Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

EXCESSO DE PALCO - EM POLÍTICA É (SEMPRE) DEFEITO...

Faz parte da própria natureza humana e digamos que em doses moderadas, é até socialmente apreciado, que gostemos de nos ouvir - de improviso ou com discursos bem ensaiados, em apresentações minimalistas ou com encenações cuidadosamente preparadas - perante plateias mais ou menos numerosas e mais ou menos sintonizadas connosco, ou em ambientes mais interventivos e menos condescendentes.

Como costumam dizer os psicólogos, a vaidade pessoal, desde que bem doseada, é sempre uma qualidade, mas tem um pequenino problema: basta às vezes um ínfimo desvio (para baixo ou para cima) para se transformar em defeito - falta de auto-estima quando é de deficit que falamos ou arrogância, quando passamos para a situação inversa.

Apesar desta apreciação fazer já parte do mais elementar senso comum, ainda existe muito boa gente que se esquece de a ter em conta - sobretudo quando investida de funções de representação democrática, onde a simples auscultação daqueles que os investiram dessa função pode ser suficiente para introduzir alguma dose de equilíbrio na natural propensão que eventualmente possam ter para o segundo tipo de defeito que referi.

Na minha modesta opinião, a forma mais conveniente de nos situarmos sempre - neste contexto de que falo - é respondermos mentalmente a uma interrogação que nunca nos deve abandonar: "aqueles que me elegeram, preferirão mais ver-me brilhar publicamente em intervenções inflamadas, em declarações pomposas, em ataques ou remoques dirigidos aos inimigos de estimação - meus, ou até do meu grupo - quase sempre sem retorno em termos de resultados concretos, ou ao invés, apreciariam mais a minha habilidade diplomática, a minha assertividade, a minha pressão negocial, com ganhos concretos no final de todo o processo?".

É que os políticos em Portugal - e políticos somos todos nós em maior ou menor escala - ainda dão demasiada importância à sua presença em palco e à forma mais ou menos garbosa com que por ele vão cirandando. O que é lamentável - digo eu...

publicado às 11:57

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D