Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA - TERRA DE "PODEROSÍSSIMAS" MINORIAS...

Não estive na última sessão de pública da Junta, mas no dizer de um dos habituais assistentes, tratou-se da mais um comício dos UpA.

Nada que me surpreenda, porque tirando alguns ingénuos alfenenses - já menos no último acto eleitoral do que no anterior - todos sabíamos o que nos esperava: continuarmos a ouvir falar até à exaustão, dos "grandes" projectos vertidos naquele desdobrável editado em papel de qualidade dias antes do acto eleitoral e nas promessas repetidas vezes sem conta nas acções de campanha, até à próxima campanha e assim sucessivamente até que nos cansemos e ganhemos coragem para quebrar este circulo vicioso.

É que os actos, são coisas concretas: Vêm-se, sentem-se-lhes os efeitos, retiram-se deles eventuais vantagens.

Já quanto aos projectos, são exactamente issomesmo: meras intenções - envolvendo às vezes ou quase sempre uma boa dose de reserva mental e deles não resulta nada de significativo ou relevante para aqueles a quem os mesmos se dirigem.

Esse é o estado actual da autarquia de Alfena, onde as "grandes obras" se limitam a um ou outro desfile temático - carnaval, motards, carros antigos, uma ou outra exposição ou uma pequena festinha para as crianças, às vezes em condições que nem sempre são as ideais, para que o Centro Cultural não fique totalmente "às moscas" - e pouco mais.

Ora quando não se tem actos concretos sobre que falar só se podem fazer comícios, porque nesses sim, bastam apenas as palavras.

E não adianta continuar a invocar a desculpa de que a oposição boicota, estorva, complica, porque no caso da Freguesia, a oposição resume-se a 2 elementos que "estorvam" - a Coragem de Mudar - e 3 que se abtêm, mesmo em relação a propostas por si apresentadas - o Partido Socialista.

Já quanto à oposição na Câmara - e relativamente a eventuais projectos relevantes para Alfena - a coisa passa-se mais ou menos da mesma forma.

Ora invocar o papel da oposição minoritária da Coragem de Mudar ou da do PS, indiferente e mesmo colaborante, para justificar a não concretização dos "grandes projectos", é argumento que já não cola!

 

publicado às 14:51

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D