Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

FESTA TUNING - ALFENA

Eu vi!

Podia estar a mandar apenas uns 'bitaites' com base em informação de terceiros, mas não é o caso.

A  Associação 'Tropas Tuning de Alfena' tem vindo a demonstrar nestes últimos tempos, um enorme dinamismo, aliás como muitas outras Associações da nossa cidade e é natural, é desejável, que todo o trabalho que fazem deva ser incentivado, que se apoiem todas as iniciativas que levam a cabo e que no fundo, promovendo a respectiva imagem, contribuem igualmente para divulgar o nome da nossa terra.

 

Mas atenção! Existem regras que nunca se devem perder de vista, para que aquilo que se pretende e foi referido, não venha a ter um efeito adverso e às vezes totalmente contrário que se antevia.

 

Primeiro sendo o evento licenciado pela Câmara e tendo decorrido num terreno público que foi cedido para o efeito, o aspecto da vedação do espaço para se ganhar dinheiro - que não é crime nenhum, mas deve obedecer também a critérios - foi totalmente descurado pela autarquia - como de costume, aliás...

 

Depois, estando incluído no evento um desfile no Sábado à noite num percurso previamente definido e apresentado à GNR, não se percebe como é que o mesmo não foi enquadrado e acompanhado pelas autoridades, sendo elas a interromper o trânsito em cruzamentos e entroncamentos e não simples cidadãos não identificados!

 

Mas nada melhor que apresentar um exemplo concreto:

 

Na Rua 1º. de Maio - sentido Porto, o desfile inflectiu para a Avenida Francisco Sá Carneiro, indo lá ao cimo contornar a rotunda e descendo para reentrar na 1º de Maio.

Se o desfile decorresse como devia ser, isto é de forma organizada e respeitadora dos direitos dos outros cidadãos automobilistas - e se a GNR de Alfena tivesse feito a sua obrigação, neste exemplo teriam ocorrido duas situações:

Primeira: a caravana teria de circular de forma o mais compacta possível, sem intervalos de pontuais de várias dezenas de metros, com a juventude pendurada nos carros com as portas abertas a fazer filmagens e a tirar fotografias, enquanto os automobilistas esperavam e alguns desesperavam.

Segunda: quem deveria atravessar a viatura na Avenida Sá Carneiro, enquanto os 'tuningões' subiam ou desciam à velocidade que queriam e sem preocupações de manter a continuidade da fila, deveria ser igualmente a GNR.

 

Mas claro que tudo isto que eu acho que deveria ter acontecido, só seria possível numa iniciativa organizada e supervisionada com pés e cabeça e não da forma voluntarista e 'sem rei nem roque', como é costume.

 

Já sei que se neste momento falasse directamente com o comandante do posto da GNR de Alfena, o 1º sargento Freitas, ele discordaria totalmente do que acabo de escrever "porque correu tudo muito bem, não receberam queixas de ninguém e deveremos ser compreensivos relativamente a alguns transtornos provocados, a bem da promoção da nossa terra" - onde é que eu já ouvi isto?

 

Enquanto isso, 'onde é que parava a Guarda'?

 

De uma vez por todas, é obrigação das autoridades - neste caso a GNR - garantirem os direitos de todos e não apenas de alguns e deixarem de ser parciais e brandas, quando isso lhes convém e severas e rigorosas - mesmo  musculadas em demasia sem justificação nenhuma, como as vi serem na Rua da Várzea no Domingo do Rali em duas ou três situações que presenciei.

 

publicado às 14:02

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D