Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA - TERRA DE OVNIS E CAVALOS DE TRÓIA...

Nem sequer se torna necessário recorrer à chamada "informação privilegiada" para nos apercebermos de certo tipo de movimentações de bastidores na Câmara de Valongo e que - estranho? - já têm em vista a corrida ao cadeirão que Fernando Melo vai deixar vago no final de mandato - se se conseguir "aguentar das canetas" até lá, que a geriatria não é uma ciência exacta e não nos permite (ainda) chegar a este tipo de precisão no diagnóstico...

Já andam por aí uns certos encenadores com argumento encomendado, a ensaiar uma espécie de "acto zero", ou se quiserem, a ante estreia de uma peça que já tínhamos antecipado, mas que de facto, nunca imaginamos que fosse encenada com tanta antecedência.

Diz a "vox populi" - por enquanto apenas em versão consortes à mesa da pastelaria mas num tom suficientemente alto, para que não se confinem ao metro quadrado da dita mesa - que "do que a Câmara precisa mesmo, é de um projecto UpA (Unidos por Alfena) em formato Municipal.

Claro que por enquanto, este tipo de conversas se assemelha mais àqueles "balões sonda" atmosféricos, que se lançam para espaço com o objectivo de recolherem dados relevantes que permitam tomar determinado tipo de decisões. Por enquanto...

Ninguém entra nas mentes dos eventuais catequizados, mas que a mensagem tenta fazer o seu percurso isso tenta.

E também não será difícil adivinhar onde se situa o epicentro do esforço catequizador:

Em Alfena, obviamente!

Alfena tem "grandes e lucrativos projectos" parados há imenso tempo - dizem até os mais exagerados, que em adiantado processo  de fossilização - e todas a gente sabe que "tempo é dinheiro".

Só que Alfena investiu demasiado num cavalo de Tróia que até agora, se limitou a entrar no reduto e pouco mais.

E isto, porque os estrategas se esqueceram da parte principal da lenda e mandaram para Vallis Longus um cavalo vazio - vazio de ideias, vazio de projectos e sobretudo e mais importante do que isso, vazio de soldados!

Agora - talvez tarde demais - estão a tentar reconstituir a lenda e levar os soldados até ao ventre oco do artefacto.

Não sei se o vão conseguir, não sei sequer se arranjarão em tempo útil  soldados suficientes para isso, mas que se nota o empenho, isso nota!

Falta apenas dizer que no interior do reduto onde o artefacto conseguiu entrar mas jaz inútil, existem dois súper Vereadores que, vá-se lá saber como e com que mágicos poderes, têm conseguido vetar as "soluções" para o desenvolvimento de Alfena e quiçá também, para o fim do desemprego, da fome, das carências de toda a ordem que se constatam por estas bandas...

Ou os votos deles valem mais que os dos restantes - incluindo o do artefacto - ou alguém anda a contar uma história errada ao Povo.

 

publicado às 23:18

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D