Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - UMA AUTARQUIA DE BRINCADEIRA...

A ética manda que eu reproduza a seguir um e-mail do Deputado Municipal José Manuel Ribeiro a propósito - no fundo é mesmo isso -  da incompetência e da falta de sentido de responsabilidade, que grassa na nossa Câmara e que ontem, conduziu àquilo a que já chamei num outro post, uma "falsa partida" do Plano e de saneamento financeiro e do pedido de empréstimo que lhe está associado e que teve o caricato desenlace também já relatado.

Porque a verdade nunca tem duas versões, devo dizer à partida, que a questão da ilegalidade do ponto da Ordem do Dia referente ao pedido do empréstimo, foi suscitada pelo Deputado José Manuel Ribeiro e a seguir corroborada pelo nosso Deputado Castro Neves.

Perante certezas tão consistentes, suportadas inclusivé, por um parecer da Associação Nacional do Municípios Portugueses, a incerteza da maioria baqueou e não tiveram outro remédio senão interromper a Assembleia.

Aqui vai então o relato cronológico feito pelo próprio, das diligências que o Deputado José Manuel Ribeiro efectuou junto da Câmara e que se esta não fosse uma "autarquia de brincadeira" teriam evitado o caricato desenlace de ontem:


 

 

"Caro Celestino Neves,
 
Perdoe-me o atrevimento de lhe estar a remeter um conjunto de dados sobre a questão da deliberação que estava mal instruida, mas fui hoje alertado por um camarada meu de Alfena, que acompanha com muito interesse a sua ação civico-politica através do seu blog, e que também conhece os pormenores do "enredo" triste em torno da deliberação de autorização do pedido de contratação do empréstimo de 25 Milhões de Euros.
 
- No dia 14 de Outubro fiz um requerimento à CMV através da Mesa da AM, onde entre outras questões, questionava o executivo no ponto 7 sobre a fundamentação da referida deliberação (ainda não se tinha realizado a reunião da CMV),
 
- No dia 24 de Outubro de manhã, já depois da última reunião da CMV onde foi aprovada a referida deliberação com as abstenções do PS e da CM, recebo a resposta da CMV à questão em concreto, o que me deixou ainda mais confuso;
 
- No dia 24 de Outubro, remeto ao Presidente da Assembleia Municipal um pedido para solicitar com carácter de urgência um parecer à ANMP sobre a referida questão, ligando-lhe de seguida para o alertar para a situação;
 
- No dia 24 de Outubro, da parte da tarde remeto nova mensagem ao Presidente da Assembleia Municipal contendo 9 Acordãos do Tribunal de Contas, muito elucidativos sobre a necessidade de cumprir o disposto na Lei das Financas Locais;
 
- Ontem no final da tarde recebemos o parecer da ANMP dando total razão às nossas preocupações.
 
De todas estas comunicações foi dado sempre conhecimento a todas as bancadas representadas na Assembleia Municipal, bem como por telefone ao João Castro Neves.
 
Ontem, sugerimos ao Presidente da Assembleia e à Câmara que suspendesse a sessão da Assembleia até porque a situação começa a ser embaraçosa para todos nós, sem excepção, e houve algum bom senso.
 
Melhores cumprimentos,
 
José Manuel Ribeiro


PS: Como se pode constatar, quando as oposições em determinado ponto do seu percurso - que não tem necessariamente de ser igual, nem sequer idêntico - se encontram do lado da razão,  só temos que nos congratular com esse facto e reconhecer que a Democracia ainda é o menos imperfeito de todos os sistemas políticos...

 

publicado às 16:58

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D