Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - 'CONCUBINATOS' COM A+++

 

Um amigo do Facebook e de outras andanças - nisto de amigos, é como nos casamentos, nunca estamos livres de um 'divórcio' de princípios e nós, felizmente para mim, estamos 'divorciados' - escreveu a 'alarvidade' que se segue, a propósito do Orçamento aprovado na reunião de Câmara de terça feira passada, com cânticos de louvor e hosanas, vindos do lado esquerdo da mesa - vista esta do lado do (escasso) público presente.

 

"O PS/Valongo é tão politiqueiramente previsível que até dói. Passou três anos a viabilizar orçamentos irrealistas da Câmara. Agora, quando se aproximam as eleições, resolveu fazer o que todos sabiam que faria: fez de conta que é oposição e votou contra o orçamento municipal. Só que este número de circo não correu muito bem. Então não é que, ao fim de muitos anos - mandatos e mandatos -, o PSD, pela primeira vez, apresentou um orçamento minimamente sério e realista?"


Vamos lá portanto a ver se nos entendemos sobre o rigor das definições...

 

Orçamento de verdade, Orçamento realista, Orçamento de rigor, foram alguns dos piropos atirados ao 'pimpolho' mas eu acho que quem os atirou e por replicação faz com que outros os continuem a atirar também, não sabe do que fala - ou sabendo, junta-se ao grupo dos encenadores do costume para reforçar com um calor perfeitamente descabido, a verosimilhança desta 'verdade mal contada' destinada a enganar os valonguenses.

 

Um Orçamento de verdade, deveria antes de mais, ter partido de uma auscultação atempada aos cidadãos e às Instituições, com vistas a poder acolher alguns dos seus anseios mais prementes - Orçamento participativo, será que isto lhes diz alguma coisa?

 

Um Orçamento de verdade, seria se reconhecesse - mas isso se calhar já era pedir demais - que a quase totalidade das receitas é gasta com a máquina, com a macroestrutura, com o serviço da dívida - onde talvez tenhamos chegado apenas 'por obra e graça do divino Espírito Santo' - e que em termos de investimento o que vai ser gasto no nosso Concelho se resume a um modesto 'cagagésimo' do bolo realista!

 

Longe vão os tempos em que alguns dos 'cristãos novos' e actuais devotos do 'santo da moda' o criticavam com muita veemência e com toda a propriedade e também aos desvarios de Fernando Melo que ele sempre apoiou, à proliferação de protegidos e afilhados admitidos a esmo nos quadros da Câmara, às obras faraónicas e de fachada que nos conduziram à dívida que nos sufoca e cujo 'serviço' sufoca também o Orçamento - este e todos os que se lhe seguirão. 

 

Uma constatação clara resulta de todo este caloroso apoio ao Orçamento da desgraça que foi aprovado na reunião de Câmara na passada terça feira:

Não é conhecida ainda a 'operação de remoção da inestética gordura' que afecta a macroestrutura camarária - vai a reunião amanhã dia 21 - não se conhecem mexidas que há muito se impõem, nem se viu na terça feira, vontade de pensar na extinção de empresas municipais que não servem para nada - Vallis Habita, SMAES - e apesar disso, o lado esquerdo da mesa vota a favor?


No passado recente acusaram o PS de 'concubinato' por ter viabilizado o finado Plano de Saneamento Financeiro e se ter abstido na votação de anteriores Orçamentos.

E agora? Com este voto a favor que deixa de fora tudo que tem a ver com a educação e o bem estar das nossas crianças, por exemplo, como que é que devemos classificar este comportamento? 'Concubinato' parece-me escasso, 'prostituição' talvez seja um pouco exagerado - ou não?

 

Resta-me apelar - ao 'santo' e aos seus novos 'devotos' - para que se deixem todos de escamotear a verdade e de jogar com a mistificação!


Chamemos as coisas pelos seus nomes:


Este é inquestionavelmente e uma vez mais, um mau Orçamento. Se podia ser pior? Claro que podia, mas a menos de um ano das eleições, não convinha arriscar demasiado... 

publicado às 17:06

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D