Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO - "OPERAÇÃO MÃOS LIMPAS"

Sabemos que o executivo da Câmara anda atarefado às voltas com a reformulação do "plano de saneamento financeiro" que a oposição chumbou recentemente.

Sabemos que as condições postas por uma parte dessa mesma Oposição para  sequer equacionar a aprovação de uma qualquer versão revista e corrigida deste plano, são difíceis, implicam compromissos também difíceis de tomar e sobretudo, implicam que o "pai do monstro" se chegue à frente e diga o que tem de ser dito: "estamos numa situação de descalabro financeiro e a responsabilidade pela mesma,  é inteiramente minha".

Por alguns ecos que nos chegam do "interior do reduto", os estrategas estão como dizia o outro, "a trabalhar 24 horas por dia e às vezes também à noite" e a darem o seu melhor para "dourar a pílula" que tudo indica, se preparam para engolir...

Faz por isso todo o sentido que nos questionemos relativamente ao que será melhor para os Valonguenses: Se a aprovação da tal "versão amarga" do referido plano - admitamos até que com a quase totalidade das condições impostas pela Coragem de Mudar - ou se pelo contrário, conhecendo nós como conhecemos Fernando Melo, perito em contornar todas as possíveis e imaginárias diminuições de poder que lhe venham a ser impostas, não seria preferível romper definitivamente com esta indefinição de "nem o pai morre nem a gente almoça" e criar as condições para a entrada do "FMI" (as Finanças) previsto na Lei das Finanças Locais...

É que se assim não for, é seguro que de uma forma ou de outra, iremos continuar a assistir ao autêntico festim que conduziu à actual crise, porventura com mais cautela, menos exposição e algumas manobras tácticas de ocultação: O uso e o abuso dos cartões de crédito, da atribuição de "viatura de serviço" a todos os "boys and girls" e "afilhados", execução de obras de fachada condicionadas pelos momentos eleitorais, continuação do recurso sistemático aos contratos por ajuste directo...

Além do mais, é muito mau presságio para o futuro de qualquer "plano de saneamento financeiro" constatarmos que o nosso "mais dilecto de todos os Vereadores" já anda no terreno - no terreno empresarial, obviamente - a dar o referido Plano como adquirido e a ganhar alguns credores da Câmara para abdicarem "solidariamente" de uma "pequena percentagem" dos seus créditos a qual alegadamente serviria para custear algumas "operações de desbloqueio" (?)


PS: Ah! E tal como há pouco mais de um ano atrás o anúncio da sua "morte" foi obviamente excessivo, também a sua auto-promoção (junto das "forças vivas") como "futuro presidente de Câmara" o é...

 

publicado às 21:04

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D