Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

BOÇALIDADES...

Ainda a propósito da última Assembleia de Freguesia, uma pequena nota para destacar o comportamento a roçar a boçalidade por parte de alguns elementos do executivo.

Nada que nos surpreenda por aí além, face a experiência que já vamos acumulando em relação a comportamentos anteriores, mas ontem notou-se sobretudo uma voz que repetia em surdina para os seus pares uma a palavra "idem" - pronunciada pelo deputado da Coragem de Mudar, Sr. Avelino de Sousa ao ler um documento.

A segunda figura do executivo resolveu fazer de "caixinha de eco" e daí nem viria nenhum mal ao mundo, se ele - e os pares contagiados por ele - não acompanhassem essa repetição provocatória, com sorrisos trocistas. Distraídos com o divertimento, esqueceram-se talvez que estavam em cima do palco e portanto, num local bastante exposto... 

Já uma vez o presidente se referiu à condição de ex emigrante do referido deputado, de forma vexatória, como se aqueles que regressam à sua terra após longos anos de emigração, tivessem de realizar uma espécie de "período de nojo" para readquirirem os direitos à cidadania plena.

E agora, até uma ou outra  esporádica dificuldade de leitura ou de pronúncia que por vezes se faz notar, é para eles, motivo de gáudio e de troça...

Infelizmente, não tivemos a oportunidade de eleger nenhum deputado formado na "faculdade do porco no espeto e da carne assada". Estaremos pois a este nível, em desvantagem relativamente aos UpA, porque essa é uma "escola" onde pelos vistos, se aprende muito.

De uma coisa eles podem estar certos: no Grupo independente que tanto os tem apoquentado, os documentos lidos e apresentados à Assembleia, são preparados e discutidos colectivamente e não emanam simplesmente da caneta inspirada de nenhum "caudilho" que nos faça esse trabalho - nem aceitaríamos que isso pudesse acontecer.

Por outro lado, neste País que tem "bocadinhos" dele espalhados por várias Ilhas, por vários  Continentes é natural que existam diferenças culturais, maneiras de falar específicas, formas de pronúncia características, mas nunca vimos os nossos deputados da Nação por exemplo - talvez porque mais civilizados - descerem ao nível boçal dos nossos UpA, sempre que um deputado "Açorieno" ou "Madeirance" fala no nosso Parlamento.

São formas de estar que não se aprendem na escola, mas os cargos em que momentâneamente estão investidos, deveria torná-los mais circunspectos e menos ostensivos na sua boçalidade!

Registamos para "memória futura" este pequeno e deprimente episódio envolvendo gente pequena que a História rapidamente esquecerá...

 

publicado às 18:36

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D