Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO DA NOSSA DESCRENÇA...

Confesso que houve um momento - logo a seguir à 'morte e ao enterro político' de Fernando Melo, em que ingenuamente ou não, eu cheguei a acreditar que veríamos na Câmara e a curto prazo alguns sinais de mudança, tal a premência em a imprimir:

O fim de algumas mordomias, a colocação em 'ON' de alguns dos protegidos de Fernando Melo instalados há tempo demais nas 'chaise long' da Casa Grande - em 'OFF', ou em 'PAUSE' o que vai dar ao mesmo - estorvando quem trabalha, uma postura mais amigável dos Serviços perante os cidadãos, uma dinâmica de abertura  face a quem por direito ou por necessidade contacta a Câmara, ou apresenta questões - nas reuniões públicas por exemplo - e para as quais tem a expectativa de obter as respostas adequadas e atempadas. Quem acreditou nisso, quem alimentou essa esperança, quem acreditou que um mau vice presidente - apesar  do passado recente de demasiado colaboracionismo com a 'gestão danosa' de Valongo - viesse numa espécie de passe de mágica a ser um bom presidente ficou certamente desiludido. Eu fiquei-o apenas relativamente.


No meio disto tudo, parece que entramos visivelmente em período de pré campanha com a definição de estratégias, com a colocação de algumas peças nos respectivos tabuleiros, mas a verdade, é que o Concelho ainda vai levar demasiados abanões para que, quer as peças quer as respectivas posições tenham garantida a respectiva estabilidade. Há até quem já ensaie em ambiente virtual alguns 'mortais à retaguarda' e chegam-nos mesmo notícias de tentativas da 'criação em viveiro' de algumas espécies híbridas de camaleões para animar o míni zoo.


Cheira-me que vamos ter o bom e o bonito quando já ninguém conseguir adiar por mais tempo as suas opções e a hora da verdade se impuser.


Na contagem das espingardas, o que se recomenda a cada um dos 'comandantes em chefe' é que verifiquem se todas estão em condições de funcionar e cumprir os objectivos que delas se esperam, porque tanto quanto sabemos, sendo a manutenção cuidada uma das preocupações a ter em conta quando se trata de 'equipamentos bélicos' pode bem acontecer que algumas não estejam já nas melhores condições - porque já não vão à 'oficina' há demasiado tempo!


Termino como comecei:

O tempo de João Paulo Baltazar conseguir provar que um mau vice presidente podia ser um bom actual e futuro presidente, já terminou! Como se costuma dizer em política, o seu 'estado de graça' virou rápido demais na continuidade da nossa desgraça! e assim sendo, é melhor que conte apenas com as 'espingardas do seu arsenal' deixando de alimentar esperanças relativamente aos arsenais de terceiros...

publicado às 11:59

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D