Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

OS "TALIBANS" DO FUTEBOL

O árbitro Bruno Paixão e a família estavam a ser alvo de ameaças, sendo obrigados a abandonar a residência, escreve hoje o "Diário de Notícias".

Segundo a PSP, era fundamental a família deixar o domicílio, uma vez que as ameaças faziam clara alusão à rotina da filha, colocando em causa a sua segurança. 

As ameaças surgem na sequência da divulgação dos dados de 25 árbitros das ligas profissionais de futebol, que deixaram os próprios alarmados, após receberem chamadas anónimas e e-mails.  Em causa deverá estar a violação do sistema informático da APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol).

Tal como o "Expresso" noticiou esta semana os investigadores da Polícia Judiciária (PJ) já pediram "informalmente" ajuda ao FBI neste caso.

Recorde-se que na derrota do Sporting frente ao Gil Vicente, na passada segunda-feira, o árbitro foi fortemente criticado pelo presidente dos 'leões' e pelos adeptos, que de acordo com o jornal, pediram em fóruns os contactos de Bruno Paixão.


Ler mais: http://expresso.sapo.pt/bruno-paixao-sai-de-casa-apos-ameacas=f714351#ixzz1q7jF9ifg


Normalmente não utilizo este espaço nem gasto o meu tempo para falar sobre futebol.

Que me desculpem os adeptos mentalmente saudáveis, que eu acredito que, em maior ou menor número conforme a dimensão dos respectivos clubes, (ainda) existem, tenho para mim que em abstracto, o "fenómeno" futebol é uma doença, um mal silencioso que se vai desenvolvendo e que em muitos casos, atingida a fase terminal, transforma seres aparentemente normais em verdadeiros monstros em autênticas máquinas de destruição maciça.

Mas o que mais me revolta, é que ao contrário das drogas que também o fazem, esta transformação das pessoas noutra coisa que não são, conduzindo-as de forma inexorável ao estado terminal de decadência moral e física que inúmeras vezes constatamos, o futebol é apoiado, recebe dinheiro dos impostos, recebe benesses várias do poder político  e consegue ser uma ilha de favorecimentos dentro do Estado de direito - dos vários Estados de direito, que o fenómeno não é apenas português.

O que li AQUI, devia fazer-nos pensar melhor no assunto e colocarmos a nós próprios a questão de saber se não terá chegado o momento de impor às SAD's e aos clubes em geral a Lei que vigora para todos os cidadãos - e da mesma maneira, aos jogadores de futebol os sacrifícios que são exigidos aos outros cidadãos - falo aqui obviamente no caso português.

Permitir que estes "talibans" dos novos tempos se passeiem por aí promovendo a violência e o ódio à custa dos meus impostos, mesmo que me digam que são a excepção dentro de uma regra que é diferente, não me convence. É que são uma excepção demasiado volumosa para passar despercebida e pior do que isso, são uma excepção multicolor e transversal às várias classes, o que a torna ainda mais preocupante.

publicado às 10:59

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D