Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

"NÃO HÁ ALMOÇOS GRÁTIS" - E MUITO MENOS EM ALFENA...

Sei que aquilo que vou escrever, é politicamente incorrecto, sobretudo, porque toca numa área sensível e mexe com interesses respeitáveis de um estracto da nossa população que nos deve merecer toda a atenção e todos os "mimos" que humanamente seja possível prodigalizar-lhes - a nossa população sénior, escalão em que eu próprio já me integro sem nenhum complexo.

No próximo dia 20 de Setembro e de acordo com o anunciado, a Junta de Freguesia vai organizar mais uma vez e a exemplo de anos anteriores, o habitual passeio.

Só que, como todos sabemos, este não é um ano "normal", nem as dificuldades que todos sentimos são aquelas a que infelizmente já nos vínhamos a habituar: Despedimentos, cortes de salários e subsídios, aumento de impostos e do preço dos transportes electricidade, gás, taxas moderadoras da saúde e sei lá que mais, são agravamentos dolorosos relativamente a uma situação que já doía demais!

A Câmara essa, está como todos sabemos, falida e não tarda nada terá que reduzir o número de chefias, despedir pessoal, cortar apoios, limitar o acesso aos equipamentos sociais (piscinas, pavilhões, etc).

Por todas estas razões, será que é uma medida de boa gestão manter o referido passeio anual?

Sabendo como sabemos, que são sobretudo os nossos idosos aqueles que mais sofrem com a crise instalada e que se irá ainda agravar, seria assim tão difícil convencê-los a prescindir este ano de um dia que acreditamos possa até ser diferente e bem agradável, mas exactamente por isso, os fará sentir ainda com mais intensidade o choque com a realidade que os espera no regresso e que continuará até ao próximo passeio?

Não prefeririam eles que o montante que a Junta vai gastar - e que não é pequeno, até porque como sabemos, o passeio não é só para os idosos mas também para a vasta "comitiva do costume", alguns com funções de apoio perfeitamente justificáveis, outros (apenas) pelas razões que nós sabemos - que esse valor fosse aplicado em apoios que às vezes escasseiam ou nem sequer existem?

Como se costuma dizer em altura de eleições, "não há almoços grátis" e este passeio e os "pequeno e grande almoço" incluídos, também não o serão!

Na altura das eleições, alguém vai seguramente encarregar-se de lembrar aos agora mimados (apenas) por um dia, a factura e a necessidade de a compensar com uma cruzinha no sítio "certo"

Termino como comecei: com a noção de que o que acabo de escrever é politicamente incorrecto em termos de estratégia política, mas mesmo assim assumo esse custo e tenho a certeza de que muitos dos beneficiados com o passeio estarão de acordo comigo!

publicado às 14:56

2 comentários

  • Imagem de perfil

    cneves 02.09.2011

    É como diz caro AM ... a cruzinha fala mais alto e depois, como os nossos seniores se deitam cedo - e fazem eles bem - e não estão para apanhar com as secas das reuniões públicas de Junta ou da Assembleia, esta é (quase) a única oportunidade que o executivo tem para fazer a sua acção psicossocial , tentando manter viva a "chama"...
    Abraço
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D