Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

APLAUSOS NÃO! - APENAS SEREMOS MAIS PARCOS NOS ASSOBIOS...



É que é preciso ter mesmo muita "cara de pau" para teorizar desta forma sobre este assunto - importante sem dúvida para todos os alfenenses - omitindo os erros passados e a promiscuidade entre o poder local (da freguesia e da Câmara) e os especuladores - os mesmos que ainda por aí rodopiam - à altura em que andávamos às voltas com o projecto da Quinta do Bandeirinha.

E nem sequer os actuais detentores do poder têm margem de manobra para alegar que isso foi noutro mandato e com outros actores, porque o cenário é o mesmo e a única "diferença" é que alguns dos verdadeiros responsáveis pelo malogro, mudaram apenas a sua posição no "tabuleiro de jogo".

É preciso pensar que os alfenenses são uns ingénuos - ou então, uns pobres de uns atrasados mentais - que podem ser manipulados desta forma!

A omissão grave que este "embandeirar em arco" pretende disfarçar, é o facto de terem "dinamitado" o projecto da Quinta do Bandeirinha - os Eusébios só forneceram os "explosivos" mas os verdadeiros "criminosos", aqueles que "construíram o engenho e carregaram no botão" a seguir continuam por aí assobiando para o ar, ou então como agora, vão ao cúmulo de desta forma quase "pornográfica", virem-nos para aqui  "arrotar postas de pescada"! 

É que convém que nenhum alfenense se esqueça e lhes lembre isso na altura certa, que a sua acção "criminosa" pode ter colocado definitivamente em causa a construção da nossa Unidade de Saúde:

De facto, ninguém desconhece o contexto em que o País vive, com imposições que nos obrigam a cortar em coisas verdadeiramente essenciais - entre as quais, pode muito bem e infelizmente incluir-se a construção da nova Unidade de Saúde de Alfena!

E já o disse anteriormente, mas acho que não ficará mal voltar a repeti-lo:

Não mandem erigir nenhuma estátua, nem sequer um modesto busto para homenagear quem quer que seja, pois o "protocolo de cedência" com que "enchem a boca", é apenas e só um negócio - vantajoso para as duas partes sem dúvida, mas não de forma igual. E não é preciso ser licenciado em qualquer das áreas que permitem estudar à lupa projectos como este, para se descobrir quem é que ganhará mais com o mesmo.

Mais isso agora não importa! Já que fizeram "porcaria" no passado recente, não deixem que esta nova oportunidade vá também por água abaixo - embora neste caso por razões de natureza extrínseca.

Arregacem as mangas, desunhem-se, ultrapassem as vossas próprias capacidades e vençam as limitações que todos vos conhecemos, mas desta vez não falhem!

E quanto aos aplausos que indirectamente nos estão a pedir, esqueçam! Seremos apenas  - e só desta vez - mais comedidos nos assobios...

 

 

publicado às 22:07

2 comentários

  • Imagem de perfil

    cneves 25.07.2011

    Uma vez mais registo o facto de continuarem a privilegiar-me com comentários que ultrapassam - pelo conteúdo, pelo detalhe, pela fundamentação - a importância do assunto comentado.
    É o caso do anterior, enviado em duas partes pelo amigo Sr. Silva Pereira, a quem desde já agradeço.
    Muito obrigado...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D