Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

O "ENCLAVE" DE ALFENA (!) - OU NAS MARGENS DO LEÇA E DA LEI...

Ainda a propósito da última reunião pública da Junta de Freguesia de Alfena e do aterro na marginal do nosso Rio Leça a jusante da ponte de S. Lázaro...

Só para nos enquadrarmos no contexto da questão repescamos aqui as palavras do nosso presidente/homem de leis: "ainda não tínhamos concluído o (crime) e já cá tínhamos de novo a GNR (à perna)" - as partes entre parênteses são da minha responsabilidade.

Em Alfena às vezes temos a noção - errada no entanto - de que vivemos numa espécie de enclave à margem da Lei, onde uns podem fazer o que lhes apetece e outros não, onde uns se baseiam nas regras instituídas e outros se baseiam (apenas) nas "instituídas" nas suas mentes férteis - mas desenquadradas da dita Lei.

Imaginemos num pequeno exemplo reduzido a uma escala entendível, que todos os meus vizinhos que possuem terrenos confinantes com a margem direita do nosso Rio, por hipótese absurda, resolviam fingir que se chamavam Rogério e começavam a fazer o mesmo: construir muros e altear a cota dos seus quintais até ao nível da Rua da Várzea - começando no ponto visitado pelo SEPNA da GNR de Santo Tirso e terminando por exemplo, junto à nova ponte/Avenida Padre Nuno Cardoso...

Alguém acha que o conseguiriam? Alguém acredita que passassem da primeira hora de trabalho de máquina sem que alguém lhes embargasse a "obra" e os obrigasse a repôr tudo como estava antes?

Claro que era isso que aconteceria! Por uma razão simples: a Lei que se lhes aplicaria seria aquela que vale e não lei com "aspas" em uso na sede da nossa Junta de Freguesia - mas que de facto não vale!

 

(E ainda bem que não vale, senão, um qualquer destes dias, teria o nosso querido Leça a entrar-me casa adentro - sem pedir licença...)

As provas do "crime":

 

publicado às 10:21

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D