Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA - A RELATIVA RAZÃO DOS "PEQUENOS TÍTERES"...

 

Foi bonito de se ver, na última Assembleia Municipal de Valongo, o "nosso presidente/homem de leis" (ou vice versa) a atirar-se à Câmara que nem gato a bofe...

(Já agora, não sei se repararam, mas o executivo alfenense esteve lá em peso e com acompanhantes - pelas minhas contas faltou apenas a pessoa que de todos eles mais trabalha - talvez exactamente por esse motivo!).

Se o MRPP "colheita" anos 70, versão Acácio Barreiros me permite - e não se ofende com a analogia - desta vez o homem utrapassou-os na "flatulência" discursiva!

"A Câmara que promete e não cumpre", a Câmara que gasta o que não tem para satisfazer vaidades pessoais, "o PUCCA está parado", "o pedido para a cedência da gestão do Centro Cultura não tem sido atendido", foram alguns dos mimos com que surpreendeu tudo e todos - que não a nós alfenenses, porque por um lado o conhecemos bem e por outro, porque ele já tinha avisado que um dia faria isto...

O Dr. Arnaldo, o vice presidente João Paulo e a Drª. Trindade (uma das visadas) encontravam-se na Mesa e - mera impressão minha? - mas apenas os dois últimos aparentaram genuína surpresa e nem se atreveram a reagir à altura, sendo que no caso do primeiro temos muitas dúvidas de que não estivesse previamente informado sobre o "ataque"!

É que quando a ligação é do tipo "unha com carne" aparentes afastamentos não passam quase sempre de meras encenações para plateia ver.

Uma coisa é certa: eles só muito remotamente podem acusar a Câmara de alguma coisa, por duas razões a saber:

Primeira: a Câmara está falida e eles já o sabiam quando deram o seu apoio a este executivo municipal!

Segunda: Ao contrário da Câmara, eles têm pé de meia constituído e algum provavelmente debaixo do colchão - colchão evidentemente no sentido figurado...

Ora as autarquias não devem gastar nem demais nem de menos, mas também não deve ser sua vocação constituir "pés de meia" para coisas que se hão-de fazer um dia, como é o caso assumido na última reunião pública de Junta: venda de terrenos nos cemitérios para amealhar com vistas à "futura sede da Junta" - sobretudo, sabendo nós a difícil contingência que os alfenenses enfrentam com as características do terreno de um deles e que se não for encarada de frente, pode conduzir a situações muito complicadas a médio, se não a curto prazo!

Mas já agora, e em relação ao "bombardeamento" do Dr. Palhau, uma certeza nós temos: É que apesar de todas as críticas que fazemos à Câmara, apesar de todos os defeitos que apontamos em relação à forma como é gerida, à falta de transparência com que por vezes lida ralativamente aos seus cidadãos nalgumas áreas específicas, ainda não os obriga a registar-se previamente para acederem a informação relevante publicada no site do município - como acontece em Terras de Alfena...

Por isso e pelos vários exemplos que infelizmente já conhecemos, é que não será difícil prever o que aconteceria se algum dia o Centro Cultural passasse a ser gerido pela (actual) Junta:

Por exemplo, a Coragem de Mudar nunca teria sido tratada com tanta isenção e sem nenhuma burocracia artificiosamente associada, quando solicitou a cedência do espaço para as duas sessões que ali efectuou no âmbito da discussão pública da excepção pontual ao PDM - e a Câmara até sabia que a discussão que ali iria ser feita nunca iria no sentido da defesa dos seus interesses!

Só para dar um pequeno exemplo que diz bem sobre o que seria a gestão deste espaço feita pelos pequenos títeres locais, basta dizer que nas Assembleias de Freguesia, eles "proíbem" o público que queira colocar questões à Mesa, de utilizar o microfone da sala!

 

 

publicado às 10:46

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D