Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

SERVIÇO PÚBLICO - JUNTA DE FREGUESIA DE ALFENA

 

Ao contrário do habitual, a reunião de Junta de Freguesia de Alfena que hoje terá lugar na sede às 21, 30 horas, não foi colocada na página da Internet - talvez pelo esforço acrescido que foi exigido a todos na realização do Rali do último fim de semana e o tempo não ter chegado para tudo.

Esta omissão e o facto de não me apetecer deslocar-me propositadamente à Junta para ver a Agenda constante do Edital afixado, justifica o facto de não colocar aqui a Ordem de Trabalhos. Mas também não deve conter nada de transcendente - para não fugir à regra - tirando obviamente a descrição detalhada do trabalho das Associações aproveitado para fazer a promoção da imagem do... executivo!

publicado às 09:55

SERVIÇO PÚBLICO - REUNIÃO DE CÂMARA

No sitio do costume, à hora do costume, mas desta vez com uma 'agenda de bolso', terá lugar no próximo dia 6 mais uma reunião pública de Câmara.

Sobre um dos assuntos agendados - desfile tuning de Alfena - já aqui escrevi.

Mesmo assim, acho que vou dizer só mais uma coisinha:

 

Se por hipótese absurda, eu contratasse um empreiteiro para me construir um piso ou dois a mais na minha casa (acho que a estrutura não aguentaria mas admitamos que sim) e  colocasse ao mesmo tempo um anúncio com ela à venda já com essa configuração - montagem fotográfica, compromissos com o empreiteiro, contrato promessa de compra e venda, prazos de entrega, etc., etc. - e só depois aparecesse na Câmara com o projecto e o pedido de licenciamento, a Câmara preocupar-se-ia alguma coisa com o facto de eu ter colocado o 'carro à frente dos bois' aprovando-me o licenciamento - para que eu não tivesse que indemnizar o promitente comprador por quebra de contrato?

 

É que o evento a que me refiro, já há muito está anunciado, como se os amigos da maioria que governa Alfena tivessem uma espécie de direito natural à aprovação garantida relativamente a tudo o que pensam fazer!

 

Repito - uma vez mais - uma frase um pouco brejeira mas que pensando bem, retrata fielmente as 'boas práticas' em uso na autarquia de Valongo:

Vai sendo tempo de o novo presidente deixar a posição de permanente 'decúbito ventral' à espera do primeiro 'abusador' que resolva atacá-lo. A posição vertical pode ser um pouco menos confortável, mas será bem mais compensadora a médio prazo, pode crer!




 

 

 

publicado às 23:39

COINCIDÊNCIAS...

CITANDO OS OUTROS...



NÃO  HÁ COINCIDÊNCIAS.


TUDO  FOI CALCULADO AO PORMENOR.

 

 

Vejam esta  sequência
de  acontecimentos:
 

1) A TROIKA  sugere no "memorandum" a VENDA do negócio da SAÚDE da CGD-Caixa Geral de  Depósitos;
 
2) O Governo  nomeia ANTÓNIO BORGES como CONSULTOR para orientar a VENDA dos negócios  PÚBLICOS (privatizações);


3) O Grupo  SOARES DOS SANTOS (Jerónimo Martins) CONTRATA o mesmo ANTÓNIO BORGES como  ADMINISTRADOR (mantendo este, as suas funções de VENDEDOR dos  negócios PÚBLICOS;

4)  O  Grupo SOARES DOS SANTOS (Jerónimo Martins) anuncia a criação de um NOVO  NEGÓCIO na área da SAÚDE (noticiado no início desta semana pela  imprensa);
 
5)  A  TROIKA exige a VENDA URGENTE do negócio da SAÚDE, da CGD, já este MÊS  (notícia de hoje na imprensa)

... e  NINGUÉM repara?


... e  NINGUÉM diz nada?

Claro que  dirão que é o "mercado" a funcionar "se" o Grupo SOARES DOS SANTOS adquirir  por uma bagatela a área de negócio da SAÚDE da CGD, por ajuste directo (sem  concurso).




NINGUÉM  exige explicações?

NINGUÉM fala  em tráfico de influências?

NINGUÉM  aponta indícios de corrupção?
 
E o cipaio Barreto, agora fica  calado?

publicado às 01:11

ALFENA UMA VEZ MAIS A SER NOTÍCIA - E NÃO PELAS MELHORES RAZÕES...


Só posso louvar a carolice de que costuma viver o mundo associativo do nosso Concelho - com alguns pontuais favorecimentos aqui e além, por parte da Câmara e de algumas Juntas de freguesia - que no essencial, funcionando como motor que vai alimentando algum movimento que ainda se vai fazendo notar e que se não existisse e fosse realizando alguma obra, Valongo teria há muito entrado em completa hibernação.


Claro que isto não significa que não devam existir regras, mas pelos vistos, sobretudo aqui por Alfena onde impera uma maioria perfeitamente a leste das leis e dos direitos dos cidadãos, primeiro decidem os maioritários UpA em conjugação com os grupos amigos - aqueles que lhes garantem o essencial dos votos em momentos eleitorais - depois faz-se a publicidade, fingindo todos que isso já é uma informação institucional para os cidadãos.


Marcam-se locais, definem-se encerramentos de espaços públicos, (em muitos casos, definem-se até preços para o acesso aos locais entretanto vedados) e depois, normalmente no dia anterior à reunião de Câmara que antecede o evento, apresenta-se o pedido de licenciamento. Mais coisa menos coisa é por esta ordem que as coisas se processam, fingindo todos os intervenientes que isto é normal e que é assim que deve funcionar.


Só que não é assim - não pode continuar a ser assim!


E vai sendo tempo de o presidente da Câmara deixar de estar sempre na posição de 'decúbito ventral' à espera do primeiro 'abusador' e assumir uma posição de maior verticalidade - se preciso for, dando uma vez por outra o chamado 'pontapé na mesa', dizendo BASTA! face ao continuado abuso.


Não tenho nada contra o TUNING. Acho-o até uma modalidade simpática e algo divertida, mas regras são regras. Nem Tuning, nem Motards, nem 'Pombinhos' devem ter direito a privilégios que outros não tenham!


Vamos ver qual será a atitude da Câmara, desta vez bem em cima de um outro licenciamento verdadeiramente vergonhoso e atentatório do que devem ser as regras para este tipo de decisões e que decorreu este fim de semana.

publicado às 00:10

PARABÉNS CÂMARA DA MAIA! - PARA QUE SE COMECE PERCEBER QUEM MANDA!

O QUE FOI LICENCIADO POR VALONGO E SANTO TIRSO:



O QUE TEVE DE SER, FACE À FALTA DE LICENCIAMENTO DA MAIA:

 

A Câmara de Valongo habituou desde há muito os 'prevaricadores' a contarem como adquirido que qualquer proposta de licenciamento, que envolva os amigos e os patrocinadores do costume - aqueles que costumam garantir os votos do costume nos momentos eleitorais do costume, sobretudo naqueles que têm a ver com o poder local -  a pôr-se sempre a jeito para tudo mesmo que tudo seja improvisado, mal fundamentado, mesmo que tudo chegue em cima da hora e com responsabilidades mal definidas, mesmo que - como no caso presente - chegue com percursos incompletos, mal descritos, sem uma clara cronologia dos procedimentos a adoptar, sem ter em conta um equilíbrio sensato entre as vantagens e as desvantagens que este ou aquele evento possa vir a causar aos cidadãos.


Vai sendo tempo da Câmara de Valongo  - mas também neste caso, a de Santo Tirso - tomarem como exemplo a seguir, a atitude da Câmara da Maia. Definam regras, imponham prazos, obriguem as pessoas a explicarem primeiro a quem licencia o que pretendem fazer e não como habitualmente, aparecerem na Câmara de Valongo - em Santo Tirso não sei - na quarta ao final da tarde com o pedido de licença, obrigando a fazer uma adenda à agenda de trabalhos da reunião que tinha (teve) lugar) no dia seguinte.


Só no dia em que o presidente - para usar uma calão bem português - 'os tiver no sítio' para conseguir dizer, ASSIM NÃO! é que esta gente vai aprender.

(E Pelos vistos, Alfena já tem outro evento de 'acelerações' na calha, que para não variar, vai aparecer igualmente em cima da hora para o respectivo licenciamento).


Por isso e olhando para os mapas do 'projecto' e da 'realidade' do Rali cidade de Alfena, é que não podemos deixar de dar os parabéns à Câmara da Maia.


PS: De referir, que a GNR que deveria dar um exemplo de isenção e rigor no controlo de todos os procedimento licenciados, permitiu ontem à noite alguns abusos da organização, nomeadamente, fechar ruas antes da hora prevista (20:00 horas) 'abrindo uma excepção' (?) para alguns moradores que protestaram e ameaçaram deixar o carro na N 105 com os piscas ligados, uma vez que às 19:30, a Trav. da Várzea já estava fechada - só para dar um exemplo...

Enfim, prepotência, caseirismo e falta de uma cultura de relações públicas, por parte de alguns agentes, que abordavam os cidadãos utilizando ainda o 'perfil' de há anos atrás.

A GNR já evoluiu e os agentes - curiosamente alguns até, já da nova geração - terão também de evoluir. Para que não se contribua para a explosão de conflitos quando o que se pretende - ou deveria pretender - era a assertividade e o consenso!

publicado às 19:36

Pág. 3/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D