Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - AS PREVARICAÇÕES DO COSTUME...

Contra a vontade dos moradores da Urbanização 'Adão Inácio Lopes' (Junto à rotunda da A41/restaurantes 'D. Garfo'  e 'O Teles') em Alfena, o executivo da Câmara Municipal de Valongo que é detentora de um terreno resultante das cedências legais no âmbito daquela urbanização e destinado nos termos do respectivo Alvará a  'equipamentos públicos', resolveu à sucapa cedê-lo à Associação Moto Clube de Alfena, recusando atender um 'abaixo-assinado' dos moradores pedindo para serem recebidos a fim de exporem as razões da sua discordância em relação a esta cedência.

Não levou ainda em conta quase duas dezenas de 'reclamações fundamentadas' apresentadas atempadamente no Gabinete de Apoio ao Munícipe durante o período de discussão pública - nem sequer emitiu qualquer resposta ainda que negativa em relação às mesmas - e passou o referido terreno de domínio público para privado cedendo-o a seguir ao Moto clube.

Para 'facilitar' o nebuloso processo e obter a aprovação expedita quer da Câmara quer da Assembleia Municipal, escondeu dos vereadores e dos deputados da oposição a discordância clara de todos os moradores bem como os documentos atrás mencionados.

 

* Esteve muito mal o presidente da Câmara, que representando todos os munícipes se esqueceu de um vasto conjunto de alfenenses que vivendo numa zona massacrada pelo atravessamento do seu território pelo então IC24 e agora A41 e onde equipamentos (áreas ajardinadas, parque infantil e outros são 'mordomias' que escasseiam ou simplesmente não existem. Mereceriam claramente (muito) mais atenção da sua parte;

 

* Esteve muito mal também o presidente da Junta de Freguesia de Alfena - a autarquia mais próxima e portanto, aquela que deveria estar mais atenta aos seus fregueses - que privilegiou um grupo de amigos (o Moto clube de Alfena) em desfavor daqueles para os quais o terreno se destinava.

(Importa lembrar que a primeira sugestão apresentada na Câmara, à qual se seguiu o pedido formal do Moto Clube, foi apresentada pelo presidente da Junta de Freguesia);

 

Mas apesar de todas estas lamentáveis atitudes e do estado avançado em que se encontra o projecto da nova sede da referida associação - projecto esse e segundo julgamos saber custeado inclusivamente pela própria Câmara - ainda nada é definitivo:

 

- A oposição começa a movimentar-se exigindo a clarificação desta situação.

 

* A CDU na Assembleia Municipal apresentou na última sessão pública a sua posição sobe a actuação da Câmara e sugere mesmo que esta reveja a cedência e encontre um terreno alternativo (que não prejudique as expectativas do Moto Clube de Alfena - que no fundo é aquela que menos culpa, ou nenhuma mesmo, tem neste nebuloso processo).

ver recortes da Acta da última Assembleia.

Captura de ecrã 2018-09-17, às 14.59.11.png 

Captura de ecrã 2018-09-18, às 00.40.49.png 

Captura de ecrã 2018-09-17, às 14.55.19.png

Captura de ecrã 2018-09-17, às 14.52.30.png

(...)

- Por outro lado, a regularidade na aprovação do projecto da referida obra estará sempre dependente da verificação dos alinhamentos das construções consolidadas no local e de as mesmas estarem devidamente legalizadas, situação que está longe de corresponder à realidade...

 

- Em última instância, o envio de todo o processo - que felizmente está muito bem documentado - para o Ministério Público, poderá conseguir aquilo que o 'poder local democrático' (?) não teve o cuidado de fazer.

 

Poderá mesmo no limite, levar à perda de mandato do Presidente da Câmara.

 

No próximo dia 27 de Setembro tem lugar (em Campo) uma Assembleia Municipal descentralizada onde seguramente este assunto será de novo abordado.

 

Ver recorte seguinte.

Captura de ecrã 2018-09-17, às 14.43.58.png

(...)

______________________

PSAté pode soar ligeiramente a estranho o que vou dizer mas, continuando a ser tecnicamente possível a reversão ou a alteração do processo de cedência  gostaria que, quer o presidente da Câmara quer o presidente da Junta de freguesia de Alfena, 'metessem a mão na consciência' e pensassem no que é mais importante para o interesse comum dos alfenenses - e melhor servirá também os seus respeitáveis interesses políticos no que toca às suas (expectáveis e compreensíveis) ambições futuras...

 

 

 

 

publicado às 14:00

FÉRIAS (CÁ DENTRO)...

Quando se fala de férias é quase instantânea a ligação mental que se faz com o contexto 'beira-mar' mais ou menos 'chic' - dependente sempre do poder de compra e disponibilidade da agenda de cada um...

Algarve - de facto, cada vez mais 'Allgarve'... - e daí para cima, a enorme variedade de areais pejados de bronzes, com bandeiras mais ou menos azuis, com mais ou menos centímetros quadrados de areia 'per capita', com mais ou menos graus da temperatura líquida, mais ou menos vento norte, são as opções para quem se dispõe a ficar cá dentro.

Para os exibicionistas das redes sociais que gostam de partilhar coisas do género "olha eu aqui em (não sei onde) a estrelar ao sol", existem também opções 'baratíssimas' que podem ir de Espanha (Ibiza, Benidorme, Lanzarote...) até um pouco mais longe (Cuba (Varadero, Trinidad, Santiago...) entre muitos outros exemplos - passe a publicidade que ninguém me paga...

Mas se formos a ver bem, quanta desta gente que partilha imagens apelativas de fazer inveja ao pãozinho bem torrado onde só falta pôr manteiga, não conhece o bom que existe para se desfrutar neste nosso Portugal! 

 

'Fora de rota'? Talvez, mas quem não gosta de uma boa saída de estrada para quebrar de vez em quando a monotonia das 3 vias de alcatrão sem fim ou do ronronar dos motores do voo low cost que nos faz cruzar oceanos e onde o espaço que nos reservam nos remete cada vez mais para a posição fetal de outros tempos?

Deixo aqui uma boa experiência - uma breve escapadinha - que este ano me calhou em sorte fruir...

 

QUINTA DA TEIMOSA, AQUI, ainda AQUI e também AQUI em Milagres, Cambeses, Monção - um negócio familiar ligado ao conceito do agroturismo e inserido numa propriedade onde se produz uma marca também familiar de vinho Alvarinho - o MILACRUS.

 

A vinha foi renovada este ano (ver algumas imagens) e o 'Milacrus' disponível para venda,  uma interessante combinação fonética entre o nome da localidade, Milagres e o apelido do proprietário da quinta, Pedro Cruz, reporta-se às produções até 2017. Daqui a 2/3 anos, a marca e a qualidade terão a continuidade assegurada e quiçá melhorada - porque a juventude das cepas neste caso serão certamente uma mais-valia. 

 

Parabéns Pedro e Sónia, pela qualidade do serviço e pela simpatia agregada!

As boas experiências são para ser partilhadas...

 

Captura de ecrã 2018-09-11, às 17.42.25.png

IMG_2239.jpg

IMG_2238.jpg

Captura de ecrã 2018-09-11, às 17.39.01.png

Captura de ecrã 2018-09-11, às 17.40.55.png

Captura de ecrã 2018-09-11, às 17.31.28.png

Captura de ecrã 2018-09-11, às 17.31.51.png

Captura de ecrã 2018-09-11, às 17.32.24.png

Captura de ecrã 2018-09-11, às 17.34.07.png

Captura de ecrã 2018-09-11, às 17.53.33.png

IMG_2255.jpg

IMG_2264.jpg

IMG_2262.jpg

IMG_2263.jpg

IMG_2264.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado às 16:22

CÂMARA DE VALONGO EM MODO MAIORIA ABSOLUTA(mente) DEPLORÁVEL...

20180906_104711.jpg

 

Hoje foi dia de reunião pública de Câmara - em Valongo, às 10:30 e... muitos minutos de atraso.

 

Alguém - que não se tenha dado ao trabalho de ligar previamente para o Gabinete de Apoio ao Munícipe - sabia desta reunião?

Eu também não!

 

* Uma Câmara que gasta dezenas de milhar de euros em publicidade encapotada em jornais locais, regionais e nacionais para se auto-promover não se dá ao trabalho de manter o 'site da Internet do Município - https://www.cm-valongo.pt - devidamente actualizado e com os anúncios que verdadeiramente interessam aos munícipes, como é o caso das reuniões de Câmara e da Assembleia Municipal, entre outros!

 

* Uma Câmara que mantém 4 vereadores a tempo inteiro e 2  a meio tempo, não tem tempo nem o respeito para com os munícipes de começar, uma vez que seja, as reuniões públicas a tempo e horas, como foi o caso da de hoje!

 

* Uma Câmara que promete fazer mais pelos seus munícipes do que aquilo que foi feito nos tempos 'da outra senhora' (antes de 2013) mantém a maioria ruas do Concelho em estado lastimável e grande parte dos passeios esburacados ou de configuração pouco amigável - os que existem evidentemente porque dos outros, dos que se prometeu construir, continuamos à espera...

 

* Um presidente de Câmara que prometeu maior proximidade e até reservou um dia da semana para atender aos pedidos de audiência dos seus munícipes, mantém uma longa "lista não oficial e secreta" de inscritos aos quais não dá resposta...

 

* Uma Câmara que, sabendo do défice de equipamentos colectivos em todo o Concelho - pequenos espaços de lazer ou desporto, parque infantis, etc., cede por 50 anos o último terreno resultante das cedências no âmbito da urbanização existente ao lado da rotunda da A41 em Alfena (junto ao restaurante 'D. Garfo' à Associação (muito respeitável seguramente e não é isso que está em causa) Moto Clube de Alfena para ali construir a sua nova sede e ainda paga - pagamos todos nós - os custos com a elaboração do projecto!

 

* Uma Câmara que tanto criticou a "outra senhora" pelas relações de compadrio que desenvolveu e manteve durante anos com algumas 'associações do regime' sabe que, na mesma urbanização atrás referida, existe um terreno cedido há vários anos à AVA - Associação Viver Alfena,  de que foi presidente a actual vereadora Manuela Duarte, afim de nele construir a sua sede, mas que se mantém até agora desocupado e ao abandono, porque na verdade apenas teve a finalidade de constituir património que justificasse à altura o reconhecimento da mesma como IPSS!

 

(Não se justificaria neste caso de consolidado desinteresse, utilizar a figura da 'reversão' do processo de cedência?)

 

Esta é a autarquia, este é o presidente, estes são os vereadores a quem os valonguenses deram a maioria absoluta em 2017, uma maioria que se assume como socialista e muito transparente, por oposição às cores da 'outra senhora' e à (alegadamente) menor transparência de procedimentos de então. Lamentavelmente e em muitos aspectos, que posso detalhar num outro momento, tenho de reconhecer que o Povo tem uma enorme sabedoria quando diz que "atrás de mim virá...".

Não chego (ainda) ao ponto de interpretar à letra o ditado popular mas pelo caminho que as coisa levam...

 

Esta é a autarquia que (alegadamente) caminha em velocidade de cruzeiro para um terceiro mandato de José Manuel Ribeiro - o mandato que lhe dará direito à tal reforma antecipada de 'tonalidade levemente dourada'...

__________

PS: Esta publicação teve pelo menos um mérito: demonstrar que na Câmara seguem - continuam a seguir - o meu Blogue. Tanto assim é, que logo a seguir à publicação do 'post', lá apareceu no site do Município a ordem de trabalhos para a reunião de hoje. A destempo, evidentemente e sem qualquer utilidade...

publicado às 18:48

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D