Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

SÓ TÊM MUDADO AS...MOSCAS!

O Partido “X” pede a demissão do ministro “A”

Querendo marcar a diferença, o Partido “Y” e exige que não seja apenas o ministro “A”, mas também o “B” e provavelmente o “C” e por aí adiante…
É Portugal no seu melhor!
A grande questão é que a nossa vida – a do cidadão comum – nunca irá melhorar apenas com hipotéticas mudanças de ministros, nem sequer com a alternância no exercício do poder, entre os Partidos do actual espectro partidário!
A maioria deles, já tem provas dadas e não adianta argumentar que em cada um deles, há dirigentes com capacidades ainda não demonstradas: a gente sabe como funcionam as máquinas partidárias, independentemente de ser o Tonho ou o Quim a dar a cara na altura de sacar o voto ao Povo!
Depois, há aqueles Partidos que usam como argumento a seu favor (julgam eles…) o facto de ainda não terem passado pelo poleiro…E vão avançando propostas para a salvação do País (e quiçá do Mundo) sendo que a maioria delas encerram em si mesmas  os argumentos mais consistentes para que optemos por não eleger os seus defensores...
Entre estes, há os que ainda vão beber parte da convicção que põem nos discursos inflamados com que esporadicamente se dirigem às classes trabalhadoras (sempre reclamando contra a escassez do "tempo de antena" que lhes é concedido) em livrinhos e manuais com os quais eu próprio convivi há muitos anos atrás e cujos autores e promotores conheci de perto: Eu não falo da Pátria do Socialismo apenas pelo que leio o que tem sido escrito sobre essa realidade, mas porque a conheci por dentro – e posso garantir que a sua queda não representou especial prejuízo para a humanidade!
Para mim, Kolkhozes, Sovkhozes, Sindicatos de Regime, não são meras palavras, foram realidades vistas por dentro durante sete longos meses!
Há ainda aqueles que continuam a inspirar-se numa longínqua Revolução Cultural e em livrinhos de pensamentos e citações de um qualquer Glorioso Líder, continuando a sonhar com batalhões de soldados de braço dado com os operários e os camponeses, boinas folclóricas à Ché Guevara marchando em linha de armas foices e martelos em riste, contra o Capital!
Mas se tem sido assim até aqui, se estes são os políticos que temos e todos eles fedem à distância (embora o cheirete tenha obviamente algumas nuances) e está mais que visto que não servem, que fazer então?
Pois… Que tal acabar com o monopólio dos Partidos na apresentação de listas de Deputados, candidatos á Presidência da República, listas para as Autarquias?
Que tal submeter a Referendo (na AR não, porque aí todos sabemos qual seria o resultado!) o fim das mordomias de que todos actualmente beneficiam (incluindo os respectivos staff): viaturas topo de gama, vencimentos, ajudas de custo, viagens grátis para eles e  respectivas famílias (incluindo às vezes as amantes, as namoradas e outras equiparadas…) regimes especiais de aposentação, etc., etc., ?
Que tal aplicar as astronómicas verbas gastas com estas mordomias, na aquisição de viaturas topo de gama para as polícias – para que possam ficar pelo menos em pé de igualdade com os criminosos – com a construção ou beneficiação de Esquadras que não envergonhem o País, que dotem os referidos polícias – os que existem e muitos mais que urge formar – com equipamento e armas adequados ao combate à criminalidade violenta, uma nova realidade com que – segundo o Governo – vamos todos ter de aprender a conviver?
Ah! E que tal pena de prisão efectiva para os Deputados que aprovaram o actual Código do Processo Penal que, imagino eu, deve tirar toda a vontade que os polícias, apesar da escandalosa  falta de condições com que lutam há tanto tempo, possam ainda ter, para dar o seu máximo em prole da nossa segurança?
Mas será que os ministros, os secretários de estado, os respectivos assessores, assessores dos assessores e as secretárias de todos eles, aceitarão de bom grado passar a deslocar-se por exemplo, em viaturas Renault Clio (passe a publicidade) enquanto a Polícia terá AUDI,  BMW e outros (passe de novo a publicidade…) obviamente topo de gama, para perseguir os criminosos?
Pessoalmente, acho que isso nunca virá a acontecer e por isso é que nas próximas eleições e em todas as que se seguirão, a coisa se reduzirá a baralhar e dar de novo (com o baralho de sempre)!

 

publicado às 15:14

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D