Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

DINOSSAUROS VOADORES...

 

Gosto de ouvir o deputado António Filipe do PCP sempre que intervém na Assembleia da República. Mas isso é apenas quando tem razão naquilo que diz, nas posições frontais que assume e que o tornaram respeitado mesmo nas outras bancadas.

 

Não foi isso que agora se passou, (gostar de o ouvir) a propósito de uma nova subespécie animal em franco desenvolvimento, à qual por enquanto e na falta de outra melhor, decidi atribuir a designação de dinossauros voadores.


António Filipe não precisava de ficar nesta fotografia.

Ainda que o PCP seja parte interessada na defesa desta subespécie, sempre podia ter escolhido um daqueles exemplares mais jovens para proferir a asneira - aos jovens desculpa-se sempre mais a falta de discernimento em função da idade - porque saída da boca do histórico António Filipe, não faz 'pandam' com esta habilidade manhosa de manter ligados à... gamela espécimes que já deveriam em muitos casos estar 'mumificados' há muito.


António Filipe bem podia ter evitado o desbaratar do crédito acumulado e do reconhecimento de todos nós pelas boas intervenções que como deputado da Nação tem produzido na defesa das boas causas.


Porque claramente, esta é uma má causa e que cheira àquilo que é: o apego demasiado óbvio à teta da porca!


 

Título: PCP junta-se ao PSD e defende candidaturas de autarcas dinossaurosData: 15-02-2013
Fonte: iPáginas: 
Autor: PEDRO RAINHO C/ Foto | Cor
 

 

PCP junta-se ao PSD e defende candidaturas de autarcas dinossauros  
 
O deputado do CDS Hélder Amaral defende que o parlamento devia clarificar lei da limitação de mandatos. "A lei tem buracos consideráveis'  
 
PEDRO RAINHO  
 
O PCP juntou-se ao PSD e defendeu ontem, no parlamento, que a limitação de mandatos não se aplica a autarcas que se candidatem a outra câmara, como Fernando Seara, em Lisboa, ou Luís Filipe Menezes, no Porto.  
 
Numa intervenção aplaudida pelos sociais-democratas, o deputado comunista António Filipe defendeu que "os cidadãos que tenham exercido três mandatos consecutivos como presidente de câmara municipal ou junta de freguesia não podem recandidatar-se a um quarto mandato consecutivo, mas não ficam inibidos de exercer o seu direito cívico e político de se candidatar a um primeiro mandato noutra autarquia".  
 
António Filipe disse ainda que "não há nada na lei" que proíba a candidatura numa autarquia diferente da actual e que "não há interpretação da lei conforme à Constituição que o impeça". O deputado do PCP recorreu à Lei Fundamental para sustentar a ideia de que "as leis restritivas de direitos fundamentais, como é o caso, devem ser interpretadas restritivamente e não podem ter uma interpretação extensiva".  
 
"Não somos nós que o dizemos, é a Constituição que o determina no artigo 18.°", acrescentou. Com a intervenção de ontem, António Filipe alinhou a posição dos comunistas com a do PSD. Já os bloquistas, pela voz de Luís Fazenda, defenderam que quando foi aprovada a lei de limitação de mandatos "o que se parecia querer evitar eram os dinossauros autárquicos, mas parece que eles reentram, por uma espécie de amizade serôdia, pelo parque jurássico".  
 
O ex-líder parlamentar do BE acrescentou que esta limitação visa "não deixar amadurecer" conivências locais entre o poder político e económico e salientou que há vários constitucionalistas "com opiniões diversas" sobre a interpretação da lei. O CDS não falou durante o debate, mas o deputado Hélder Amaral admite que "a lei tem buracos consideráveis" e que o partido "devia ter uma posição política" sobre a mesma, o que passaria por uma clarificação do diploma aprovado em 2005 no parlamento. "Se as circunstâncias mudaram, vamos clarificar a lei", defende o deputado centrista, para quem "valia a pena haver um grande consenso sobre estas matérias". Por isso, seria "bom que os partidos clarificassem".  
 
O CDS, porém, não vai avançar com qualquer iniciativa para clarificar a lei. Ao i, fonte da direcção centrista assegura que "não está previsto, da parte do CDS, tomar a iniciativa por qualquer clarificação da lei" - desde logo, porque o partido está "dividido ao nível da própria direcção", mas também porque, a avançar agora, ficaria a imagem de ser "feita à pressa".  
 
Também o PSD, pela voz do líder parlamentar, Luís Montenegro, se tinha escusado a avançar para uma clarificação, depois de o ministro Miguel Relvas ter dito que "cabe ao parlamento" fazê-lo. 


publicado às 10:34

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D