Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

(...) A VERDADE SOMENTE A VERDADE E NADA MAIS QUE A VERDADE...

Falando sobre a última Assembleia de Freguesia de Alfena:


UM:

Não podem existir duas verdades a propósito do mesmo assunto e por isso teremos de falar aqui, da fundamentação da adenda ao Edital que alterou a data e o local da realização da mesma. Aqui fica a VERDADE da Coragem de Mudar, que 'por acaso' é a ÚNICA VERDADE e que 'por acaso' é também a verdade do Partido Socialista:

Nem a Coragem de Mudar nem o PS solicitaram a alteração da data a propósito de nada. Os dois grupos, pura e simplesmente, recusaram reunir-se no Hospital Privado de Alfena e desafiaram os UpA a irem sozinhos para lá se o entendessem - com as inerentes consequências que daí resultariam.

Como é evidente, não quiseram arriscar e como o Centro Cultural estava ocupado por uma iniciativa da Câmara - por falta de programação atempada da Junta nas suas marcações e se estava em cima da hora, só havia uma alternativa: adiar por uns dias para encontrar um local alternativo.


Nós até deixaríamos passar a fundamentação já referida da adenda ao Edital, não se desse o caso de o presidente da Junta continuar a dizer que é mentira que o Hospital Privado não esteja licenciado.

Se calhar, mesmo assim e porque já nos habituamos a conceder-lhe uma 'margem ampla' entre a verdade e o que ele às vezes afirma no calor da defesa das suas 'causas' também não diríamos nada sobre o assunto. Achamos que ainda temos margem de crédito junto dos alfenenses para que eles acreditem que não lhes estamos a mentir.

A gota de água que fez a diferença, foram as declarações feitas por ele ao Jornal Verdadeiro Olhar, onde a sua mentira deixou de ficar restrita a um pequeno grupo de alfenenses, mas se estendeu a um público mais alargado, abrangendo mesmo vários Concelhos e assumindo por isso uma espécie de 'promoção indirecta' daquela Unidade hospitalar.


Que fique então claro:


O Hospital Privado de Alfena não está licenciado e está a ser alvo de uma contra-ordenação por funcionar sem licença.!

Mas não nos ficaremos por aqui. É que a possibilidade do Dr. Rogério mentir ao dizer que nós mentimos, só existiu, dada a vergonhosa lentidão da Entidade licenciadora, que não ata nem desata com o andamento do processo e com a informação que terá de me enviar, conforme se comprometeu.

Por isso, na segunda feira, contactarei o responsável por este injustificado arrastamento, para pôr os pontos nos 'ii': ou nos remete a resposta do Grupo Trofa Saúde e o resultado do processo de contra-ordenação, ou faremos seguir para o Ministério da Saúde a transcrição das afirmações do Dr. Rogério na Assembleia de Freguesia, bem como a cópia das suas declarações ao Jornal Verdadeiro Olhar.

Não aceitamos que se jogue com a saúde das pessoas - sejam alfenenses, sejam paredenses, sejam penafidelenses ou de qualquer outro sítio!


DOIS:

A professora Manuela, vogal da Junta de Freguesia, e presidente da AVA, misturou mais uma vez os registos:

Referiu-se à meritória actividade que esta nossa IPSS vem desenvolvendo, como actividade social da Junta. Fez aliás o que costuma fazer o seu colega de executivo, ex líder do PSD local e agora também, ex militante deste Partido, quando fala do trabalho das muitas Associações: fala dele como se de trabalho próprio se tratasse.

A professora Manuela lamenta-se por outro lado, de que nesta altura de crise, não haja mais ajudas, não existam locais disponíveis para - sem pagar renda - a AVA desenvolver o seu trabalho e termina queixando-se de algumas atitudes agressivas ou menos amigáveis de algumas pessoas que descarregam em cima de quem ajuda a sua raiva pela escassez dos apoios.


Vamos por partes:


Existem duas explicações para estes comportamentos evidentemente condenáveis, sendo que à cabeça está aquela que consistiu - na fase UpA/Dr. Arnaldo Soares -  em prometer 'tudo a todos' sabendo que mais tarde ou mais cedo chegaria o tempo de não poder dar 'nada a ninguém'! Foi assim que conquistou as famosas 'esmagadoras maiorias' - prometendo habitação social, empregos, Rendimento Mínimo - agora RSI - e foi cumprindo enquanto pôde e o controle não apertou. Agora que a torneira se fechou, as pessoas sentem-se enganadas e descarregam as suas iras às vezes sobre as pessoas erradas.


Mas há uma outra razão que tem a ver com o processo da fundação da AVA e com as razões porque foi deixando de ser devidamente 'alimentada', sendo que a própria transformação em IPS se fez sem que tivesse dimensão de escala suficiente para se abalançar sozinha no projecto de apoio social que lhe é exigido. Ganharia mais, ainda que mantendo identidade própria, se tivesse oferecido os seus préstimos à vasta acção do Centro Social e Paroquial.

E se bem nos lembramos, só conseguiu o estatuto de IPSS à custa da cedência por parte da Câmara - que agora é tão criticada - cedência muito polémica aliás, de um terreno que funcionasse como património próprio, destinado à construção de uma sede, mas que está agora a mato.

Portanto, sejamos justos, a professora Manuela, injustamente embora, está a pagar a cumplicidade que mantém com a sua 'costela' autárquica e por isso não pode, a propósito das dificuldades que sente no seu trabalho social, criticar os deputados da Freguesia que na assembleia fazem declarações políticas.

Não pode, nem tem esse direito!



publicado às 20:29

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D