Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

SERVIÇO PÚBLICO - REUNIÃO PÚBLICA JF DE ALFENA

Na próxima reunião pública de Junta (ver edital abaixo) regressados de férias e com as baterias totalmente recarregadas, teremos seguramente a oportunidade de constatar que os nossos dinâmicos e batalhadores autarcas não se terão limitado a torrar num qualquer areal à beira mar plantado - isto, porque todos sabemos que Alfena lhes preenche os pensamentos quase a tempo inteiro - e vão, tenho a certeza dar-nos conta dos múltiplos projectos que vão atormentando as suas noites de insónia e que têm mantido até ao momento, em "stand bye".

É do senso comum, que manter "cozinhados" importantes demasiado tempo no fogão, ainda que apenas em moderado "lume brando" pode resultar em que os mesmos acabem estorricados...

Acontece que mesmo com a chama no mínimo, existe consumo de energia, mas por outro lado, os tempos que correm não vão de feição a que se possa terminar a confecção dos mesmos devidamente apurada e de acordo com as "boas práticas culinárias" em uso no Burgo. 

O problema é pois, o de ter prometido demasiado e a demasiada gente, que iriam ter uma mesa farta e agora, face à conjuntura, se corre o risco de ter de lhes apresentar (apenas) uns vulgares salgadinhos para tentar ir entretendo até às eleições.

Não sei não! Esta gente de que falo, é de muito alimento e pelo "roncar" do respectivos bandulhos - que já se começa a fazer ouvir - duvido que haja lábia suficiente para os aguentar até lá com "pastéis de bacalhau e fatias transparentes de queijo".

Eu diria que estamos numa espécie de ponto de viragem em que o dilema dos nossos dinâmicos autarcas é um pouco como o daquela conhecida frase brasileira: "se correr o bicho pega, se ficar o bicho come".

Veremos pois...


publicado às 13:15

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D