Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

(...) A VERDADE SOMENTE A VERDADE E NADA MAIS QUE A VERDADE...

Falando sobre a última Assembleia de Freguesia de Alfena:


UM:

Não podem existir duas verdades a propósito do mesmo assunto e por isso teremos de falar aqui, da fundamentação da adenda ao Edital que alterou a data e o local da realização da mesma. Aqui fica a VERDADE da Coragem de Mudar, que 'por acaso' é a ÚNICA VERDADE e que 'por acaso' é também a verdade do Partido Socialista:

Nem a Coragem de Mudar nem o PS solicitaram a alteração da data a propósito de nada. Os dois grupos, pura e simplesmente, recusaram reunir-se no Hospital Privado de Alfena e desafiaram os UpA a irem sozinhos para lá se o entendessem - com as inerentes consequências que daí resultariam.

Como é evidente, não quiseram arriscar e como o Centro Cultural estava ocupado por uma iniciativa da Câmara - por falta de programação atempada da Junta nas suas marcações e se estava em cima da hora, só havia uma alternativa: adiar por uns dias para encontrar um local alternativo.


Nós até deixaríamos passar a fundamentação já referida da adenda ao Edital, não se desse o caso de o presidente da Junta continuar a dizer que é mentira que o Hospital Privado não esteja licenciado.

Se calhar, mesmo assim e porque já nos habituamos a conceder-lhe uma 'margem ampla' entre a verdade e o que ele às vezes afirma no calor da defesa das suas 'causas' também não diríamos nada sobre o assunto. Achamos que ainda temos margem de crédito junto dos alfenenses para que eles acreditem que não lhes estamos a mentir.

A gota de água que fez a diferença, foram as declarações feitas por ele ao Jornal Verdadeiro Olhar, onde a sua mentira deixou de ficar restrita a um pequeno grupo de alfenenses, mas se estendeu a um público mais alargado, abrangendo mesmo vários Concelhos e assumindo por isso uma espécie de 'promoção indirecta' daquela Unidade hospitalar.


Que fique então claro:


O Hospital Privado de Alfena não está licenciado e está a ser alvo de uma contra-ordenação por funcionar sem licença.!

Mas não nos ficaremos por aqui. É que a possibilidade do Dr. Rogério mentir ao dizer que nós mentimos, só existiu, dada a vergonhosa lentidão da Entidade licenciadora, que não ata nem desata com o andamento do processo e com a informação que terá de me enviar, conforme se comprometeu.

Por isso, na segunda feira, contactarei o responsável por este injustificado arrastamento, para pôr os pontos nos 'ii': ou nos remete a resposta do Grupo Trofa Saúde e o resultado do processo de contra-ordenação, ou faremos seguir para o Ministério da Saúde a transcrição das afirmações do Dr. Rogério na Assembleia de Freguesia, bem como a cópia das suas declarações ao Jornal Verdadeiro Olhar.

Não aceitamos que se jogue com a saúde das pessoas - sejam alfenenses, sejam paredenses, sejam penafidelenses ou de qualquer outro sítio!


DOIS:

A professora Manuela, vogal da Junta de Freguesia, e presidente da AVA, misturou mais uma vez os registos:

Referiu-se à meritória actividade que esta nossa IPSS vem desenvolvendo, como actividade social da Junta. Fez aliás o que costuma fazer o seu colega de executivo, ex líder do PSD local e agora também, ex militante deste Partido, quando fala do trabalho das muitas Associações: fala dele como se de trabalho próprio se tratasse.

A professora Manuela lamenta-se por outro lado, de que nesta altura de crise, não haja mais ajudas, não existam locais disponíveis para - sem pagar renda - a AVA desenvolver o seu trabalho e termina queixando-se de algumas atitudes agressivas ou menos amigáveis de algumas pessoas que descarregam em cima de quem ajuda a sua raiva pela escassez dos apoios.


Vamos por partes:


Existem duas explicações para estes comportamentos evidentemente condenáveis, sendo que à cabeça está aquela que consistiu - na fase UpA/Dr. Arnaldo Soares -  em prometer 'tudo a todos' sabendo que mais tarde ou mais cedo chegaria o tempo de não poder dar 'nada a ninguém'! Foi assim que conquistou as famosas 'esmagadoras maiorias' - prometendo habitação social, empregos, Rendimento Mínimo - agora RSI - e foi cumprindo enquanto pôde e o controle não apertou. Agora que a torneira se fechou, as pessoas sentem-se enganadas e descarregam as suas iras às vezes sobre as pessoas erradas.


Mas há uma outra razão que tem a ver com o processo da fundação da AVA e com as razões porque foi deixando de ser devidamente 'alimentada', sendo que a própria transformação em IPS se fez sem que tivesse dimensão de escala suficiente para se abalançar sozinha no projecto de apoio social que lhe é exigido. Ganharia mais, ainda que mantendo identidade própria, se tivesse oferecido os seus préstimos à vasta acção do Centro Social e Paroquial.

E se bem nos lembramos, só conseguiu o estatuto de IPSS à custa da cedência por parte da Câmara - que agora é tão criticada - cedência muito polémica aliás, de um terreno que funcionasse como património próprio, destinado à construção de uma sede, mas que está agora a mato.

Portanto, sejamos justos, a professora Manuela, injustamente embora, está a pagar a cumplicidade que mantém com a sua 'costela' autárquica e por isso não pode, a propósito das dificuldades que sente no seu trabalho social, criticar os deputados da Freguesia que na assembleia fazem declarações políticas.

Não pode, nem tem esse direito!



publicado às 20:29

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D