Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA - "TIREM LÁ ESSE COELHO DA CARTOLA"...

 

O assunto é importante e actual!

Vale a pena por isso citar uma vez mais ALFENA DA LIBERDADE.

O texto que se segue diz tudo sobre o tipo de gestores a quem os alfenenses resolveram confiar a maioria absoluta para presidir aos destinos da sua terra.

Os UPA têm legitimidade democrática? Claro que têm! Mas será que a merecem? A resposta é claramente Não!


"Na vã tentativa de esconder o despeito que o roía por ter falhado a paternidade da cidade, disse o Dr. Arnaldo, ilustre Verador da Câmara de Valongo, na sessão do Executivo do passado dia 7, que o Centro de Saúde iria ser construido em terreno propriedade da Junta .

Há aqui qualquer coisa que me não soa bem! Não é verdade que, nos últimos anos, ainda o Dr. Arnaldo era Presidente da Junta, se procurou, desesperadamente, um local para o efeito? Não é verdade que não houve um único alfenense, tantos deles eleitores dos UPA, que disponibilizasse, gratuitamente, uma nesga que fosse, de terreno para tal fim? Não é verdade que, desorçamentada já a verba para a construção, ainda se especulava com um terreno na segunda fase da urbanização da Quinta das Telheiras? Não é verdade que se falava, então, num terreno alternativo, cuja localização ciosamente se escondia para, dizia-se, a malvada oposição não estragar o negócio? Negócio? E, de repente, como que por artes mágicas, quiçá por vicentino milagre, eis que a Junta se descobre dona e senhora de um espaço capaz.

Claro que, agora, deverá ser um pouco tarde, pois local poderá haver, mas não há, com certeza, dinheiro para lá construir. O Estado está falido e a Câmara também.

O que me intriga é circunstância de, precisamente agora, aparecer a Junta com um terreno SEU! Não consta ter havido qualquer doação nem qualquer compra e, assim sendo, ou o terreno sempre existiu e os UPA vêm enganando, de há muito, a população alfenense ou a existência do terreno não passa de um embuste".

publicado às 22:20

2 comentários

  • Imagem de perfil

    cneves 27.04.2011

    Para não fugir à regra, o que se supõe venha a acontecer, é que "em cima da hora" será afixado um edital na sede da Junta a anunciar o que nos parece óbvio: o adiamento...
    Nada a que os alfenenses já não se venham a habituar, mas que será importante corrigir no futuro - desde logo, acabando com os motivos que obrigam aos adiamentos!
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D