Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

WALL-E (num cinema "perto de mim...)

http://www.disney.pt/Filmes/Wall-E/index_pt.html

Vivemos num País (num mundo) completamente louco:

Desde logo, porque governado (o País e o mundo) por loucos cuja principal actividade parece limitar-se a infernizar o dia a dia dos “outros”, tarefa em que se aplicam pode dizer-se, a tempo inteiro pois mesmo quando vão de férias (com o dinheiro dos “outros”) mesmo nessa altura, vão seguramente aproveitar os momentos de “merecido” repouso para se possível, sofisticar ainda mais os métodos que lhes permitam eternizar-se na patriótica tarefa de continuarem a governar, a governar-se e a desgovernar o dinheiro e a vida dos “outros”!... Eventualmente com uma ou outra mediática sessão de jogging pelo meio, ou uma “enfadonha” estadia  a bordo de algum luxuoso iate, a convite de um qualquer atento e agradecido multimilionário (vá-se lá saber porquê...) que obviamente se esmerará na qualidade do serviço! 
E depois, regressam: retemperados, bronzeados, com as maquiavélicas baterias bem recarregadas e só não partem para formas mais extremas de governação – quiçá regressando ao eficaz método da grilheta e do chicote – porque com o crescimento demográfico e a consequente alteração dos métodos de produção, isso seria quase impossível:  Implicaria a existência de autênticos exércitos de capatazes, complexos industriais sufisticados para o fabrico de chicotes e siderurgias inteiras só para produzir o ferro das grilhetas…
Provavelmente há alguns séculos atrás ( há poucos anos atrás) muitos acreditaram ( nós acreditamos) que apesar da extensão dos danos, apesar da destruição galopante do habitat, apesar dos “sinais vitais” da espécie humana serem cada vez mais débeis, ainda seria possível reverter o processo...
Parece que afinal, lamentavelmente todos nos enganamos e o único com alguma hipótese de êxito, vai ser também o único sobrevivente – e porque não o precursor de um novo ciclo – o WALL-E!

Entre a realidade e a ficção e uma vez mais, parece distar apenas o “tal”pequeno passo – o do pequeno e irreverente WALL-E!

Que ele ao menos consiga limpar toda a porcaria antes que o novo Big-Bang inicie tudo de novo...    

publicado às 22:34

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D