Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO DA NOSSA DESCRENÇA...

Confesso que houve um momento - logo a seguir à 'morte e ao enterro político' de Fernando Melo, em que ingenuamente ou não, eu cheguei a acreditar que veríamos na Câmara e a curto prazo alguns sinais de mudança, tal a premência em a imprimir:

O fim de algumas mordomias, a colocação em 'ON' de alguns dos protegidos de Fernando Melo instalados há tempo demais nas 'chaise long' da Casa Grande - em 'OFF', ou em 'PAUSE' o que vai dar ao mesmo - estorvando quem trabalha, uma postura mais amigável dos Serviços perante os cidadãos, uma dinâmica de abertura  face a quem por direito ou por necessidade contacta a Câmara, ou apresenta questões - nas reuniões públicas por exemplo - e para as quais tem a expectativa de obter as respostas adequadas e atempadas. Quem acreditou nisso, quem alimentou essa esperança, quem acreditou que um mau vice presidente - apesar  do passado recente de demasiado colaboracionismo com a 'gestão danosa' de Valongo - viesse numa espécie de passe de mágica a ser um bom presidente ficou certamente desiludido. Eu fiquei-o apenas relativamente.


No meio disto tudo, parece que entramos visivelmente em período de pré campanha com a definição de estratégias, com a colocação de algumas peças nos respectivos tabuleiros, mas a verdade, é que o Concelho ainda vai levar demasiados abanões para que, quer as peças quer as respectivas posições tenham garantida a respectiva estabilidade. Há até quem já ensaie em ambiente virtual alguns 'mortais à retaguarda' e chegam-nos mesmo notícias de tentativas da 'criação em viveiro' de algumas espécies híbridas de camaleões para animar o míni zoo.


Cheira-me que vamos ter o bom e o bonito quando já ninguém conseguir adiar por mais tempo as suas opções e a hora da verdade se impuser.


Na contagem das espingardas, o que se recomenda a cada um dos 'comandantes em chefe' é que verifiquem se todas estão em condições de funcionar e cumprir os objectivos que delas se esperam, porque tanto quanto sabemos, sendo a manutenção cuidada uma das preocupações a ter em conta quando se trata de 'equipamentos bélicos' pode bem acontecer que algumas não estejam já nas melhores condições - porque já não vão à 'oficina' há demasiado tempo!


Termino como comecei:

O tempo de João Paulo Baltazar conseguir provar que um mau vice presidente podia ser um bom actual e futuro presidente, já terminou! Como se costuma dizer em política, o seu 'estado de graça' virou rápido demais na continuidade da nossa desgraça! e assim sendo, é melhor que conte apenas com as 'espingardas do seu arsenal' deixando de alimentar esperanças relativamente aos arsenais de terceiros...

publicado às 11:59

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D