Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ANTÓNIO BORGES - EM RISCO DE EXTINÇÃO?

Nestes tempos de duras dificuldades que vivemos, é natural, é inevitável, é quase humanamente impossível não recorrer ao vernáculo como única reacção possível perante um governo de imbecis, que se faz rodear de imbecis, que por sua vez só podem ter na sua linha de sucessão outros imbecis. No fim, o resultado só pode ser o somatório de todas as imbecilidades - o primeiro imbecil, que não percebe patavina relativamente ao que o País precisa, encarrega o imbecil seguinte de apresentar uma proposta de solução. Este por sua vez, não está para muita canseira e passa a bola ao imbecil que se perfila na 'cadeia de produção' de imbecilidades e assim sucessivamente.

É como naquela história contada pela minha avozinha: "a minha senhora tem moça e a moça moça tem e a moça da moça, agora moça quer também". Mas pelo menos nesta história, teríamos algum trabalho concreto, ainda que inflacionado pela sucessão de moças.

Já no caso do governo, da sucessão de imbecis desde o topo até ao secretário do secretário do secretário de Estado, só pode resultar a monumental imbecilidade que a todos nos atormenta.

E para mal dos nossos pecados, já não chegavam os imbecis saídos da boca das urnas e ainda temos que levar com cooptados como António Borges, que hoje desencadeou a mais monumental reacção de indignação por parte dos empresários deste País ao proferir o chorrilho de asneiras relatadas AQUI.

Desta vez, o homem superou todas as nossas piores expectativas e debitou imbecilidades tais, que há quem diga - para lhe tentar diminuir a culpa -  que terá sido afectado por uma crise aguda de diarreia cerebral. Eu acho que os sintomas não batem certo e que tudo terá a ver com a sua actividade profissional, que como todos sabemos, é tentar aprender alguma coisa com os alunos da faculdade onde finge que ensina, obrigando os alunos a fingir que acreditam que ele sabe do que fala, mas onde na verdade não sabe mesmo nada mas aproveita para ir aprendendo com eles, fingindo que ensina, só que ainda não assimilou grande coisa...

Assim vai Portugal, um País onde os burros afinal, ao contrário do que nos têm andado a dizer, não estão em risco de extinção coisa nenhuma!

publicado às 22:05

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D