Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

LIBERTEM O LEÇA JÁ! ALFENA MERECE...

 

Ainda a propósito da "requalificação" - é a nova designação oficial do querido líder para projecto que envolve o espaço sob o viaduto da A 41 - afinal uma nova e inócua área lúdica, de laser e de convívio, tão acerrimamente defendida pelos nossos dinâmicos autarcas alfenenses e o seu representante avançado na Câmara de Valongo - assunto mais uma vez puxado para o debate, na última reunião pública de Junta - importa colocar aqui os necessários - apesar do novo acordo ortográfico - "pontos nos ii":

O querido líder quer requalificar? Mas então, porque permitiu que as centenas de toneladas de entulho vindas de um desaterro que nós sabemos que ele sabe que nós sabemos onde é, fossem ali depositadas? E a deposição desse entulho mesmo até ao limite da margem do Leça é legal? E se não é, quais foram as contrapartidas do empresário para este "fechar de olhos" à ilegalidade? E se o projecto para o tal "espaço lúdico" não avançar - quanto mais não seja, porque a situação financeira da Câmara é aquela que todos sabemos - quem pagará a sua remoção? E se não houvesse ali tanto entulho, alguém teria coragem de lhe acrescentar mais uns quantos montículos de lixo urbano, como actualmente se pode constatar?

Mas chega de interrogações às quais seguramente o querido líder não irá nunca responder.

O que está verdadeiramente em causa naquele espaço, é saber - para usar a conhecida frase - se "a mulher é mesmo alheia", antes de iniciarmos os "preliminares" para lhe fazermos "o tal filho"!

Mas se o problema é mesmo só requalificar - no sentido estrito da palavra - isto é, arrumar, limpar, repor no seu estado inicial, quem somos nós para dizer que não? Julgo que até os próprios expropriados agradeceriam: Afinal, se os terrenos sobrantes  da construção do Viaduto tiverem de lhes ser devolvidos, isso teria mesmo de ser feito!

Como se constata pela foto, a "mulher alheia" está de tal maneira desmazelada, que não sei como é que o "sex appeal" vai funcionar...

Já não chegam os outros atentados todos de que temos vindo a falar - um deles é o terreno da Junta(?) na encosta da Ribeira de Tabãos, por exemplo?

publicado às 23:04

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D