Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

REVISÃO DO PDM DE VALONGO - FIM DA LONGA "HIBERNAÇÃO"?

 

Em Valongo, os assuntos pendentes são - passe a publicidade - como as pilhas Duracell: duram, duram...

O processo de revisão do PDM de Valongo, esse então é um verdadeiro "caso de estudo" em termos de

longevidade!

Às vezes, dá-me para remexer no meu "baú" de velharias e quase sempre - tal como agora aconteceu - encontro coisas curiosas, assuntos sobre os quais escrevi e que pelas leis naturais do tempo, seria suposto terem já passado à história há muito tempo, passe o pleonasmo.

Desta vez, o "achado" parece-me bem adequado (ainda) actual, para reforçar o que acabo de dizer e foi escrito e publicado neste mesmo espaço em 23 de Outubro de 2009.

Já agora, e para que nos possamos solidarizar com a Comissão de Acompanhamento da Revisão do PDM e com o seguramente penoso e intenso trabalho que tem desenvolvido desde o início do processo e cuja composição a seguir se indica, seria útil, oportuno e transparente que se desse a possibilidade a todos os valonguenses de poderem consultar as actas e relatórios das dezenas - centenas talvez - de reuniões realizadas.


 

 (...)Aviso n.º 20479/2008
Nos termos do disposto no número 1, do artigo 5.º da Portaria
n.º 1474/2007, de 16 de Novembro, é constituída a Comissão de Acompanhamento
da Revisão do Plano Director Municipal de Valongo, que
integra um representante das seguintes entidades e serviços:
- Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte,
que preside;
- Assembleia Municipal de Valongo;
- Câmara Municipal de Valongo;
- Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade, IP;
- Agência Portuguesa do Ambiente;
- Administração de Região Hidrográfica do Norte, quando criada;
- Polícia de Segurança Pública;
- Guarda Nacional Republicana;
- Autoridade Nacional de Protecção Civil;
- Turismo de Portugal, IP;
- Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico;
- Direcção -Geral de Energia e Geologia;
- Instituto de Infra -estruturas Rodoviárias, IP;
- Estradas de Portugal, E. P. E. — Direcção de Estradas do Distrito
do Porto;
- Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, IP;
- Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte;
- Direcção -Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural;
- Delegação Regional do Norte do Instituto do Desporto de Portugal
- Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, IP;
- Instituto Geográfico Português;
- Administração Regional de Saúde do Norte;
- Direcção -Geral de Recursos Florestais — Circunscrição Florestal
do Norte;
- Direcção Regional de Economia do Norte;
- Direcção Regional da Cultura do Norte;
- Direcção Regional de Educação do Norte;
- Instituto Nacional de Aviação Civil;
- REFER — Rede Ferroviária Nacional;
- ICP — Autoridade Nacional de Comunicações;
- Rede Eléctrica Nacional;
- Câmara Municipal de Gondomar;
- Câmara Municipal da Maia;
- Câmara Municipal de Paredes;
- Câmara Municipal de Santo Tirso;
7 de Julho de 2008. — O Presidente, Carlos Cardoso Lage.


VALONGO, O PDM SENIL E OS "DIVIDENDOS" DAS EXCEPÇÕES...

"De vez em quando e de forma recorrente, a nossa vida autárquica agita-se com notícias sobre "alterações pontuais" feitas de forma cirúrgica para tornear os impedimentos de um PDM com "prazo de validade" já largamente ultrapassado, mas que apesar disso, continua em bolandas, à responsabilidade de uma Comissão de Acompanhamento constituída em 6 de Maio de 2008 e que ninguém sabe muito bem o que tem andado a fazer desde então relativamente às funções em que foi investida.

Até certa altura, eu imaginava os nossos valorosos autarcas a sofrerem horrores com esta ausência de resultados, cada vez que eram confrontados com a "colisão frontal" entre projectos bons para o Concelho e um PDM caduco "plantado no caminho" dos mesmos, a impedir a progressão das máquinas.

Mas houve um momento, em que se fez luz na minha mente e consegui compreender (como é que isto nunca me tinha ocorrido?) que esse "sofrimento atroz" não passava (não passa) afinal de pura encenação dado que a senilidade do PDM dá sempre uma margem de poder discricionário a quem tem de decidir sobre eventuais excepções alegadamente - ou mesmo sem ser alegadamente - com base no interesse relevante para o Município.

É que as excepções são sempre mais caras que a regra, para quem paga e mais rentáveis para quem decide sobre as mesmas!

Isto não explicará totalmente a estranha hibernação do PDM, mas que explicará muita coisa, disso não tenho dúvidas!

publicado às 19:49

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D