Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

JERÓNIMO MARTINS (LISBOA) - ACÇÃO DE CHARME PARA VALONGUENSES VEREM...

Por estas alturas, já os nossos ilustres e inúteis representantes municipais, vendedores de sonhos e de banha de cobra, promotores imobiliários indirectos, corruptos em potência ou em último grau - e eventualmente também,  alguma gente honesta - que não tenho a informação precisa sobre a composição da delegação completa - já devem ter terminado a acção de charme organizada pela Jerónimo Martins em Lisboa, para demonstrar por "A+B" a importância de passar por cima do "caso de polícia" que está a montante da sua pretensão de construir uma plataforma logística em Alfena.

Alguém roubou os alfenenses e o erário público, alguém atentou contra uma zona protegida, alguém engordou a sua conta bancária mais do que devia?

"Está bem, terão talvez razão para estarem zangados, mas esqueçam lá isso agora, porque o que nós vos oferecemos compensa todas essas ilegalidades! Venham ver como é lindo e cor de rosa este modelo à escala daquilo que queremos construir em Alfena! Vejam como têm um ar feliz as crianças dos nossos trabalhadores nesta creche-incubadora dos novos e futuros trabalhadores do nosso grupo e constatem também o ar de inefável felicidade dos próprios - dos actuais trabalhadores - por poderem mostrar à ilustre delegação valonguense, sem encenação, sem coreografia sem figurantes nem orientadores de figuração, como é diferente a forma de capitalismo que pretendemos oferecer-vos. E depois de terem visto tudo (o que vos deixamos ver) vão e espalhem a mensagem, convençam os mais renitentes e por último, silenciem simplesmente aqueles que não queiram ser convencidos"!

Neste momento - imagino eu - a delegação já se deve estar a preparar para regressar ao sítio de onde nunca deveria ter saído - porque se o assunto diz respeito a Alfena, deveria ser em Alfena que teria de ser discutido e publicitado! - eventualmente afobados todos,  com os simbólicos miminhos que é habitual oferecer-se nestas circunstâncias - eventualmente quem sabe, com algum daqueles saquinhos de "chá holandês" que aqui ainda não se podem comprar.

Temos a certeza, que na próxima reunião de Câmara, teremos a "fotografia" - já retocada e melhorada pelos milagres do photoshop - e depois, lá para Abril, altura da ordinária sessão da Assembleia Municipal - os cânticos de louvor ao projecto do agora mediático grupo luso-holandês, prosseguirão seguramente em crescendo.

Por mim, prefiro investigar primeiro a montante o "caso de polícia" - porque o crime não pode (nunca) compensar!

 

 

  

    

publicado às 15:45

2 comentários

  • Imagem de perfil

    cneves 20.01.2012

    Inteiramente de acordo!
    Já dei para o peditório de "sabe...eu bem queria, mas a correlação de forças e tal e nos Partidos as coisas são diferentes dos grupos independentes..."
    Basta de hipocrisia. Chegou o tempo de todas as clarificações! Quem diz que vai a votos, não pode ter medo de enfrentar os poderes instituídos - nem que sejam os do próprio Partido!
    A não ser que afinal, estejam todos de acordo...CN
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D