Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

SALVEM A JUSTIÇA!

Se há coisas com as quais eu não convivo nada bem na área da Justiça, uma delas é o facto da maioria daqueles que fazem as leis 'trabalharem' em causa própria e quase sempre à medida dos ilegítimos interesses dos seus amigos e clientes - e muitas vezes dos grandes escritórios de advogados - que os 'plantam' no Parlamento já com missões bem definidas e detalhados 'cadernos de encargos' para serem executados ao mais ínfimo pormenor.

Já não bastava aos cidadãos comuns para quem a Justiça é a última esperança de uma solução justa para os seus problemas terem de conviver com juízes ineptos, relapsos, injustos que a transformam no contrário daquilo que eles esperam dela e terem ainda de assistir ao uso e abuso de esquemas dilatórios, como no caso de Isaltino Morais, de Domingos Névoa, provavelmente também do caso de pedofilia da Casa Pia, da 'operação furacão', da 'operação monte branco' o caso do arquitecto Vitor Sá na Câmara de Valongo e outros, que de recurso em recurso, de expediente em em expediente, lá vão avançando paulatinamente até à prescrição final.

 

O último foi exactamente o de Domingos Névoa (administrador da Bragaparques) que agora vê cair - por prescrição - a condenação decidida pelo Supremo Tribunal de Justiça em 20 de Janeiro último.

 

Nada como ter um competente advogado como Artur Marques - o mesmo que defendeu Fátima Felgueiras e conseguiu a sua absolvição em todos os processos de corrupção em que era acusada 'e cujo odor chegava aos Montes Urais' -  e ter obviamente dinheiro bastante, para que este consiga sacar de forma hábil, fazendo uso até à exaustão, de todos os estratagemas previstos pelos legisladores, a 'santa prescrição'. Domingos Névoa sabia-o e por isso, ao contrário dos criminosos comuns, nunca esteve 'em sofrimento'!


É isto que 'mata' verdadeiramente a Justiça e contribui para que cada vez mais injustiçados equacionem - obviamente mal - o recurso à 'justiça popular'.

 

Dizem que a ministra da Justiça e o governo estão a trabalhar arduamente para pôr cobro a esta vergonha, a este cancro que corrói por dentro, séculos de civilização e nos faz correr o risco de regressarmos de novo às arenas com a turba exaltada a exigir sangue e os condenados pendentes da forma como o 'juíz' lá em cima na tribuna colocar o polegar direito - ou esquerdo, se for canhoto!

 

Mas é bom que o façam depressa e salvem a Justiça do regresso aos processos da Roma antiga, retirando definitivamente  das mãos dos 'criminosos' - com toga, sem toga, ou de fato azul na 'casa dos 230' - o 'poder soberano' de atentarem diariamente contra um órgão de soberania que deveria estar acima de todo este jogo sujo de interesses clientelares.

 

 

 

publicado às 11:58

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D