Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

OS VIOLADORES DE... DIREITOS

É uma coisa que não se consegue explicar - cheguei até a pensar que seria um qualquer problema de índole pessoal - mas são várias as referências que me chegam no mesmo sentido e que, pelo menos a este nível, me deixam um pouco menos preocupado:

Só de ouvirmos pronunciar o acrónimo FMI, sentimos uma espécie de calafrio e uma forte sensação de desconforto.

Há até quem confesse - numa espécie de adaptação à velha frase do "homem do saco" - já ter pronunciado as três sinistras letrinhas para obrigar os filhos a comer a sopa!

Por isso é que o passo que hoje foi dado é importante no sentido de retirar alguma carga negativa - à sigla obviamente, que quanto à Organização propriamente dita, pouco mudará: 

A nomeação para o cargo de director-geral, de uma dama, a francesa Christine Lagarde, o que desde logo induz na mente do cidadão comum alguma descompressão.

E isto, apesar de um certo ar de "dama de ferro" que caracteriza a senhora.

Mesmo assim, estou convencido que nas muitas deslocações que será obrigada a fazer, nas múltiplas reuniões - por vezes à porta fechada - em que seguramente se verá envolvida, nas inúmeras suites presidenciais dos vários hotéis de cinco estrelas onde por via das mesmas se verá obrigada a pernoitar, o efeito que provocará naqueles com quem terá de contactar, será seguramente menos assustador do que o que era suscitado pelo seu antecessor compatriota, Dominique Strauss-Kahn - um homem com fama de muito duro e ao que parece, fazendo verdadeiro jus ao termo no seu sentido literal.

A princípio, pensava-se que certos comportamentos condenáveis dos quis tem vindo a ser acusado e que levaram à sua suspensão de funções e agora, à sua substituição definitiva, viria na mesma linha de certos senhores feudais em relação aos seus escravos ou serviçais menores, sobre os quais entendiam ter o direito de propriedade plena.

Mas parece que afinal a "dureza" do homem não se ficava por aí e se estendia a outros estratos sociais, de que o último exemplo conhecido, é uma jornalista e também compatriota.

Ainda bem que nas negociações com Portugal com o objectivo de definir o número de furos que vamos ter de fazer nos respectivos cintos - furos no sentido do aperto, obviamente - esteve sempre envolvida uma "troika" - aliás o homem já não estava em funções - caso contrário, não sabemos o que poderia ter acontecido a uma qualquer compatriota nossa que com ele tivesse de privar mais de perto...

Tenho no entanto uma teoria:

A tendência sistemática do FMI para a prática das mais variadas "sevícias" sobre os seres humanos dos vários países onde intervém, não é uma aberração exclusivamente atribuível aos seus directores-gerais e também não tem de existir sempre "contacto físico" - ou tentativa do mesmo - para que nos sintamos "violados"

Por isso e apesar das naturais limitações da senhora em relação ao seu antecessor, vamos continuar a ouvir falar de "violações" por parte do FMI!

 

publicado às 12:00

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D