Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

O QUE É MEU NINGUÉM ME TIRA... (*)

 


 

Já falei do meu jardim há tempos atrás - a propósito de um poste da EDP que me me "plantaram" junto à minha japoneira predilecta.

Não é sobre isso que quero hoje escrever, mas já agora, relembro a dúvida que na altura me invadiu e que deu origem a duas reclamações a que a empresa respondeu negativamente e a duas queixas apresentadas ao Provedor do cliente - vão já quase dois meses - e sobre as quais nada me foi dito até ao momento - é este o tipo de "Provedores" que as empresas que prestam serviços públicos fingem ter e este o tipo de "trabalho" que os ditos aprentam em prole da alegada defesa dos consumidores:

Será que existe alguma lei que me obrigue a ceder gratuitamente um espaço que é privado, para instalar uma infra-estrutura que é pública e deveria ser instalada no passeio - do outro lado do muro?

Regressemos porém ao meu jardim, versão micro, na avaliação que eu faço sobre um espaço onde tenho de me limitar a assistir às corridas desenfreadas da caniche míni da família, porque o dito não daria, mesmo que me apetecesse fazê-lo, para a acompanhar e participar mais activamente nas suas brincadeiras.

Mesmo assim - e acho que também já o referi num outro post - ainda chega para uns quantos arbustos ornamentais e para uma oliveira centenária.

É sobre ela - ou melhor, sobre algo que tem a ver com ela - que hoje quero escrever.

Ao contrário de anos anteriores, em que foi demasiado avara na produção, este ano, excedeu-se em generosidade e presenteou-me com uma carga de azeitonas da espécie "bical" - aquelas de que mais gosto - as quais se começam a aproximar do ponto ideal para fazer o varejo, com o respectivo lençol velho estendido na relva para facilitar o aproveitamento total das mesmas.

Acontece que uma quantidade significativa da "produção" amadureceu mais cedo um pouco e comecei a notar que uns certos "predadores" com asas as andavam a roubar descaradamente à vista dos meus olhos.

Varejo excluído, devido ao atraso no desenvolvimento das restantes, resolvi fazer o óbvio - e obviamente mais trabalhoso também -  pegar um escadote adequado, um balde de plástico e uma dose de paciência à medida da tarefa e lá fui fazer uma colheita selectiva que me empatou uma horita bem medida e uma meia dúzia de mudanças de posição do referido escadote.

Colheita compensadora - mais de dois quilos - para a pequena amostra que representa em relação às que restam e que espero bem que resolvam amadurecer mais ou menos ao mesmo tempo, para me facilitar a tarefa.

Fiquei com a ideia de que o meu trabalho foi "sindicado" à distância pelos "predadores", mas com a minúcia com que o levei a cabo, pode ter ficado uma ou outra mais coradinha, esquecida atrás de algum ramo mais denso, mas não vão dar para se continuarem a banquetear como vinham fazendo nos últimos dias!

 

(*) Excepção para os roubos praticados pelo governo do País, os quais não consigo contornar...

 



publicado às 09:24

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D