouco mais sobre o assunto:

Contra todas as expectativas e apesar do upgrad laranja, ainda não foi desta que os nossos hibernados autarcas acordaram para o trabalho - refiro-me obviamente (e ainda) à última reunião pública de Junta.

Tirando as lamentações da vogal Maria Manuela acerca do trabalho que tem para gerir o programa de cabazes da AMI destinados aos mais desfavorecidos da nossa terra, as escassas informações do vogal António Peixoto sobre a gestão dos cemitérios e assuntos afins, e da "preciosa" e detalhada informação do secretário António Sérgio sobre os contactos com as associações culturais do burgo para levar à prática o "importante evento" do desfile carnavalesco, a reunião ficou-se por mais um dos já famosos monólogos (desta vez mais curto) do Dr. Palhau.

É pouco! dirão muitos alfenenses...

Pois é, mas é o que temos!

O balão insuflado da última maioria absoluta alcançada pelos Unidos, aparentava uma "gravidez" de projectos verdadeiramente promissora, mas bastou um primeiro contacto com a "superfície frontal fria" da realidade nua e crua, para que ficasse num repente, reduzido àquilo que é: um saco cheio de coisa nenhuma.

Por isso é que, para tentar desviar as atenções resolveram criar um pseudo-blog ("Alfena para Todos") apropriando-se de um nome e de um projecto já existentes e registados - onde bolçam pontualmente o excesso da bílis que os corrói as entranhas: Sem se assumirem, sem darem a cara, sem colocarem o nome naquilo que escrevem, sem correrem riscos - pensam eles...

Mas porque será que em vez de gastarem as energias FAZENDO aquilo para que foram eleitos, perdem tempo no "serrote", em comentários ressabiados de quem vê de algum modo o poleiro ameaçado?

E afinal, já que parece que começaram a ganhar gosto pela escrita - embora eu ache que precisam de algumas aulas  intensivas nas "novas oportunidades" para corrigirem os erros que dão - porque não tentam melhorar e actualizar a página da Junta, onde as "informações" disponíveis se resumem a "Carnaval 2010 / Motoclube de Alfena inaugura Sede / Alfena celebra Padroeiro"? Nem Actas disponíveis, nem informação actualizada sobre obras em curso, nada!

Também, devo reconhecer que a militância que os acompanhou durante o processo que os conduziu ao poleiro, parece ter-se esfumado. Deixamos de ver nas Assembleias e nas reuniões públicas de Junta algumas caras conhecidas e que se dizia então, serem a verdadeira nata(!) do projecto "Unidos", deixamos de ler, com algum divertimento diga-se, alguns vivos e militantes comentários no "fórum"... Será porque os holofotes que rodeiam o Dr. Arnaldo, tendo mais intensidade de luz têm alguma coisa a ver com esta estranha ausência de "insectos" conhecidos à volta da auréola do Dr. Rogério?

Se assim é, meu caro presidente, só tem que contratar com a EDP um aumento da potência instalada, para poder subir mais uns Watt na fasquia, começando a brilhar com mais intensidade.

Com mais luz corre mais riscos de atrair insectos menos inócuos, mas também arrisca menos ser confundido com eles...


publicado às 16:55

O "ENCORNADO"...

 

Granadeiro diz-se "encornado" e admite convocar AG

Em 2009, Zeinal Bava disse que só havia conversações com Prisa para venda da TVI. Escutas revelam que já estava feito um contrato

Depois de duas semanas de escutas telefónicas que indiciam uma participação da PT num eventual plano do Governo para controlar a comunicação social, Henrique Granadeiro declarou sentir-se "encornado" após ler as transcrições reveladas pelo jornal Sol


Temos pena, mas como costuma dizer o Povo, "quem dorme com gatos, acorda arranhado"...

Mas já que se sente assim ("encornado") aproveite a embalagem e aja como um homem à moda antiga em idênticas circunstâncias: "lave a sua honra" desafiando os(as) "adúteros(as)" para um duelo - leia-se Assembleia Geral - e ganhe! Faça batota, subverta as regras se for necessário, mas por amor de todos os Deuses, não deixe no poleiro os "socratinos" (*) que pululam nas instâncias do Poder dessa que já foi uma Empresa de referência para o País.

 

(*) Rui Pedro Soares, Fernando Soares Carneiro e outros...

publicado às 13:37

O "HOMEM BOMBA"

 

Sócrates recusa ser substituído sem eleições legislativas - DN, hoje


Silva Pereira: substituição de Sócrates resolve-se nas eleições - PÚBLICO, 12-02-2010


É caso para dizer "chamem o negociador". Parece que o homem se barricou no Largo do Rato, tem uma série de gente com ele, mas não existe ainda a certeza se são (todos) reféns, ou se pelo contrário, optaram voluntariamente por se deixar explodir com ele - fazendo com que o resto dos portugueses apanhem com os "estilhaços" - e com a porcaria que virá agarrada aos mesmos.

Mas será que do PS de António Macedo, Mário Soares, Tito de Morais, Salgado Zenha, Raul Rego, Vasco da Gama Fernandes, Mário Cal Brandão, António Arnaut, para só citar alguns, não resta ninguém com discernimento e patriotismo capazes de colocar a camisa de forças a este "homem bomba" antes que ele consiga carregar no botão?

Não sou apoiante do PS - longe disso - mas reconheço que se quisermos continuar com esta República e prescindir por mais algum tempo ainda de uma mudança mais radical, este Partido faz falta.

Mas não com gente destas, como Sócrates, Silva Pereira, Santos Silva, Francisco Assis, Ricardo Rodrigues e outros do género!

Fora com eles e basta de transigências e de negociações às escondidas com PP's e PSD's - como aconteceu com o Orçamento de Estado - que só fazem é aumentar o risco de implosão do País!

Se querem continuar a merecer a maioria relativa que o Povo vos deu nas últimas eleições, livrem-se das más companhias, arejem a casa e então sim, podemos continuar a conversar!

 

publicado às 10:47

SÓCRATES E A "INTIFADA"...

PS discute sucessão de José Sócrates

SOL - Helena Pereira


"Quem tem amigos não morre na cadeia" e Sócrates tem um núcleo duro bem recheado deles.

E não é apenas o núcleo duro, que nestas coisas da governação com telhados de vidro, há que alargar o mais possível o perímetro de segurança - pelo menos para além do alcance médio das "pedras" dos activistas da "intifada" que nos últimos tempos têm dado mostras de maior dinamismo.

Os amigos de Sócrates, estão um pouco por todo o lado - nos organismos públicos, nas empresas do Estado, nalguns órgãos de comunicação e desenvolvem-se como cogumelos dando por vezes a ideia de nascerem de geração espontânea. Mas não!  Na verdade, eles foram sendo cuidadosamente plantados ao longo dos últimos anos em posições estratégicas ao arrepio de todas as regras de contenção da despesa pública e quase sempre subvertendo as boas práticas que devem presidir às admissões em lugares de destaque no aparelho de Estado.(*)

Por isso, José Sócrates não corre o risco de morrer na cadeia. Não sei sequer se haverá cadeia que corra o risco de o ter algum dia como inquilino, neste País de brincadeira onde as Leis se fazem para punir os mais fracos e proteger os mais poderosos, onde as grandes vigarices, a grande corrupção, os crimes de colarinho branco,  sempre que envolvem políticos, nunca dão em nada, ou não fossem os políticos a fazer as Leis!

Por isso é que às vezes me entristeço quando vejo o empenho com que alguns jovens jornalistas se envolvem de alma e coração em causas como esta do Jornal O Sol. É para o lado que Sócrates dorme melhor!

Isto já não vai lá com denúncias nem com apelos à vergonha. Mesmo que esfregássemos as provas evidentes da corrupção nas fuças dos corruptos, nem assim eles assumiriam a culpa. A falta de vergonha que caracteriza a maior parte dos políticos portugueses, é uma coisa que lhes está no sangue. Sócrates não é excepção.

 (*)

 Administração Pública

Governo já fez 1361 nomeações

SOL - 08 fev 2010

O novo Governo de José Sócrates, que assumiu funções há pouco mais de três meses, já nomeou 1361 pessoas. Segundo o Público, este número ultrapassa os registos de Durão Barroso e Santana Lopes
publicado às 17:32

TODOS INOCENTES - EXCEPTO A... CHUVA!


É um costume bem português este de, sempre que acontece um acidente - na estrada, ou noutro sítio qualquer - atribuir a culpa quase sempre a "elementos" imateriais como a chuva, a neve, o vento, às vezes até, pasme-se! ao "azar"...

O Dr. Arnaldo Soares não podia pois, como "bom português" e lídimo defensor das "saídas expeditas", fugir a esta regra culpando a chuva pela queda da grua sobre o telhado da escola EB1 do Barreiro.

No código de estrada há uma regra que levada a sério  e devidamente adaptada, evitaria a maior parte dos acidentes: "adequar a condução às condições do tempo e ao estado da via"...

Mas não! Neste caso não (?)houve negligência do dono da obra (a Câmara) no acompanhamento e fiscalização das condições em que a mesma decorre, não houve excesso de facilidades relativamente ao empreiteiro, permitindo que a movimentação aérea de cargas se tenha feito até aqui, com as crianças - e todo o pessoal da escola - literalmente por baixo, em suma, não houve culpa de pessoas concretas e o único "responsável" que o Dr. Arnaldo Soares como Vereador da Câmara Municipal de Valongo conseguiu "identificar", foi a chuva!

Percebe-se o seu incómodo ao enfrentar os jornalistas que se deslocaram ao local, sobretudo quando toda a gente sabe como é que estas obras das escolas de Valongo têm sido conduzidas pela Câmara...

E também se percebe a demora em retirar as crianças do local do incidente: Não fora a pressão dos pais que ali se deslocaram e o "escrutínio" da comunicação social presente e tudo teria sido disfarçado com a conivência dos responsáveis da escola - que no caso concreto das obras deste edifício, têm sido tão permissivos como a própria Câmara.

Era bom que a nível da estrutura do Ensino - já que em relação à Câmara, como sempre acontece, nada será feito - este incidente não passasse despercebido e se inventariassem exaustivamente as culpas de todos os envolvidos.



publicado às 11:46

O POLVO DA NAÇÃO...

Àmanhã, vou ler "O POLVO" e eventualmente comer O SOL (ou vice versa)...

Apesar da providência cautelar interposta pelo administrador da PT Rui Pedro Soares, apesar da boa vontade de dois oficiais de Justiça que se desdobraram em esforços para entregar notificações ao director e duas jornalistas do Jornal, os mesmos não estavam contactáveis e por isso ainda não tenho a certeza do que vou ler ou comer. Mas um dos dois seguramente será lido...

É pena que tenha de o fazer - ler ou comer os ditos - sentado na borda do pântano, com o cheiro nauseabundo a Cova da Beira, a Freeport, a Face Oculta, a atentados contra o Estado de Direito e ouvindo em fundo música fúnebre pontuada por discursos do "querido líder" José  Polvo, perdão, José Sócrates...

Não fossem os portugueses de tão brandos costumes, não fossem os militares da Nação tão respeitadores da ordem instituída (claro que já houve e pode continuar a haver excepções) e há um punhado de políticos que já teriam sido metidos à força dentro de uma Chaimite, perdão, agora as novas viaturas parece que se chamam Pandur e conduzido ao aeroporto, rumo a um qualquer País distante que aceite receber "resíduos tóxicos e perigosos"!

Como diria o ceguinho optimista, "vamos lá ver"...

publicado às 20:43

OS "AJUSTES DIRECTOS" DA CÂMARA MUNICIPAL DE VALONGO...

Grua cai em escola do ensino básico

JN-11h55m

Uma grua caiu hoje, quinta-feira, sobre a Escola EB 1 JI de Barreiro, Alfena, Porto, causando algum pânico entre alunos e encarregados de educação. Do acidente não resultaram feridos.

A grua tombou pelas 9:00 horas num anexo onde funciona a cantina daquela instituição de ensino, frequentada por 150 alunos.

A escola está a ser alvo de uma intervenção de obras de ampliação e requalificação.

As aulas continuaram com normalidade, assegurou fonte da escola ao JN.


Como acontece (e bem) um pouco por todo o País, também em Valongo - Alfena em particular - existem escolas em obras.

Não sei como decorrem os processos nos outros Municípios, mas sei o que acontece no nosso, ou não fossemos nós - salvo seja! - recordistas na dispensa dos concursos públicos e na opção "ajuste directo". É mais rápido (às vezes) premeia os amigos empreiteiros (quase sempre) e dá "estatuto" ao Presidente e Vereador responsáveis pelo Pelouro...

Só que alguns empreiteiros pertencem a um subtipo de profissionais muito "especial" (pela negativa) que em vez de redobrarem os cuidados em relação aos procedimentos - para não deixarem ficar mal os amigos da autarquia - preferem adoptar práticas mais "aligeiradas" envolvendo obviamente um maior risco, mas que garantem também (se tudo correr pelo melhor) uma margem de lucro mais atractiva - porque a segurança tem custos, como todos sabemos!

Parece à partida, que foi isto que aconteceu hoje na escola de Alfena conforme foi noticiado pelo JN e passou nalguns canais de TV...

Parece que é isto que o Dr. Arnaldo Soares - o Vereador da Câmara que compareceu no local e falou aos órgãos de comunicação - não quer admitir, a ajuizar pela forma como tentou minimizar o acontecimento. Irresponsabilidade e ligeireza, são os epítetos mais "suaves" que me ocorrem para classificar a sua abordagem relativamente ao incidente.

No meu post anterior, um pai indignado deixou-me um comentário àcerca desta ocorrência a que não resisto a publicar um excerto:

 (...)  hoje (11/02/10) tive um telefone da minha esposa (perto da 11 da manhã) a dizer que uma grua tinha caído na escola onde o pequeno anda (primária do Barreiro). Fiquei preocupado e perguntei se estava tudo bem (como pai que sou, acredito que os outros fizessem o mesmo, saber do bem estar dos nossos filhos). Respondeu-me que sim e que estava achegar a casa com ele e de tarde não haveria aulas por não estarem reunidas as condições (CONDIÇÕES? DESDE QUE COMEÇARAM AS OBRAS NUNCA HOUVE CONDIÇÕES! AS OBRAS SÃO PRECISAS? SÃO, MAS ESTAMOS A LIDAR COM CRIANÇAS QUE CHEGAM A CASA TODAS SUJAS DE LAMA  E SEM ESPAÇO PARA TEREM ACTIVIDADES DIGNAS (LEIA-SE GINÁSTICA) ( mas engraçado que na entrevista ao JN  disseram que as aulas iriam prosseguir normalmente ) foi para a fotografia. Mas pasme-se alguns comentários ditos pelo Exmo. Sr. Arnaldo Soares " o mal foi a grua ter caído" como é que é???? O mal era se a grua tivesse caído em cima de alguém, isso sim! Neste momento estão na minha cabeça centenas de palavrões que não posso proferir. Um outro comentário, este não sei de quem (mas a minha esposa sabe) foi " esta gente está aqui porque não tem que fazer" COMO? Então os pais não devem zelar e querer saber do bem estar dos seus filhos? Mais uns quantos palavrões que me ocorrem! Por isso, caro Celestino, o que se passa na nossa Junta não é mais que o reflexo do que se passa no concelho. Mas cada dia que passa tenho mais certezas que o reinado de alguns não será longo, muito pelo contrário. (...)

A indignação deste pai (e de outros que tiveram a oportunidade de falar para as câmaras da televisão) diz tudo!

 

 

publicado às 16:17

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D