Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

PARQUÍMETROS DE VALONGO/ERMESINDE - UM CASO DE GESTÃO DANOSA?

 

Ainda sobre a notícia publicada no passado dia 26 pelo JN, importa desmistificar com urgência, a 'defesa' do actual presidente - no habitual contraditório que Dora Mota e o JN costumam fazer e que passo a citar: "Resgate custaria 2 milhões de Euros".


É preciso no mínimo, muita falta de respeito pela inteligência dos valonguenses, para lhes atirar assim sem cerimónias com esta 'pazada de areia para os olhos'!


Este problema anda a ser empurrado com a barriga, que eu me recorde, desde 2007, sabendo-se por um lado - o estudo encomendado menciona-o expressamente e João Paulo Baltazar reconhece-o também nas declarações que produziu - que a empresa em questão incumpriu em muitas das suas obrigações contratuais, abusou de uma prorrogativa que não tinha, instalando, se não erro no número, cerca de 50 parquímetros a mais em Ermesinde, além dos contratualizados.


Depois, escondeu-se sempre e a Câmara foi conivente com essa estratégia, por detrás de dificuldades técnicas para se eximir a um regular e  fiável controlo.


(Abro um parêntesis para lançar apenas um desafio: siga-se o 'cordão  umbilical' que liga esta empresa a autarcas e ex autarcas da nossa Câmara. Não! não estou a fazer nenhuma acusação nem nenhuma 'denúncia caluniosa', mas apenas a manifestar uma simples curiosidade que gostaria de ver satisfeita. Fecho parêntesis).


Portanto, Dr. João Paulo Baltazar, não faça dos valonguense um bando de mentecaptos nem nos tente 'vender a ideia' de que não imaginava que o prejuízo anual fosse tão avultado!


Primeiro, você faz desde há muito a exacta ideia sobre isso e depois, você sabe também que há imenso tempo que se podia ter avançado na rescisão do contrato, sem arriscar nenhuns 2 milhões, não fosse a resistência de sempre por parte do Dr. Fernando Melo, apoiado pelos 'ajudantes de campo' que se foram revezando ao longo dos últimos mandatos, sempre que a oposição levantava o problema!


Eu acho que neste momento, você está a fazer uma jogada demasiado alta arriscando-se a ficar a braços com um autêntico caso de polícia que lhe pode estoirar nas mãos com um impacto e efeitos semelhantes a uma 'bomba de fragmentação'. 


E se tal ocorrer, isto é, se a nossa Justiça funcionar, eu vou estar cá para bater palmas - porque não podem ser apenas os presidentes de alguns Concelhos mais a sul a perderem os seus mandatos por gestão danosa!


PS: Esqueci-me de mancionar que o tal estudo - aquele onde se diz que a empresa que gere os estacionamentos e onde se refere que a mesma (também) tem um prejuízo anual de 50 mil euros e que a rescisão da coscessão custaria 2 milhões de euros - foi elaborado por uma empresa chamada Sart Vision com ligações familiares a uma funcionária da Câmara...

Se quero insinuar alguma coisa? Não! nem por sombras! Este parece ser portanto um negócio em que todos perdem - porque os parquímetros talvez tenham vindo com um qualquer defeito de fabrico - provavelmente sem fundo...

publicado às 13:01

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D