Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO - "VIOLADORES" COMPULSIVOS...

Não vão ser fáceis os tempos que se avizinham para os membros do executivo da nossa Câmara, habituados como estavam a gastar "à tripa forra", pagando promessas eleitorais, favorecendo correligionários e amigos, fazendo uma gestão selectiva dos projectos, de acordo com as "cores" dos principais beneficiados com a execução dos mesmos.

Até há algum tempo atrás, conseguiram ir empurrando a dívida para a frente com as respectivas barrigas, mas a partir do momento em que deixou de haver espaço para empurrar mais - porque à frente havia apenas abismo, então tiveram que "descer à terra" e começar a fazer como o cidadão comum em situações idênticas: procurar crédito e... "avalistas" para o conseguir.

O crédito até conseguiram encontrá-lo, já quanto aos "avalistas" a coisa foi bem mais difícil, porque ser "fiador" é coisa séria e não é qualquer um que em quaisquer condições, se dispõe a  aceitar dar uma "cobertura" desta dimensão.

Mas enfim, tanto negociaram, tanto "marralharam" para usar um termo muito popular entre os feirantes - que também os há entre eles - que finalmente conseguiram com um mínimo de compromissos e de garantias um "fiador" para o dito Plano de saneamento financeiro. Só que a "manta" vai ser pequena demais para cobrir tantos "corpos" a morrerem de frio e haverá seguramente muito boa gente (fornecedores, prestadores de serviços, empresas que vivem quase exclusivamente dos negócios que fazem com a Câmara) que vai ter de continuar a ficar com os pés - ou a cabeça - a descoberto.

25 milhões de euro parecem muito dinheiro, mas a seu tempo se verá, que será muito pouco para a dimensão do buraco - e mesmo assim, se dermos como adquirido que o Plano venha a merecer a aprovação do Tribunal de Contas!

Claro que com o avontade - é o termo mais inócuo que consigo - que caracteriza Fernando Melo, ele dirá: "vão ter de esperar mais algum tempo. Afinal, quando se candidatam a projectos, vocês já entram com uma margem a contar com os atrazos..." - ele afinal até já disse isso numa reunião de Câmara...

Mas voltando ao Tribunal de Contas, não auguram nada de bom para esta aprovação as últimas violações ao referido Plano - o desrespeito pelas reduções impostas na negociação aos valores dos protocolos com as Juntas de freguesia e a última, a tentativa de adjudicação da obra das "feiras temáticas em Alfena" no valor aproximado de meio milhão de euros, que ontem tentaram adjudicar na Reunião pública de Câmara, mas que se viram obrigados a retirar da Ordem do Dia, como escrevi no artigo anterior...

Isto só vem provar a justeza das reservas e as cautelas que a Coragem de Mudar exigia quanto ao clausulado de um eventual acordo que foi solicitada a negociar para aprovação do referido Plano.

 

publicado às 17:01

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D